expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Extra -O Museu das Almas do Purgatório 2ªParte

 A irmã Tereza Margarida Gesta, nascida em Bastia, Córsega, em 1797, depois de ter vestido o hábito, no convento das Terciárias Franciscanas, em Folligno, morreu no dia 4 de novembro de 1859, elevada à responsabilidade de Madre Superiora. Eis o relatório que a seu respeito dá a abadessa Maria Vitória Constante Vichi: Tres dias depois de sua morte, ouviram-se lamenatos no quarto em que ela morreu e nas peças vizinhas.

No dia 16 de novembro, ás 10 da manhã, a irmã Ana Felícia Menghini subia a escada que conduzia à lavanderia para realizar seu trabalho; ouviu, então, um lamento abafado e supôs reconhecer a voz de sua antiga companheira. Entrando na lavanderia, abriu diversos compartimentos, enquanto as lamentações da defunta continuavam e, sob o império da emoção, ela não conseguia compreender o seu verdadeiro sentido.

 De repente, o cômodo se encheu de uma densa fumaça e a alma da falecida se dirigiu a um dos armários, junto à escada, Chegando à porta, ela disse, em voz alta: É uma misericórdia! Eu não volto mais e em sinal disto... Nesse momento, ela bateu na porta um golpe bem nítido; em seguida, a fumaça desapareceu. As irmãs, reunidas no aposento da Abadessa, ouviram a narrativa da irmã Menghini examinar a porta onde se encontrava gravada a mão da defunta, de maneira tão perfeita que não a teria feito um artista, mesmo o mais hábil, se servindo de uma mão de ferro encandecida.

 A marca que se vê na foto acima faz parte de uma série de aparições do padre Panzini, que foi abade em Mântova, Itália. Dizem os registros do Museu das Almas do Purgatório que o padre Panzini apareceu em 1731, no mosteiro de San Francisco, em Todi. Teria sido visto pela madre superiora, a venerável Isabela Fornari: “A marca foi deixada numa pequena mesa de madeira sobre a qual estava colocado um pano, que era na verdade a manga da camisa do hábito”, conta Clóvis. “Ele deixou impressa em queimadura, pela irradiação da luz de sua mão, e também apareceram marcas de sangue”.


 O JULGAMENTO 1****Um outro pesquisador interessado em fenômenos desta natureza descobriu um dos casos mais curiosos. Sob uma placa de vidro colocada para protegê-la, vê-se uma mão estampada em fogo. Está numa mesa que deve ter pertencido ao Palácio de Justiça, em Lublin (maior cidade do leste polonês e a capital da voivodia). A mão é excepcionalmente grande, não mostra sinais de falanges e dá a impressão de ser esquematizada. Segundo a lenda, houve naquela cidade um litígio entre uma viúva pobre e um rico magnata. Este reclamou para si os bens da viúva e, tendo subornado os juízes, ganhou a causa. A viúva, desesperada por perder tudo que possuía, levantou a mão em direção a um crucifixo pendurado na parede e gritou: "Se Satanás tivesse proferido a sentença, ela teria sido mais justa." Em seguida, ....

 O JULGAMENTO 2****.... os que estavam presentes viram alguns juízes de estranha aparência entrando no salão. Suas perucas eram negras, com dois pequenos chifres. Atemorizado o secretário tornou a convocar a sessão e o advogado do diabo, com uma exposição curta e sóbria, deu uma explicação quanto aos direitos da viúva à fortuna de seu falecido esposo. Em vista das provas apresentadas, o tribunal deu causa ganha à viúva - sentença bem mais justa que a anterior.
Foi só no dia após o julgamento que o escrivão notou que, na mesa do Tribunal; havia a impressão de uma mão descomunalmente grande, ainda hoje visível.

Museu das almas do purgatorio 
Reportagem do Fantástico sobre o Museu das almas do purgatorio, mantido pela Igreja Católica e até então desconhecido da maioria dos fiéis, padres e bispos do mundo.
http://video.google.com/videoplay?docid=-8978181803097085866

Por agora é tudo, espero tenham gostado  e já gaora se não for pedir muito façam uma oraçaocinha pelas almas do Purgatório...Almas agradecem

Extra -O Museu das Almas do Purgatório 1ªParte

    É provável que você nunca tenha ouvido falar no Museu das Almas do Purgatório. Mesmo entre os católicos é praticamente desconhecido. Ele guarda registros do que seriam aparições de pessoas mortas. Pessoas que teriam voltado do além ou do purgatório para pedir orações e avisar de que existe um Purgatório ou Inferno como queira.

    Na doutrina católica, o purgatório é um estado de espera. Um lugar de almas em purificação. Um sofrimento que só terá fim com a chegada ao paraíso. 

    Na Divina Comédia, uma das maiores obras poéticas de todos os tempos, o purgatório imaginado por Dante Alighieri é uma montanha muito alta, cercada de terraços, onde as almas se purificam dos pecados cometidos na Terra. 

    Foi na Idade Média que o purgatório viveu o auge da fama na imaginação dos cristãos. Hoje, fala-se pouco dele. O céu e o inferno desfrutam de maior prestígio nos sermões católicos.

Numa igreja de Roma, um museu misterioso contém relíquias que seriam um testemunho da comunicação de almas do purgatório. A igreja não permite que nenhuma imagem seja gravada, mas um pesquisador de parapsicologia, o brasileiro Clóvis Nunes, entrou no Museu das Almas do Purgatório e conseguiu filmar as peças: “Este museu está reservado à Igreja. Para nós termos acesso a ele, precisei contar com o apoio de uma autoridade eclesiástica, em Roma, da Igreja Católica Brasileira”, conta.

    Clóvis entrou na Igreja do Sagrado Coração do Sufrágio. Sufrágio significa ato de piedade, oração pelos mortos. A igreja pertence aos missionários do Sagrado Coração, ordem católica fundada pelo padre francês Jules Chevalier, em 1854.

    Numa pequena sala, ao lado da sacristia, estão guardadas as relíquias: os antigos missionários do Sagrado Coração acreditavam que elas eram provas da comunicação entre vivos e mortos.

“A Igreja acredita que seja possível uma comunicação entre este mundo e o outro mundo. A Igreja tem convicção de que esta comunicação existe. A Igreja se sente peregrina, porque vive na terra e possui uma pátria no céu”, diz Sandro Register. (POR UMA PERMISSÃO ESPECIAL DE DEUS, AS ALMAS DO PURGATÓRIO PODEM ...

 O Museu das Almas do Purgatório foi criado pela Igreja no começo do século passado pelo padre Victory Juet, que pertencia à Ordem do Sagrado Coração de Jesus, fundada em 1854 pelo padre Chevalier, com a finalidade de proferir missa e orações em sufrágio das almas em sofrimento.

A maioria das peças que compõem o Museu das Almas se referem à aparição de padres, freiras e fiéis, ocorridas em ambiente católico: igrejas, conventos, quartos de oração. DETALHE DA FRENTE DA IGREJA DO "SACRO CUORE DEL SUFFRAGIO"

Quem fundou a Igreja do Sagrado Coração do Sufrágio foi o missionário francês Vitor Jouet. Ele queria que o templo fosse dedicado às almas dos mortos. No dia 15 de novembro de 1893, houve um incêndio ao lado do altar. O fogo deixou uma marca no mármore: nela, os fiéis enxergaram o rosto atormentado de um homem. Padre Jouet acreditou que aquilo era um sinal, como se uma alma do purgatório estivesse suplicando por ajuda.
....o fogo deixou uma marca no mármore: nela, os fiéis enxergaram o rosto atormentado de um homem. Padre Jouet acreditou que aquilo era um sinal, como se uma alma do purgatório estivesse suplicando por ajuda.



Depois desse episódio, o padre Jouet viajou por conventos na Itália, França, Bélgica e Alemanha, coletando objetos que comprovassem a manifestação dos mortos. Na volta, criou o Museu Cristão do Além-Túmulo, que mais tarde passaria a se chamar Museu das Almas do Purgatório. Tinha cerca de 200 peças, mas só restaram hoje as que foram aprovadas pelos sucessores do padre Jouet, aquelas consideradas autênticas acima de qualquer dúvida.







  Pode-se acreditar na autenticidade do Museu das Almas do Purgatório? O Vaticano não quer dar uma opinião oficial sobre a autenticidade das relíquias, mas as peças que estão no museu impressionaram vários especialistas da Igreja.

Uma das peças mais impressionantes mostra o que seria a mão de uma freira - morta em 1637 - impressa como se fosse a fogo, no hábito, uma espécie de avental, de uma outra freira. Segundo os registros do museu, a irmã Clara Schoelers apareceu no mosteiro beneditino de Winnenberg, na Alemanha, em 1696 -- quase 60 anos depois de sua morte -- e deixou a marca no hábito da freira Margarida Maria Herendorps: “Ela chegou envolvida em luz, e para a irmã não ter dúvida de que não era um sonho, ela deixou impressa no avental que estava pendurado no cabide a marca de sua mão queimada com fogo”

 Na noite de 21 de junho de 1789, na Bélgica, Giuseppe Leleux foi acordado pela visão da mãe, morta 27 anos antes. A mãe teria deixado uma marca impressa na roupa de dormir do filho e pedido que o rapaz mudasse de vida e se convertesse à Igreja. Depois da aparição, Giuseppe fundou uma congregação católica.







A MÃO IMPRESSA DA FALECIDA SOGRA DE MARGARITA DEMERLÊ, ALEMANHA (FAZIA ENTÃO 30 ANOS DE SUA MORTE DE PARTO)CIMÉLIO ENQUADRADO DA PEÇA PRODUZIDA PELA A MÃO IMPRESSA DA FALECIDA SOGRA DE MARGARITA DEMERLÊ, ALEMANHA (FAZIA ENTÃO 30 ANOS DE SUA MORTE DE PARTO) : “Ela foi até o livro, abriu, e ali imprimiu as marcas de fogo de sua mão. E o que é curioso, é que ela abriu o livro na parte final do capítulo IV. As marcas ficaram sobre o seguinte texto: “Estou carregado de pecados, combatido de tentações, e não há quem me valha, não há quem me livre e salve senão tu, Senhor”, recita Clóvis.


Lorena, Alemanha, 21 de dezembro de 1838. Giuseppe Schitz aparece diante do irmão e pede orações, porque está sofrendo no purgatório. Marcas dos dedos de Giuseppe foram deixadas num livro de orações do irmão: “A marca do dedo atravessou nove páginas com a queimadura. Ela chegou a fazer uma perfuração”, conta o pesquisador.



LIVROS RELIGIOSOS 1***** Outra prova que deveria constar do acervo do Museu do Purgatório, como hoje é conhecido, encontra-se na Baixa Baviera, em poder da família Hackenberg. É um pequeno livro de orações do século 18. Tem 10 centímetros de comprimento por 6cm de largura. Está bem conservado, apesar de ter servido como "prova de fogo" para um caso semelhante ao de Margarette. Nas páginas 12 e 13 observa-se a impressão de duas mãozinhas. Distinguem-se os cinco dedos, a pequena palma e parte do pulso. Um detalhe interessante é que os dedos dão a impressão de serem descarnados, ou seja, mãos de um esqueleto minúsculo.

Miragem de cidade fantasma aparece na China

Imagine o susto dos moradores de uma localidade chinesa que, de repente, viram surgir uma miragem gigante de uma 'cidade fantasma' com torres e vegetação ao longo do rio Xin'an em Huanshan City no leste da China. A aparição surgiu no início do mês de junho após chuvas fortes e condições máximas de umidade do ar.

Na foto, você pode ver prédios altos, montanhas e árvores que parecem levantar-se através da névoa fantasmagórica que havia descido sobre o rio ao entardecer num local onde normalmente as pessoas só vêem a linha do horizonte.

Alguns moradores ficaram tão impressionados com a visão que chegaram a dizer que a cidade estaria submersa e que talvez pertença a uma possível civilização que fora perdida no tempo. Mas alguns especialistas, não acreditando em lendas e aparições fantasmagóricas, logo trataram de dar sua interpretação científica para o fenômeno.

Eles acreditam que a visão pode ter sido uma miragem - uma forma de ilusão comum em clima úmido. O fenômeno é causado quando a umidade do ar fica mais quente do que a temperatura da água, projetando imagens no ar. Normalmente, a miragem é tipicamente turva e brilhante, semelhante a uma reflexão vista na água.

Tudo bem que a ciência tem sempre explicação para tudo, mas a tal miragem chinesa impressiona como se fosse verdadeiramente "do outro mundo", não é mesmo? Confira mais fotos abaixo! 
 
 

Video de Anjo caindo na Indonesia -roda na web

  Video de Anjo caindo na Indonesia No dia 11 de setembro de 2011, um vídeo intrigante surgiu na web. Nele podemos ver um estacionamento de um Shopping Center pouco iluminado. De repente, uma luz desce do céu e "bate" no chão, voando logo em seguida.

As imagens são impressionantes e, de acordo com os vários jornais e blogs que publicaram o vídeo, várias pessoas teriam afirmado que houve um enorme barulho no momento da queda do ser alado.
  
Logo em seguida outro vídeo foi divulgado na web. Dessa vez, seria a "continuação" da história mostrando alguns jovens correndo em direção ao local onde o anjo supostamente caiu... Moradores da região enviaram fotos do local do impacto do anjo. A calçada toda quebrada é a prova física do enorme impacto que o tal ser sofreu.

Mas, e agora? Verdadeiro ou Falso?

Os Anjos fazem parte da crença de várias religiões e culturas no mundo todo há milênios. Muçulmanos, católicos, protestantes, espíritas... Cada cultura vê – á sua maneira – esses seres celestiais que dão uma "ajudinha" ao Deus maior de cada religião ou crença.

Ao aceitar que o vídeo é real alguns o colocam na categoria de milagre. Outros, já afirmam que isso seria coisa do Diábo, pois, de acordo com a bíblia, o Anjo que caiu do céu (porque foi expulso de lá!) foi um conhecido por Lúcifer.

Seria mais um Lúcifer? Ou seria um milagre?

Assistindo aos vídeos, algumas dúvidas vêm à mente:

- Um Anjo daria esse "espetáculo" de cair bem na frente de uma câmera de Vigilancia?
2 - Um Anjo, sendo um ser não físico, conseguiria parar bem na altura do nosso chão?  Não passaria direto?
3 - Sendo o Anjo de outra dimensão ou de outra constituição física – diferente das dos seres humanos -, seria possível fazer tamanho estrago no chão?
4 - Se o Anjo tem massa para estragar uma calçada de cimento, não teria se machucado na queda?
5 - Por que o usuário que postou o vídeo criou essa conta só para divulgar apenas esse vídeo?
6 - Por que o segundo vídeo – que mostra os jovens correndo em direção ao incidente – foi postado um dia antes do vídeo feito pelas câmeras de segurança?
  Tirem vossas conclusoes...  Pois eu nao credito em bruxas, mas que elas existem, existem...

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Relembrando os 3 Segredos de Fátima

Muito se tem falado dos três segredos de Nossa Senhora de Fátima. Ou melhor, o que se tem comentado muito é o Terceiro Segredo, especialmente depois que o Vaticano publicou a visão dele, mas não as palavras de Nossa Senhora que o explicavam.

Em 13 de julho de 1917, na terceira aparição de "Nossa Senhora" aos três pastores de Fátima -- Lúcia, Jacinta e Francisco -- a Virgem Maria lhes comunicou três segredos, que eles deveriam dar a público, mais tarde.

Dois dos segredos foram já conhecidos completamente.

O primeiro tratava da perda das almas durante a Primeira Guerra Mundial.

O segundo dizia que, se os homens não se emendassem, viria um grande castigo sobre as nações na forma de uma Segunda Guerra Mundial, e que a Rússia espalharia seus erros -- erros no plural -- pelo mundo, e que várias nações seriam aniquiladas.

Falava-se ainda em sofrimentos de um Papa, em martírio dos bons, e ficou conhecida uma frase do Terceiro segredo: "o dogma da Fé se manterá em Portugal"?

Saiu um estudo comprovando que haviam dois textos do Terceiro Segredo escritos pela Irmã Lúcia: No primeiro texto, de uma só página, constava as palavras de Nossa Senhora. No segundo texto, posto no seu caderno, e que constava de várias páginas, Irmã Lúcia descrevia a visão do Terceiro Segredo, que foi o texto que o Vaticano publicou.

Em 26 de junho de 2000, o segredo bem conhecido terceiro de Fátima foi revelado pelo Cardeal Ratzinger (agora Papa Bento XVI), acompanhado por um comentário teológico. O segredo se refere a um Papa a ser morto e uma cidade em ruínas junto dos seus fieis. O que a maioria das pessoas não sabe é que durante os muitos anos em que o segredo estava escondido de todos,não estava estava bem á vista, partes dele (e aponta para o que ele continha) foram divulgados, por pessoas que tiveram ou leram o segredo e ou falaram com a  Irmã Lúcia... As informações que vazaram não correspondem com o segredo divulgado pelo Vaticano. Consequentemente, um grande número de pessoas acreditam que o documento do Vaticano é uma farsa, lançado para evitar o escândalo que ocorreria se o verdadeiro segredo viesse á luz dia.
Supostamente o verdadeiro segredo se refere a uma apostasia da Igreja com o Papa (em outras palavras, o Papa / Papas iriam parar de ensinar a fé católica e cair em erro). Também descreve um conselho que vai perverter a Igreja (que muitos acreditam ser o Vaticano II que reverteu muitos princípios católicos tradicionais e crenças). Este era conhecido, pelo menos 40 anos antes do lançamento da versão do Segredo do Vaticano. O que é mais interessante é que a  Lúcia disse que o segredo tinha que ser lançado em 1960, ou depois de sua morte (o que ocorresse primeiro). Por que ela escolheu aquele ano específico é desconhecido, mas, curiosamente, o Concílio Vaticano II foi iniciado em 1962, com ambos os Papas do Concílio (João XXIII e Paulo VI) dizendo que não iriam liberar o terceiro segredo. Outra profecia relacionada, também é muito interessante, o Papa Pio XII (o Papa antes de João XXIII e do Concílio Vaticano II) disse: "Nós acreditamos que a hora presente é uma fase de medo de os eventos preditos por Cristo. Parece que a escuridão está prestes a cair sobre o mundo. A humanidade está nas garras de uma crise suprema. "






Monumentos Megaliticos de Portugal

Megalitismo

Do grego mega = grande e lithos = Pedra, manifestações delimitadas cronologicamente entre 4500 a.C. e 2500 a. C. em todo o território português, e é caracterizado pelo uso de grandes blocos de pedra na edificação de estruturas, na sua grande maioria de destino funerário e ritual. Datavel do Neolítico ao Calcolítico, ou seja, desde a segunda metade do V até ao III milénio com as : Antas, os Tholoi, as Grutas Artificiais e os Menires, e na sua globalidade, são manifestações com um destino funcional concreto: o enterramento colectivo.



Picture
Mapa de distribuição dos monumentos megalíticos em Portugal
(seg. Vera Leisner, adaptado de R. Joussaume, 1985; seg. V. O. Jorge, 1990)

Manifestações Megalíticas

O monumento mais característico do megalítico é a anta ou dólmen.
É uma construção através da elevação (Urânicos - a céu aberto) de grandes pedras extraídas de afloramentos, afeiçoadas, ou simplesmente aproveitadas a partir da sua formação natural.

É geralmente composta por uma câmara poligonal, trapezoidal ou subcircular, coberta por uma pedra maior, a “tampa”, e por um corredor, mis baixo que a câmara e que lhe servi de acesso, coberto por sua vez por tampas monolíticas, sendo o compartimento deste corredor variável, chegando a atingir os 16 ou 18 m de cumprimento. Hoje, estes elementos aparecem “descarnados” , “despidos”, porque originalmente, eles encontravam-se cobertos por terra e pedra formando uma ligeira elevação designada por mamoa (por se semelhante a um mamilo).

Estas construções, são atribuídas a povos com uma economia dominantemente agro-pastoril, do Neolítico Final.















As tholoi , datáveis entre 2700 a 2000 a.C. . Na maior parte das vezes são providos de câmara e corredor tal como as dólmens, mas são diferentes destas(antas/dólmens). Com câmara circular, construída pela justaposição de pequenas lajes de xisto ou de pedra ígnea formando uma cúpula cónica. E com corredores na maioria das vezes, muito extensos. Surgem isoladamente, e aparecem predominantemente no Algarve, na península de Lisboa e na região do Baixo Alentejo.

O facto de aparecerem perto do litoral, parece remeter para uma realidade cultural, de povos agrometalúrgicos não nativos (autóctones), podendo ser datados quase todos do III milénio, ou seja, o Calcolítico.
As grutas artificiais servem o mesmo destino funcional: o enterramento colectivo. São integralmente escavadas na rocha, geralmente no calcário. São muito semelhantes às Tholoi, por ter a mesma função, e por também ter corredor/ antecâmera/ câmara. As grutas artificiais: são sincrónicas com a cultura megalítica do Alto Alentejo


Cronologia das Antas, Grutas artificiais e Tholoi :

Antas: as mais antigas das três, com datações que começam por volta de 4500 a.C.
O Alto Alentejo é a zona com maior concentração dolménica em Portugal, e em toda a Europa. Mas esta arquitectura encontra‐se também no Minho e nas Beiras.
Estas construções têm motivos muito fortes de natureza mágico - religiosa, e a sua arquitectura muito semelhante em vários pontos do país advém desse facto.
"Marcam" a paisagem, como se trata‐se de uma “elevação artificial”. Existiam preocupações com o culto dos mortos, e de forma simbólica esses rituais davam “continuidade” aos mortos, para a prosperidade dos vivos, pode‐se dizer que havia uma crença de uma vida no Além. São por isso monumentos de “Clã” ou “Tribos”. Havia também por parte de esta civilização agro‐pastoril, uma crença nas virtudes do mundo subterrâneo, denunciando um culto ctónico (Que reside nas cavidades da terra) bem vincado. Outro dos cultos, é o Culto Solar, porque grande parte dos monumentos megalíticos eram construídos com a orientação para nascente, o que revela a crença da ideia do renascimento dos mortos.

As decorações das placas negras, são enigmáticas e pouco homogéneas, sendo esses motivos: triângulos, figurações oculadas, que podem remeter para a figura do triângulo como símbolo feminino (triângulo púbico).

Aqui fica uma curiosidade que achei linda:

A Anta de Pavia/Capela de S. Dinis é um monumento nacional português localizado na aldeia de Pavia, em Mora, no distrito de Évora. É uma das antas mais importantes de Portugal, tendo o seu recinto e câmara 4,30 metros de diâmetro, 3,30 metros de altura e um capelo com o volume de 3x 2,60 metros.

A anta foi erguida entre o IV e o III milénio a.C., tendo sido transformada numa capela dedicada a S. Dinis ou S. Dionísio no século XVII. A transformação do local em monumento cristão terá recebido influências da Anta/Capela de S. Brissos no concelho de Montemor-o-Novo.

Foi alvo de escavações arqueológicas no começo do século XX realizadas por Virgílio Correia. Encontra-se classificada como monumento nacional desde 1910.




A Carbonária Portuguesa

A Carbonária Portuguesa era e é uma organização secreta, sem ligações orgânicas à Maçonaria Portuguesa ou outras Obediências Maçónicas, embora esta organização se tenha utilizado de algumas estruturas do então Grande Oriente Lusitano Unido para alojar os seus órgãos superiores, tendo colaborado oficialmente com esta Obediência para a Implantação da República em 5 de Outubro de 1910. Por causa dessa ocorrência e esgotado o seu objectivo principal, "desaparece"...

Fundada entre finais de 1898 e seguramente antes de 1900[1] é Luz de Almeida quem nos dá uma prespectiva de como as coisas se passaram,[2] assim as quatro Lojas que pertenciam à Maçonaria Académica, a saber, "Independência", "Justiça", "Pátria" e "Futuro",[3] passaram a Choças sendo os seus membros divididos em grupos de vinte, cada um desses grupos, ou Choças adoptou um título da sua livre escolha.
Neste processo criaram-se vinte Choças sendo que cada um dos grupos elegeu o seu Presidente, e cada um destes formava com os restantes uma Alta-Venda provisória, que era uma espécie de "parlamento carbonário" que na inauguração dos seus trabalhos elegeu um "Bom Primo" a quem conferiu plenos poderes para que secretamente escolhesse entre os membros daquela entidade, quatro outros "Bons Primos" que conjuntamente com este formariam a "Suprema Alta-Venda".
Numa das primeiras sessões da "Alta-Venda provisória", realizada num primeiro andar desabitado posto à disposição pelo republicano Silva Fernandes, foi apresentada a proposta para serem admitidos elementos populares na Carbonária Portuguesa, embora sendo a aprovada a proposta há um setor que se opõe militantemente a esta e que defendiam a vinculação exclusiva da organização a académicos, liderados por José Maria Furtado de Mendonça abandonam a organização.
Choças que eram compostas normalmente por cerca vinte Bons Primos, tinham três graus, Rachadores e Carvoeiros e eram presididos por um carbonário decorado com o grau terceiro de Mestre, sendo o seu chefe designado como Mestre da Choça Esta agregava, coordenava e governava assim os Canteiros representadas por todos os seus Bons Primos e era assim a base da organização sendo que nesta estrutura é que se efectuavam as iniciações e recepções dos seus membros....

Existiam mais Sociedades  Secretas em Portugal, mas infelizmente nao tenho acesso a mais registros assim como Os Companheiro de Ball sabe-se que trabalhavam todos para o mesmo e tambem que seus Ritos de Iniciaçao eram muito parecidos aos da Massonaria, mas nao sa sabe muito mais, Ordens secretas ... Tambem dizia o povo á boca pequena  que estas Ordens Mataram os ultimos Reis de Portugal ....Quem sabe a verdade? Eu não, mas desconfio ...

Regaleira lugar Mistico

  A quinta da Regaleira, em Sintra, é uma  mansão filosofal, criada entre 1900 e 1912, pelo seu primeiro proprietário, António Augusto Carvalho Monteiro (Rio de Janeiro, 1848, Sintra, 1920), e pelo arquitecto e cenógrafo italiano Luigi Manini, o mesmo do Palace Hotel
regaleiraegipcia.jpg (60338 bytes)do Buçaco. O palácio e a capela neomanuelinos apresentam, ao contrario do Buçaco, também neomanuelino, uma simbólica esotérica relativa à tradição mítica portuguesa e a algumas correntes iniciáticas tradicionais.
      Uma das características mais evidentes deste conjunto arquitectónico é um neotemplarismo cujos símbolos, como as cruzes templárias, estão presentes no fundo de um monumental poço iniciático e na capela (a qual tem uma cripta, cujo chão é um maçónico   pavimento mosaico). Essas cruzes templárias revelam, juntamente com outras referências maçónicas, uma filiação espiritual relativa às Ordens do Templo e de Cristo, recriadas, eventualmente, num contexto maçónico-templário, de que e um exemplo notável o delta luminoso, ou  triângulo radiante, símbolo do Grande Arquitecto do Universo, sobreposto a uma Cruz Templária.
regaleiragruta.jpg (132170 bytes)      Contudo, permanece o enigma quanto à determinação de uma eventual filiação iniciática, especifica desta quinta e do seu proprietário o qual era um amante de Camões e possuía, na sua biblioteca, hoje em Washington, textos sobre o sebastianismo e o Quinto Império. Apenas se pode referir, como hipótese, a provável existência de um pequeno circulo esotérico tradicional, ao qual pertenceriam Carvalho Monteiro, seu pai, e o amigo de ambos D. Fernando II, maçon (foi candidato a grão-mestre do Grande Oriente Lusitano Unido) e rosa-cruz.
Se é certo que, até ao momento, não existe nenhuma prova documental que permita associar o poeta da Mensagem à Quinta da Regaleira e aos seus proprietários, a verdade é que muito daquilo que ele escreveu, quer sobre a forma de verso, quer sob a forma de ensaio, tem a ver  com o universo simbólico, mítico e esotérico da criação de Carvalho Monteiro e de Luigi Manini (paganismo, tradição portuguesa, cristianismo gnóstico, etc., existindo, inclusivamente, uma pequena casa  egípcia , com Íbis). Além do mais, seria pouco provável que um homem tão informado sobre o esoterismo, como o era Pessoa, e tão ligado ao meio intelectual da época desconheces-se a Regaleira, é de referir que, segundo informação de descendentes, o filho de Carvalho Monteiro,
regaleirapoco.jpg (359659 bytes)
      Pedro Monteiro, proprietário da quinta de 1921 a 1945, conhecia Fernando Pessoa. Se, eventualmente, Fernando Pessoa conhecia a Regaleira, sobretudo a sua dimensão simbólica e mítica, não poderia deixar de a considerar como uma Estalagem do Assombro,como disse no poema Iniciação.
 Verifica-se também uma coincidência de universos quanto ao templarismo-maçónico ( eu
regaleirajardim.jpg (147793 bytes) sou mais do que maçon, eu sou templário, escreve Pessoa no poema S. João ) e sacerdotal (temos espadas porque Somos cavaleiros, vestes de rito porque somos sacerdotes, capuzes de velar porque somos ocultos), presente nas especulações ensaísticas e poéticas pessoanas (serão apenas especulações?). Refira-se que ele escreveu rituais dramáticos,expressão do poeta salientada por Teresa Rita Lopes, para a Ordem Templária de Portugal, templarismo presente na Regaleira, no palácio, mas sobretudo na capela e na sua cripta (com chão ritual ) e no fundo do poço. Mas Pessoa também escreveu alguns versos que nos fazem evocar altos lugares   da Regaleira.
 Será o  grande templo antenatal, a Gruta de Leda, ou o poço iniciático ? Terá a Ordem do Subsolo a ver com o poço e as galerias subterrâneas? E a Ordem Sebastica terá a ver com o sebastianismo do proprietário da Regaleira?
relageiracapela.jpg (23518 bytes)
 A titulo de exemplo de uma eventual relação entre a simbologia presente na Quinta da Regaleira e a sua própria geografia e alguns temas simbólicos subjacentes à poesia de Pessoa, atente-se nos seguintes versos (sublinhados para realçar):

Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
Dealem do muro da estrada [...]
E vencendo estrada e muro, chega onde em sono ela mora [...]
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia
– poema Eros e Psique,do ritual do grau de Mestre do Átrio da Ordem Templária de Portugal.
 Não dormes sob os ciprestes,
Pois não há sono no mundo
[...] O corpo é a sombra das vestes
que encobrem teu ser profundo
[...] naEstalagem do Assombro... [...]

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

O que nos querem impor -Fim dos Tempos?



Peço desculpas desde já a que se sentir ofendido com as minhas palavras, mas aqui fica a minha opiniao sobre o tema 2012 e 11-11-2011...
Como não passo de um mediocre ser sem a sensibilidade e a inteligência exigida para escrever algo que agite as mentes mais adormecidas ou descubra o lado esotérico das coisas por si só, este blog vai Ter UMA MENSAGEM QUE INTEIRA que com a sua arte e esforço tentar a todo o custo transmitir a verdade para que possamos sair da CAVERNA onde nos meteram dando-nos pão e circo mantendo-nos assim calados, mas de barriga cheia....
A falta de educaçao é realmente um indice da aproximaçao do fim dos tempos, mas ninguem no seu perfeito estado mental aceita uma rebeldia hipocrita, destas, e deixa-se ficar... Eu porem digo não. Chega! A mim não vao impimgir o que quer que seja Falsos profetas...
1ª Ouvireis falar de guerras e rumores de guerra. Prestai atenção e não vos assusteis, pois estas coisas devem acontecer, mas ainda não é o fim. (São Mateus 24,6)
2ªDenomina-se calendário gregoriano o calendário promulgado pelo Papa Gregório XIII em 1582 e adoptado imediatamente por Espanha, Itália, Portugal, Polónia e, posteriormente, por todos os países ocidentais.
A mudança do calendário juliano ou antigo para o calendário gregoriano ou moderno não teve lugar ao mesmo tempo em todo o mundo, o que causa uma certa confusão na harmonização de datas e na datação de eventos entre os séculos XVI e XX. Datas trocadas andamos ás aranhas????? Dirira concerteza...
Bem deixo uma ideia do que pode ser tudo este  Circo:

Atenção: este artigo não é sobre a crença no ocultismo, é sobre como a numerologia e como esses poderes combinados da escuridão usam a numerologia ocultista para cumprir sua agenda. Os Illuminati existem e são uma entidade muito poderosa por trás dos governos junto com suas agências, outras sociedades secretas e ramificações dos poderes das trevas, muito diferente do entretenimento e desinformação que a mídia vem divulgando. Isso pode assustar muitas pessoas, mas apenas a compreensão de como essas religiões de mistérios usam numerologia e os simbolismos em todo o mundo podem ajudar a compreender a agenda da NOM (Nova Ordem Mundial) e sua fantochada mundial.

Pesquisando os números primos do ocultismo em relação a 2012, há uma razão fundamental por que o mundo está sendo popularizado com a data de 21/12 de 2012 e o tempo de 11:11. Sem compreender o sistema numérico da religião ocultista, os números de 2012 podem ser vistos com um olhar inocente, onde na verdade não vêem o número 666 dentro do prazo. Bem, este artigo vai analisar os números de 2012, 21/12 e 11:11.
Os Números da Religião Ocultista


Os números ocultistas mais venerados são: 3, 6, 9, 11, 13 e seus múltiplos, especialmente 22, 33, 44, 55, 66, 77. A triplicação dos números é também considerada sagrada (possivelmente ainda mais sagrado) para o ocultista: 111, 222, 333, e assim por diante. O número 5 é o número da Morte, também, um número extremamente assustador é o 11 duplo, como em 11:11, ou 11/11/11.
O número 7 e 12 também são números extremamente importantes universalmente. Sete é um número de complemento e é considerado um número divino. Sete dias em uma semana, sete cores do arco-íris. O oculto também usará este número 7, mas seus números favoritos são 11 e 6. O ocultismo evita usar os números e multiplicações de 4, 8, 10 e 12, a menos que se relacionam com seus números.

A Numerologia de 2012?



O solstício de inverno em 2012 ocorrerá  em 21/12 (12/21 para os norte-americanos) às 11:11 na hora universal.

O tempo é 11:11 que adiciona a 22.

Todo o encontro: 2012/12/21 (ou 21/12/2012) = 1 +2 +2 +1 +2 +0 +1 +2 = 11.

A data de acordo com o oculto é realmente 11:11:11.

Isso significa que os correlatos de data e hora com o número triplo poder sagrado para eles. O número 11 se correlaciona com a letra K como KKK = 11:11:11.

1 +1 +1 +1 +1 +1 = 6; 11+11+11 = 33.

Além disso, 6 +6 = 12, 3 × 7 = 21; o dia e mês ou 12/21 (21/12) = 1 +2 +2 +1 = 6, que acrescenta 666 à mistura, a partir do mês 12.

O dia de 21 é um múltiplo de 7 × 3, que significa um tempo de complemento.

2 +1 +2 = 5, o número de morte, o ano de 2012. Mas, não o "fim do mundo", mas a morte de uma idade avançada para provavelmente uma nova ordem mundial.

Isso realmente parece loucura para a maioria das pessoas, mas grandes acontecimentos tem ocorrido de acordo com parte da numerologia, como o atentado as Torres Gêmeas, que no calendário dos norte-americanos é 9/11. 



Todos os números do oculto estão relacionados a 2012, 3, 5, 6, 7, 11, 22 e 33 = 11:11:11. Assim, o dia e o mês relacionam a 6 e 666 (secretamente), o ano se relaciona a 5 (morte), e o tempo do solstício se relaciona com o número de potência 11 que dobrou (ativação). E, no dia refere-se a 7 (tempo de complemento). E, mais importante as datas inteiras acrescentam a 11, o que cria o 11:11:11 triplos e acrescenta a 33.

Todos os números do oculto estão envolvidos com a síndrome de 2012. Mas, qual é o significado por trás sobre 2012?
11:11


11:11 significa a ativação de um "novo começo". Aquarius é associado com a casa astrológica 11, o "carregador de água", uma possibilidade de entrar na "Era de Aquários". A idade atual de Peixes, os dois peixes, possivelmente representa a batalha entre a escuridão e a luz dos últimos dois mil anos. A religião oculta vê uma "morte" e um novo começo muito importante. Ao longo dos séculos, o culto da fertilidade do equinócio da primavera tem mantido no lugar que data por todo o caminho de volta à Suméria de 3500 aC. Considerando esta história, a morte de uma idade avançada, em uma nova era é extremamente importante, e essa idade é considerada por eles e aponta que será a idade do domínio da Nova Ordem Mundial e a ascensão da agenda oculta. Assim, considerando a numerologia ocultista sobre 2012/12/21(21/12/2012) e 11:11, ou mais importante, 11:11:11, podemos ter quase a absoluta certeza que de acordo com os acontecimentos que ocorreram a base de numerologias como essa, os eventos que ocorrerão nessa época, poderão ser surpreendentes.


Alguns filmes vem causando estranheza entre pessoas que estudam estes assuntos, talvez nenhum dos dois filmes foram feitos com tal intenção, mas remeteria a uma coincidência tremenda com sua relação com as coisas ocultistas, veja os filmes que serão lançados no dia 11/11/11, e suas histórias...
Estranho seriá o facto de que se eu morresses nessa data pore ser o fim como eu iria assistir o filme?? eheheheh




Joaquim Carreira das Neves

No meu ver existem pessoas ás quais devemos prestar Homenagem mesmo antes de morrer, pois homenagear uma pessoa depois de morta é mais usual nos nossos dias, é errado. Então decidi fazer uma homenagem a : Joaquim Carreira das Neves

Joaquim Carreira das Neves (Caranguejeira, 16 de Junho de 1934) é um padre franciscano e teólogo português.
Ordenado sacerdote em 1958, frequentou a Pontifícia Universidade Antonianum e o Pontifício Istituto Bíblico, em Roma, e o Instituto Bíblico da Flagelação, em Jerusalém. Defendeu a sua tese de doutoramento na Pontifícia Universidade de Salamanca, sobre a Teologia na tradução grega dos setenta, no Livro de Isaías, em 1967. É professor catedrático da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, onde se jubilou em 2005
(wikipedia)

Carreira das Neves


Este Grande Teologo dos nossos tempos tem vindo várias vezes á televisao defender e falar de Deus e Seus
Mistérios e tendo este, sido muitas vezes mal interpretado...
De qualquer das formas aconselho a que se veja suas
Obras e feitos pela sua Religiao e pelas suas Crenças,
que é de louvar ainda termos alguem como Carreira
das Neves em Portugal, com a sua Cultura e Sapiência ...
Estudande da Biblia em várias linguas incluindo o Aramaico, professor jubilado da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa desde 2005. É membro da Academia das Ciências e escreveu onze livros da sua especialidade.
( Boa Amigo Agradecemos os teus feitos )


Defendendo suas ideias e creças principalmete na TV deixo aqui algumns links onde podem assistir :
http://www.youtube.com/watch?v=C2nrjs02rIk
http://www.youtube.com/watch?v=i72HBqCiXyM&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=eHz-FHLlf2Q&feature=related

Bibliografia:
  • A transmissão da mensagem de Cristo e a teoria das formas, 1971
  • Qumran : Exegese histórica e teologia da salvação, 1971
  • Isaías 7, 14 no texto massoretico e no texto grego, [Sep. Didaskalia, 2, p. 79-112], 1972
  • A teologia da tradução grega dos Setenta no Livro de Isaías, 1973
  • Jesus de Nazaré, quem és Tu?, 1980
  • Jesus de Nazaré, Quem és Tu?, 1991
  • As novas seitas cristãs e a bíblia, 1998
  • Jesus Cristo : história e fé, 1989
  • Evangelhos sinópticos, 2002
  • Escritos de São João, 2004
  • A Bíblia, O Livro dos Livros(2 volumes), 2007

Ciencia

Ciencia