Irão 'revela' evangelho sobre o fim do Cristianismo



Texto de agência iraniana afirma que, segundo obra do século V, Cristo nunca foi crucificado Fotografia © Feisal Omar-Reuters

Um texto, possivelmente elaborado no século V, anuncia o fim do Cristianismo, afirma o texto de uma agência iraniana.

Escrito em pele de animal, o texto é considerado uma versão autêntica do Evangelho de Barnabé, companheiro de viagens do apóstolo Paulo, originalmente escrito no século V e que desde sempre tem conhecido popularidade entre os muçulmanos.

Existem várias versões do texto, algumas elaboradas nos séculos XIII e XIV.

O texto foi encontrado em 2000 numa operação policial contra uma rede que se dedicava ao contrabando de objectos antigos provenientes do Médio Oriente.

Segundo o texto da agência Basij, ligada aos Guardas da Revolução - a elite político-militar do regime iraniano -, esta versão do Evangelho de Barnabé é escrita em síriaco, um dialeto aramaico, e nela se afirma que o Cristo nunca foi crucificado e ele próprio previu a vinda de Maomé.

O interesse por esta versão, que se encontra à guarda das autoridades turcas, aumentou ao saber-se que o Vaticano pedira para que seus especialistas consultassem o texto. Não é conhecido o teor da resposta de Ancara.

Para a agência Basij, esta é "a versão original" do Evangelho de Barnabé e "irá minar a Igreja Cristã e a sua autoridade, revolucionando a religião no mundo". Para a agência, o "facto mais significativo" é que o texto prevê "a chegada do profeta Maomé e confirma a verdade da religião do Islão".

Para alguns analistas, a divulgação da notícia pelos iranianos insere-se na estratégia geral do combate ao Cristianismo prosseguido por Teerão. Para o 'site' Catholic Culture, um dos mais relevantes sobre religião cristã, a notícia iraniana é "um desafio risível à Cristandade".

fonte: DN

POR: Andriel e Sergio

Comentários

  1. Em nenhum desses supostos documentos, há as palavras islam, allah, meca, kaaba, minarete, crescente, maomé, sura, suna, hadiths, sira, corão e mmuitas outras mais usadas pelo islam.
    E disso os muçulmanos não falam.
    Não lhes interessa.
    Se pensarmos que o Cristianismo está relacionado com A Boa Palvra dO Bom Divino, é essa Palavra que os maos(metanos) querem negar e sacrificar.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário...

Mensagens populares