expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Simpatias para 2014

Para 2014, teremos a regência astrológica de “Jupiter”, o maior planeta do sitema solar, associado as grandes conquistas e trasnformações. Segundo a tradição chinesa, o ano de 2014 será o ano do “Cavalo”, que simboliza virilidade, força e conquista ... Já para as tradições afro-brasileiras, “Xângo” será o orixá do ano. Baseado nestes regentes e na tradição popular, selecionei para nossos leitores, algumas poderosas simpatias para este reveillon.

ROUPAS
Como manda a tradição, vestir-se de branco é a melhor opção. O branco simboliza paz, saúde e prosperidade. Você também pode fazer combinações com outras cores que possuem simbolismo positivo, como a cor prata que representa, novidades, glamour, tecnologia e cura. Em virtude de 2014 ser regido por Xangô, a cor vermelha é reforçada aqui com uma boa opção, principalmente para aqueles que almejam para 2014 muita energia para o bom combate diário. 

Outro costume bem popular entre os brasileiros é o uso de uma roupa intima nova na noite do reveillon. Cada cor simboliza um desejo para o ano novo, confira: Calcinha ou cueca branca simbolizam o desejo de paz, cura, harmonia.
Cor amarela: riqueza, sorte, sucesso financeiro.
Cor rosa: amor, um novo amor.
Cor vermelha: desejo de uma nova paixão, energia, força.
Cor azul: desejo de paz e tranquilidade.
Cor dourada, riqueza, glamour.
Cor verde, renovação, um novo inicio.

DECORAÇÃO DA MESA e AMBIENTE
Dê preferência às cores:  BRANCO, PRATA, DOURADO e AMARELO
Arranjos com flores  brancas e amarelas
Se for usar bolas; BRANCAS, DOURADAS e PRATA

ALIMENTOS
Castanhas, amêndoas, nozes... não podem faltar, simbolizam prosperidade. Nada de aves que comem ciscando para trás, nem caranguejo que anda de lado. Peru e frango para o reveillon simbolizam retrocesso. Os mais indicados para esta data são as carnes de boi e porco... animais que comem andando para frente, simbolizando prosperidade, avanço.
LENTILHAS, comer um pouco na ceia do reveillon, atrai prosperidade e dinheiro.
A UVA é uma fruta que tem um simbolismo muito forte, está associada à riqueza, fartura e prosperidade. Evite frutas ácidas e azeda, dê preferência as frutas doces, afinal ninguém quer ter um  2014 amargo.

PARA TER SORTE NO EM 2014
- À meia-noite dê três pulinhos com o pé direito, desejando sorte durante 2014.
- Passe o reveillon com um pingente de ferradura, afinal 2014 é o ano do cavalo e ferradura traz sorte.
PARA TER SORTE NO AMOR
À meia-noite brinde com champagne, segurando a taça com a mão direita, tome SEIS goles mentalizando um novo amor. Depois jogue o restante do líquido para trás, de uma só vez, por cima do ombro esquerdo. (6 é o numero dos namorados e esquerdo é o lado do coração)

PARA CONQUISTAR UM AMOR
* Escreva á lápis numa folha de papel branco, 6 vezes o nome da pessoa pretendida. Coloque o papel dentro do sapato direito e a meia noite bata 6 vezes com o pé direito no chão, mentalizando o nome e o rosto da pessoa. Depois queime o papel. (6 é o número dos enamorados, e aqui o lado direito significa conquista)

* A meia noite morda uma maça vermelha e fale baixinho o nome da pessoa desejada. Beba 6 goles de champagne, a cada gole diga o nome da pessoa. Jogue o restante da bebida para trás, de uma só vez, por cima do ombro esquerdo. Depois corte a maça em cruz e enterre num vaso de planta ou jardim.

PARA TER SORTE NO FINANCEIRO

A meia noite brinde com champagne, segurando a taça com a mão direita tome SETE goles mentalizando sucesso financeiro, depois jogue o restante do líquido para trás, de uma só vez, por cima do ombro direito.

PARA TER MAIS DINHEIRO
Passe o reveillon com uma nota de valor alto na  carteira ou bolsa  ou com uma nota de dólar. Faça isso para que não falte dinheiro durante todo o ano.

PROTEÇÃO CONTRA O MAL
Passe a virada do ano usando na carteira ou bolsa uma estampa ou um cartãozinho com a imagem de “Jesus Cristo” ou uma medalha de São Bento.
Passe o reveillon com  pingente de Xangô. É um ótimo amuleto para proteger contra o mal e contra os inimigos.
PARA TER PROSPERIDADE
- LENTILHAS: comer lentilhas na véspera do ano, trás prosperidade.
- UVAS: comer sete uvas a meia noite.
- UVAS: comer 12 uvas e guardar suas 12 sementes na carteira durante 2014.
- ROMÃ: comer uma fruta e guardar 7 sementes na carteira todo o ano 2014.
- CHAVE DOURADA ou PRATA (nova): para que portas se abram e sua vida ande para frente, passe o Reveillon com uma chave nova e guarde-a  na carteira  por todo o ano. (a chave possui um simbolismo muito forte, a cor dourada significa sol, prosperidade e ouro).
- CAVALO - Passe o reveillon com  pingente de cavalo, o regente do horoscopo chines para 2014: força, sucesso e progresso.
AMULETOS PARA 2014
CAVALO – Pingentes ou estampas com temas de cavalo simbolizam virilidade, força, progresso, sucesso... podem ser usado por homens e mulheres.
MACHADO de 2 lados (duplo) – Pingente ou estampa com temas de machado de 2 lados, simbolo de Xangô, também simboliza  virilidade e força,  além de proteção contra o mal e contra os inimigos.
NA PRAIA
Depois de meia noite na areia, pule 7 ondas e cada salto faça um pedido diferente.
Aproveite também para acender velas na praia ou jogar palmas branca na água, em intenção de Iemanjá. Este orixá retribui com saúde, amor e dinheiro o ano todo.

EM CASA
LUZ – cinco minutos antes do reveillon acenda todas as luzes de sua casa. A luz espanta tristezas, atrai riqueza, alegria e saúde.

NO RIO
Se você mora perto de um rio, aproveite e banhe-se no dia 31, não precisa entrar no rio.
Este é um ótimo rito para entrar o ano com a alma lavada.

BANHOS
CHUVA – Para sorte, prosperidade e contra energias negativas, banhe-se na primeira chuva do ano.
CHAMPAGNE - Tomar um banho de champagne traz sorte e prosperidade, não precisa se encharcar, basta molhar as pontas dos dedos no copo e respingar na pessoa amiga e esta faz o mesmo com você.

Chefe da Igreja anglicana diz que Papa é o "homem do ano"

O arcebispo de Canterbury, Justin Welby, chefe da Igreja anglicana, afirmou nesta terça-feira que o Papa Francisco, chefe da Igreja católica, é 'o homem do ano' e uma pessoa extraordinária. Falando à BBC, Welby disse estar de acordo com a escolha da revista Time de designar o Papa como a "personalidade do ano".
"Eu o elegeria sem qualquer dúvida como minha pessoa do ano", declarou o chefe espiritual de 85 milhões de anglicanos no mundo.
"O Papa é muito ativo, é um homem extraordinário, que se destaca em tudo que faz. Mudou a orientação dos objetivos da Igreja graças a seu próprio exemplo e palavras", prosseguiu Welby, que se reuniu com o Papa em junho, no Vaticano.
"A Igreja católica é 20 vezes maior que toda a comunidade anglicana. Não quero fazer comparações entre nós e com ele de maneira alguma", destacou o arcebispo de Canterbury, à frente da Igreja anglicana desde março passado, dois dias depois da instalação de Francisco em Roma.
A Igreja anglicana nasceu de uma cisão da Igreja católica no século XVI, depois que o então Papa rejeitou anular o casamento do rei Henry VIII.

Ativistas questionam: como seria se Maria abortasse Jesus?

Ativistas questionam: como seria se Maria abortasse Jesus? EntendaA criatividade de ativistas pró-vida tem sido usada contra a truculência dos favoráveis ao aborto. Na última semana, uma integrante do Femen profanou o altar de uma igreja ao urinar no local e simular o aborto de Jesus. Essa semana, nos Estados Unidos, as canções de Natal e uma manjedoura vazia foram as estratégias dos defensores da vida.
Em Chicago, uma das maiores cidades norte-americanas, os ativistas firmaram posição contra o aborto organizando cantatas de Natal sob a pergunta: o que teria acontecido se Maria tivesse abortado?
Para ilustrar a campanha, montaram manjedouras vazias próximo a clínicas legalizadas de aborto, e organizaram um concerto com músicas natalinas, de acordo com informações do Christian Post.
A repercussão do ato, segundo Eric Scheidler, diretor executivo do grupo Pro-Life Action League (Liga de Ação Pró-Vida, em tradução livre para o português) foi positivo por parte das pessoas que passavam pelo local.
Eric ressaltou que já esperava esse resultado, pois em outras oportunidades que a estratégia foi posta em prática, as pessoas impactadas demonstraram sensibilização ao verem a manjedoura vazia.

Jornalista critica ateus e sugere paz ao invés de ódio

Jornalista critica ateus e sugere paz ao invés de ódioA hostilidade de ativistas ateus contra cristãos durante o Natal, uma das datas mais celebradas na religião, foi criticada por um jornalista, que num artigo escrito sobre o assunto, sugeriu que os descrentes optassem pela paz numa época tão importante para os fiéis.
O motivador do artigo de Sanjay Sanghoee foi um outdoor agressivo publicado por uma entidade ateísta com os dizeres “Ninguém precisa de Jesus”.
Em seu texto para o Huffington Post, Sanjay ressalta que é direito dos ateus não crerem em divindades, mas os atos hostis são desnecessários e distorcem o direito à liberdade de expressão.
O jornalista destaca que o outdoor em questão obteve um resultado de antipatia por parte da população em geral, e mesmo que a iniciativa tenha sido motivada pela postura de grupos religiosos radicais, com a hostilidade os ateus só estariam sendo desrespeitosos, se igualando às pessoas que pretendiam criticar.
“Tentar descartar Jesus Cristo do Natal não está em sintonia com o espírito de respeito e o grupo ateu que publicou este outdoor ofensivo precisa entender isso”, frisou Sanjay.
O artigo ainda destaca que, se os ateus querem marcar posição em busca de respeito, deveriam aproveitar os princípios estabelecidos pela sociedade para o “clima de Natal” e usá-los para promover um diálogo positivo sobre a liberdade de pensamento, crença e expressão.
Em sua conclusão, Sanjay destaca que, ao dizer que “ninguém precisa de Cristo”, os ateus manifestam uma opinião contraditória, pois permitem a conclusão de que existem muitas pessoas que buscam apoio em Jesus Cristo, independentemente de haverem outras que não crêem n’Ele.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Congresso assinala proclamação de S. Bento como Patrono da Europa

Um Congresso Internacional vai assinalar, em Portugal, os 50 anos da proclamação de S. Bento como Patrono da Europa vai ser já no próximo mês de Março.
O programa comemorativo foi apresentado em Terras de Bouro, no distrito de Braga.
Para Carlos Aguiar Gomes, da Irmandade de S. Bento da Porta Aberta, esta será uma iniciativa importante para se saber que Europa queremos hoje.
“É uma iniciativa que neste momento tem uma importância vital para o rosto da Europa, em que estamos todos um bocado perdidos. Que Europa nós andamos a querer construir? A Europa do Euro? A Europa das Nações? Era impossível hoje na Europa ter o exemplo de Braga. O primeiro arcebispo, São Geraldo, era beneditino, francês, foi cónego em Toledo. Isto é a Europa unida”.
O Congresso Internacional vai decorrer nos dias 21 e 22 de Março.
O Santuário de S. Bento da Porta Aberta teve origem numa Ermida de 1640 que, segundo a tradição, tinha as portas sempre abertas para servir de abrigo a quem passava. A construção do actual Santuário teve início no século XIX. O elevado número de peregrinos levou à construção de novas instalações cujas obras foram concluídas em 2002. É um dos maiores Santuários da Arquidiocese de Braga.

Papa Francisco é o anticristo, acusa pastor nigeriano

Papa Francisco é o anticristo, acusa pastor nigerianoA Nigéria está acostumada a ver os muçulmanos ligados ao grupo extremista Boko Haram massacrarem os cristãos em um dos conflitos religiosos mais intensos do mundo. Mas desde ontem (29) o país está testemunhando uma outra guerra, entre cristãos dos segmentos católico e evangélico.
Durante um culto este mês, na Igreja de Deus em Ikeja, na capital Lagos, o pastor Chris Okotie chocou a congregação ao dizer que todos os católicos do mundo vão para o inferno quando morrerem porque eles são adoradores de Satanás. Também afirmou que eles são liderados por um papa que é o Anticristo e um amigo da Diabo.
O pastor Okotie atacou Francisco diretamente e disse que a Igreja Católica Romana é “uma igreja falsificada, criado por Satanás”. Para ele, a maior prova é que os católicos se curvam diante de ídolos ao invés de glorificar somente a Jesus.
“Eles não são cristãos e nunca foram”, insistiu Okotie. “Eles não conhecem a Jesus. Acreditam que quando comem a hóstia aos domingos, estão comendo o corpo de Jesus. É um ritual.”
Anunciou ainda que é uma questão de tempo até que o papa Francisco revele-se o Anticristo e faça a Igreja Católica declarar lealdade completa ao Diabo. Afirmou que o Papa João Paulo II havia consagrado o mundo à imagem de Maria, mãe de Jesus, e que o papa Francisco fez a mesma coisa, tentando tirar a glória de Jesus Cristo.
Insistiu que era óbvio que os católicos não servem ao mesmo Cristo que é pregado na Bíblia. Acrescentou que os católicos não temem sequer ir para o inferno, por isso inventaram o purgatório. No final, apelou para que os fiéis ajudassem a salvar os católicos, anunciando-lhes o verdadeiro evangelho.
Bastante famoso na Nigéria, Okotie, 55, é um ex-cantor de sucesso que se converteu 30 anos atrás. Tem anunciado frequentemente nos últimos anos que Deus o ungiu para ser presidente da Nigéria. Mas ele já se envolveu com a política, concorrendo ao cargo duas vezes. Perdeu ambas. Atualmente lidera uma megaigreja. É mal visto por segmentos evangélicos porque prega o chamado “evangelho da prosperidade” e já se divorciou duas vezes. Alegando já ter sido ameaçado, anda sempre com seguranças armados ao seu lado, até mesmo quando está pregando no púlpito de sua igreja.
A Nigéria tem cerca de 20 milhões de católicos. Um de seus líderes mais influentes, o bispo Hillary Odilichukwu Okeke, afirmou que Okotie não é “ninguém” para criticar a igreja católica. Afirmou estar ofendido pelas suas palavras, mas assegurou que os católicos não têm nada a temer, pois estão “fazendo a obra de Deus há dois mil anos… muito já foi dito e ainda será dito para ofender a Igreja, mas ela continua crescendo… Nós fazemos a vontade de Deus e somos perseguidos por isso… Tudo que fazemos é em memória de Jesus Cristo e estão ensinadas no Livro Sagrado”.
Após todas essas acusações, a mídia e as redes sociais refletiram a grande polêmica. Ocorreu uma onda de ataques entre católicos e evangélicos. Procurado, o bispo Okeke afirmou esta semana que gostaria apenas que em 2014 o país tivesse mais paz. Neste domingo, o cardeal Anthony Okogie, que foi arcebispo de Lagos, saiu em defesa da Igreja Católica e do papa. Afirmou “É sempre bom falar sobre o que você conhece, não daquilo que você não conhece. O problema que temos hoje é que um monte de gente abre a boca para falar do que não lhes diz respeito… Acredito que a melhor coisa a fazer é sempre abrir a boca quando Deus mandar, caso contrário atrairá para si uma desgraça”.
O pastor Okotie afirmou apenas que mantém suas declarações. Alguns meses atrás, as “revelações” de uma jovem chamada Linda Ngaujah causou uma controvérsia que dividiu opiniões em Sierra Leone, outro país africano. Sua afirmação mais polêmica é que todos os católicos e muçulmanos vão para o inferno.Com informações de Nigéria Metro e Christian Post.

Cristãos norte-coreanos celebram o Natal escondidos

Cristãos norte-coreanos celebram o Natal escondidosSer cristão na Coreia do Norte é arriscar a vida todos os dias. Mas isso não os impediu de comemorar o Natal como milhões de outras pessoas fizeram em todo o mundo. A diferença é que para isso precisaram se reunir em túneis subterrâneos, escondidos das autoridades.
Eles sabem que podem ser presos cada vez que fazem uma oração ou cantam um louvor em voz alta. “Os cristãos do resto do mundo não têm ideia de como são fervorosas as orações daqueles que vivem na Coreia do Norte”, disse Han Min, um norte-coreano que fugiu do regime ditatorial de Pyongyang.
Han hoje vive na Coreia do Sul e congrega na Igreja Durihana, em Seul, liderada pelo pastor Chun Ki-won. Desde 1999, esta comunidade tem o compromisso de ajudar aqueles que desejam sair da parte norte da península.
Segundo a igreja, eles já ajudaram cerca de 1.000 norte-coreanos a fugir. Geralmente pela fronteira com a China, menos protegida. Depois de atravessarem, iniciam sua viagem até a Coreia do Sul.
“Na Coreia do Norte, o culto é aos líderes políticos… Tudo está focado em Kim Il-sung, que tenta tomar o lugar de Deus na vida deles”, explica o pastor Chun. Ele lamenta ainda que o regime tem intensificado as restrições e matado muito mais cristãos do que fazia antes da troca de governo. Chun, que já foi preso e torturado em uma das viagens que fez para a Coreia do Norte para auxiliar a igreja perseguida, conta que antigamente eles atravessavam de 30 a 40 pessoas em um mês. Em dezembro, ele só consegui ajudar 3 a escaparem.
Em 3 de novembro, segundo o jornal sul-coreano JoongAng Ilbo, foram executados publicamente 80 norte-coreanos. Cerca de 10.000 pessoas foram até um estádio esportivo na cidade de Wonsan para assistir os condenados enfrentarem um pelotão de fuzilamento. A prática é uma maneira de a liderança ditatorial do país disseminar sua mensagem à população. Segundo a imprensa, os mortos “foram amarrados a estacas com sacos cobrindo suas cabeças. Seus corpos foram crivados por tiros de metralhadora enquanto eram acusados” de práticas consideradas traição ao regime, como assistir TV sul-coreana ou terem Bíblias em casa.
O irmão Simon, pseudônimo de um refugiado norte-coreano que não quer se identificar, afirma: “É claro, os cristãos da Coreia do Norte refletem sobre o nascimento de Jesus Cristo… Só que eles não podem simplesmente ir juntos a uma igreja para cantar ou ouvir um sermão. Ser cristão na Coreia do Norte é algo muito solitário”. Segundo ele, a maioria das vezes as celebrações são em pequenos grupos. Normalmente encontros de cristãos reúnem apenas duas pessoas.
Simon explica: “Por exemplo, um cristão vai e se senta em um banco no parque. Um outro cristão vem e senta-se ao lado dele. Às vezes é perigoso até mesmo falar uns com os outros, mas eles sabem que ambos são cristãos, e isso já é o suficiente. Se não houver ninguém por perto, podem compartilhar um versículo da Bíblia que eles sabem de cor e brevemente comentar algo sobre isso. Também contam seus motivos de oração um ao outro. Então eles se levantam e saem”.
O nascimento de Jesus também é comemorado desta maneira. Não há decoração nas casas nem cultos natalinos. “O Natal é principalmente comemorado no coração do cristão. Por medo de represálias é necessário manter a sua fé escondida dos vizinhos. Às vezes, é possível realizar uma reunião em áreas remotas com um grupo de 10 a 20 pessoas. Muito raramente é possível que um grupo vá discretamente para as montanhas e faça um culto em um local secreto”, explica Simon. Com informações Christian News Wire e Asia News.

Estudo comprova relação entre espiritualidade e depressão

Estudo comprova relação entre espiritualidade e depressãoMuitos estudos sobre a influência da oração e da espiritualidade na saúde já foram realizados. A pesquisa mais recente é da Universidade Columbia, nos Estados Unidos.
Publicada na semana passada na revista científica JAMA Psychiatry, mostra como a anatomia cerebral pode indicar o risco de uma pessoa ter depressão. Essa membrana que reveste o cérebro é comprovadamente mais fina nas pessoas com maiores chances de ter a doença. O novo estudo da Columbia indica que as pessoas religiosas possuem uma tendência de possuir um córtex cerebral mais espesso. Assim sendo, elas teriam um risco menor de depressão.
Os dados compilados ainda não conseguem comprovar como a espiritualidade mais desenvolvida aumenta a espessura do córtex cerebral. Contudo, estudos anteriores mostraram que dentre as pessoas com predisposição genética à depressão, as que são religiosas correm um risco até 90% menor de passar por isso que as não religiosas.
Os pesquisadores selecionaram pessoas entre 18 e 54 anos, que foram acompanhadas durante cinco anos. Apenas uma parte delas tinha predisposição genética para a depressão. Durante a pesquisa, os cientistas fizeram entrevistas para determinar a importância da religião em suas vidas, bem como a frequência com que iam a templos ou igrejas. Os voluntários submeteram-se ainda a exames de ressonância magnética, fazendo um monitoramento de sua anatomia cerebral.
Entre as conclusões do estudo, os pesquisadores revelam que as pessoas que estavam mais envolvidas com questões espirituais, de fato possuíam um córtex mais espesso em algumas áreas do cérebro. A associação entre religiosidade e a espessura do córtex foi comprovada em todos os participantes, sendo mais forte naqueles que tinham um histórico de depressão na família. Com informações Health Day e Revista Veja.

No dia de Natal, homem em busca de dinheiro para drogas mata a mãe, vai a igreja pedir perdão e se entrega à Polícia

No dia de Natal, homem em busca de dinheiro para drogas mata a mãe, vai a igreja pedir perdão e se entrega à PolíciaUm homem assassinou sua mãe por ela ter negado dinheiro para compra de drogas, foi à igreja pedir perdão e depois procurou a Polícia para confessar o crime.
Aguinaldo Alves Correa, 45 anos, foi preso em Londrina, interior do Paraná, em frente à Delegacia de Polícia da cidade. Ele se entregou por iniciativa própria, depois de ter ido a um culto pedir perdão pelo matricídio.
O crime aconteceu na madrugada do dia 25 de dezembro, num condomínio residencial. Zenir Alves Correa, 69 anos, negou o dinheiro ao filho para que ele comprasse drogas. Inconformado, ele pegou um criado mudo e jogou contra a cabeça de sua mãe, e depois usou os pés do móvel para matá-la a pauladas.
O porteiro do condomínio contou à Polícia que Aguinaldo chegou à casa por volta das 4h30, e era possível ouvir a discussão entre mãe e filho. O criminoso saiu novamente às 6h00, com o carro de sua mãe.
O corpo da idosa foi encontrado pela polícia horas depois, no início da noite. O próprio Aguinaldo ligou para a Polícia depois que o corpo foi encontrado, confessou o crime e foi à delegacia se entregar.
Em seu depoimento, Aguinaldo disse ter ido a uma igreja assistir ao culto e pedir perdão pelo crime cometido contra a própria mãe.

domingo, 29 de dezembro de 2013

Agricultor soma recursos para construir igreja

Nestes tempos de renovação da fé dos católicos no seu salvador, através da celebração do Nascimento de Jesus Cristo, um agricultor desta cidade, Francisco Paulo Rabêlo, mais conhecido como Chico Paulo, demonstra a sua dedicação na doutrina da Igreja Católica com um ato considerado nada comum nos dias atuais.

Ele juntou todas as suas economias e resolveu construir a igreja da sua comunidade, o vilarejo de Riacho do Meio, situado a cerca de 10Km do Centro de Quixadá. Até pouco tempo antes do Natal eles se reuniam no pátio da escolinha da vila para assistirem as celebrações.

Agora com a generosidade do agricultor, o auxílio da família, e alguns poucos amigos, a comunidade daquele lugarejo terá seu próprio templo, com paredes de tijolos. Por ironia, o simplório trabalhador rural continua morando em uma humilde casa de taipa. Os R$ 20 mil gastos por ele para erguer a primeira igreja do lugar seriam suficientes para recuperar totalmente o seu lar.

Homem de poucas palavras, acanhado, Chico Paulo não gosta de dar satisfação acerca da sua atitude. Filho de pais muito religiosos, criado no costume de frequentar a igreja ele diz apenas ter feito a coisa certa.

"Por maior que ficasse depois de reformada a casa não teria espaço suficiente para acolher todos os filhos de Deus. Além do mais, como já estou mais para lá do que pra cá quem sabe assim assegure meu cantinho no céu", brinca para justificar a sua decisão. Afinal foram mais de 30 anos guardando os ganhos apurados no roçado.

Como a seca apertou nos dois últimos anos, sem paciência de ficar parado, ele mesmo passou a cavar o alicerce da nova Casa de Deus.

Mutirão
Os irmãos e alguns vizinhos passaram a ajudar nos mutirões. Mas ele não esconde a sua decepção, a maioria dos moradores, embora católicos, nunca pegou sequer em um tijolo. Continua pagando pedreiro e servente para auxiliá-lo na sua empreitada. Mas como não tem mais dinheiro precisa de ajuda financeira para comprar o piso, as portas e as janelas da igreja. A santa padroeira, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, foi doada pelo pároco Francisco das Chagas.


Os R$ 20 mil gastos pelo agricultor para erguer o primeiro templo católico do lugar seriam suficientes para recuperar totalmente a sua casa de taipa. Entretanto, a dedicação na doutrina da Igreja Católica foi maior que a necessidade
A irmã mais velha de Chico Paulo, Antônia Teixeira, ficou responsável pelos cuidados da igreja. Além de orgulhosa com a atitude do irmão ela confessa estar ansiosa com a conclusão da igreja.

"Quem sabe surja uma mão caridosa para doar o restante do material. O motivo da preocupação está na proximidade de maio, mês do centenário mariano na comunidade. Será um mês inteiro de festa. Com a casa de Nossa Senhora terminada a alegria será maior", confessa. Já ocorreu até ensaio, uma procissão foi realizada no dia 16 passado, na comunidade vizinha, Umarizeira, até a nova igreja.

O pároco Francisco das Chagas elogiou a atitude do agricultor, não pelo aspecto material, pela construção, mas por preservar alguns valores importantes da igreja. Um deles é lembrar do próximo. Quando fazia a última celebração do pátio do grupo escolar do Riacho do Meio ele ressaltava a importância da família, como célula mãe da sociedade. Os pais de Chico Paulo desempenharam com êxito esse papel. A obra erguida por ele é um exemplo. "A Igreja Católica é a última instância moral da sociedade", ressaltou o religioso.

Com 17 anos, Herbson Teixeira Ribeiro concorda e costuma ouvir atento aos sermões do padre. Nascido e criado no ambiente rural ele percebe os amigos se distanciarem das famílias, muitos passam os fins de semana bebendo cachaça. Ele, resolveu seguir os passos do tio. Também acompanha o terço dos homens, realizado toda semana. É importante dedicar um pouco do seu tempo aos ensinamentos de Deus. Também é preciso saber viver, explica o jovem.

De acordo com Ana Paula Ribeiro, uma das articuladoras dos fieis do lugar, cerca de 70 famílias moram na sua comunidade, na maioria herdeiros da Fazenda Riacho do Meio. Seu bisavô, João José da Silva foi o patriarca.

Entretanto, foi seu avô, Francisco Ribeiro, quem começou a promover a celebração das missas, em maio de 1914. Naquela época a vila do distrito de Daniel de Queiroz, era lugar mais frequentado daquela região, por conta da ferrovia e da estação.

Mas a força e a fé da sua família sobressaltaram esses tempos. Hoje, os moradores avaliam que graças a Chico Paulo, o antigo sonho da capelinha da fazenda se concretiza. "Mas é preciso ajudá-lo, afinal toda casa, até mesmo a de Deus, precisa de portas e janelas", dizem.

Raio matou oito pessoas numa igreja

(ABOLA)
Oito pessoas perderam a vida, no sábado, devido à queda de um raio numa igreja em Lilongwe, capital do Malawi, enquanto decorria uma missa.
Segundo um porta-voz do Ministério da Saúde malawiano, nove pessoas foram atingidas pelo raio, tendo oito delas morrido a caminho do hospital, entre elas uma criança.
A nova vítima encontra-se internada na unidade de cuidados intensivos, estando outras 40 pessoas a ser observadas por médicos.
O incidente ocorreu numa igreja de Adventistas do Sétimo Dia.

Igreja espanhola celebra revisão da lei do aborto, sociedade critica

Milhares de católicos espanhóis que participaram numa missa em celebração da Sagrada Família, na praça Colón de Madrid, deram graças pelo anteprojecto de revisão da lei do aborto aprovado pelo Governo espanhol, e que prevê a limitação do direito à interrupção da gravidez apenas aos casos de violação ou de risco para a saúde física ou psíquica da mulher.
“Nem sequer o dom da vida se entende como definitivo ou inviolável”, frisou o cardeal arcebispo de Madrid, Antonio María Rouco Varela, que dirigiu a homilia e evitou referir-se explicitamente à proposta de lei apresentada pelo ministro da Justiça, Alberto-Luiz Gallardón, que está a gerar enorme polémica e a dominar o debate público em Espanha.
O cardeal preferiu destacar a necessidade de defender a família cristã face à “cultura de tristeza” e de “transitoriedade” em que alegadamente vive a sociedade espanhola, e apelar à resistência dos fiéis contra a “sufocante atmosfera intelectual e mediática”.
Para Ignácio Gonzales, um agente comercial de 49 anos que viajou de Murcia com a mulher e os seus filhos para participar na missa, a “defesa da família faz-se com a abolição da lei: a revisão é insuficiente porque continua a permitir-se a realização de abortos em certas circunstâncias”, explicou à AFP. “O aborto é um crime e como tal tem de ser ilegal”, concordava Maria Cardador, de 82 anos, residente em Córdova.
A revisão legislativa, que foi uma das promessas eleitorais do líder do Partido Popular, Mariano Rajoy, agora no poder, reverte a actual norma que possibilita a interrupção da gravidez até às 14 semanas (ou às 22, quando se verifica alguma malformação no feto), e estabelece que o aborto apenas será autorizado quando é “necessário por causa de um grave perigo de vida ou da saúde física e psicológica da mulher” ou quando a gravidez tenha resultado de “um delito contra a liberdade ou integridade sexual da mulher”.
Saúde mental e juízos morais
As mulheres cujos casos individuais preencham estes critérios terão de enfrentar um complicado processo administrativo, que começa com a confirmação da gravidez por um ginecologista e a manifestação da intenção de abortar. O médico é então obrigado a referir o caso para um psiquiatra, a quem cabe a responsabilidade de diagnosticar se a gravidez representa um “risco importante” e para a saúde da mãe (se essa for a razão invocada para a interrupção da gravidez).
No entanto, esse certificado não será suficiente para que a mulher possa avançar com o procedimento. O diagnóstico terá de ser confirmado por uma segunda opinião – e se esta for diferente, a mulher terá de se submeter a nova consulta, para que o diagnóstico seja confirmado por pelo menos dois profissionais de saúde mental. Quando tal suceder, a mulher receberá um atestado médico relativo à sua saúde psíquica.
Numa nota assinada pela presidente da Associação Espanhola de Neuropsiquiatria, Eudoxia Gay, estes médicos contestam o papel que o Governo lhes pretende reservar. “A interrupção da gravidez é uma questão que fica no âmbito da saúde sexual e reprodutiva. Uma mulher que aborta não é uma doente mental. Não cabe aos médicos psiquiátricas fazer juízos morais ”, diz.
Em declarações ao jornal El País em nome individual, também o presidente da Sociedade Espanhola de Psiquiatria, Miguel Gutiérrez, manifestou preocupação com o que descreveu como uma “eventual instrumentalização da psiquiatria” e lamentou que o colégio de médicos não tenha sido consultado durante toda a fase de elaboração do projecto de lei, “apesar de esta lhes adjudicar um papel tão importante”.
Quando estiver munida dos atestados médicos, a mulher desloca-se então aos serviços da Segurança Social, para uma consulta que incluirá informação jurídica (nomeadamente de que “a vida do não-nascido constitui um bem jurídico protegido pela Constituição”) e orientações para a resolução dos “problemas e conflitos pessoais” que tenham sido alegados como a causa da sua decisão. Na mesma consulta, a mulher terá de ser alertada para as alternativas ao aborto – desde a custódia administrativa da criança à adopção.
Cumprida mais essa etapa, a mulher obtém um novo certificado. A partir dessa data entra em vigor um período de reflexão obrigatório de sete dias, ao fim dos quais terá de confirmar em definitivo a vontade de pôr termo à gravidez. “É um retrocesso de 30 anos”, criticou a número dois do Partido Socialista Espanhol, que apelou à mobilização contra a nova lei.
Apesar de ter sido aprovado em conselho de ministros, o anteprojecto legislativo já foi posto em causa por vários dirigentes conservadores, ainda terá de ultrapassar vários trâmites parlamentares. Mas em princípio a maioria do Partido Popular será suficiente para garantir a sua votação.

Ciencia

Ciencia