expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores

terça-feira, 30 de abril de 2013

Pesquisa afirma que frequentar igreja melhora a saúde

Os laços criado entre as pessoas e a forma como elas se relacionam com Deus seria a explicação para o fenômeno

Pesquisa afirma que frequentar igreja melhora a saúdePesquisa afirma que frequentar igreja melhora a saúde
O antropólogo T. M. Luhrmann, professor da Universidade de Stanford, publicou um artigo falando sobre uma de suas pesquisas a respeito das religiões, ligando a participação da pessoa com a igreja com a melhora da qualidade de vida.
Luhrmann estudou algumas igrejas evangélicas e percebeu que os laços de amizade desenvolvidos nessas comunidades servem de apoio para os momentos de tristeza e enfermidade.
“Nós sabemos que o apoio social está directamente ligado a uma saúde melhor”, disse ele.
Os estudos foram realizadas no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, e o antropólogo pôde notar que as pessoas que frequentam uma igreja bebem menos, fumam menos, usam menos drogas recreativas e são menos sexualmente promíscuas do que as pessoas que não frequentam nenhuma igreja.
Outro estudo citado por T. M. Luhrmann mostrou que as pessoas que passam a acreditar em um Deus amoroso possuem uma saúde melhor. “Aquelas que eram capazes de vivenciar um Deus amoroso de forma vívida, eram mais saudáveis – pelo menos, julgando por uma escala psiquiátrica padronizada”, escreveu ele.
O artigo foi publicado no The New York Times e traduzido em português pelo UOL.

Padre que defende homossexuais é excomungado

Ele havia decidido ficar longe de seus trabalhos na paróquia, mas acabou sendo expulso

Padre que defende homossexuais é excomungadoPadre que defende homossexuais é excomungado
O padre Roberto Francisco Daniel, mais conhecido como padre Beto, foi excomungado da Igreja Católica segundo informou uma nota divulgada nesta segunda-feira (29) pela Diocese de Bauru, interior de São Paulo.
O religioso havia defendido os homossexuais e afirmava que a igreja precisava acompanhar as mudanças da sociedade. Ao gerar polêmica com uma entrevista divulgada na internet, o padre Beto foi advertido e decidiu se afastar dos trabalhos na paróquia, mas o bispo mudou de ideia e a igreja acabou decidindo por tirá-lo do serviço sacerdotal.
Ao anunciar na última sexta-feira que deixaria de ministrar na paróquia da cidade, o religioso acabou atraindo centenas de fiéis na missa de domingo, mas a partir de agora não poderá mais nem ao menos participar de um culto católico.
Quando uma pessoa é excomungada da Igreja Católica ela fica impedida de participar de qualquer reunião, no caso do padre, além de não poder celebrar ele também não poderá receber sacramentos. Isso é, se ele desejar abandonar o celibato e se casar, a cerimônia não poderá ser realizada em uma igreja católica.
Para que não fosse excomungado, o bispo Caetano Ferrari pediu para que ele se retratasse a respeito das declarações polêmicas, o que não foi feito, pois o padre Beto acredita que o direito de refletir não pode ser tirado.
Na carta, a diocese explica que “uma das obrigações do bispo diocesano é defender a fé, a doutrina e a disciplina da igreja” e que, por isso, o padre “não pode mais celebrar nenhum ato de culto divino (sacramentos e sacramentais, nem mais receber a santíssima eucaristia), pois está excomungado”. Com informações Folha de SP.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Versículos bíblicos gravados em armas usadas por soldados americanos causam polêmica

Versículos bíblicos gravados em armas usadas por soldados americanos causam polêmica
Revelações feitas por um grupo americano que zela pela separação da religião e do Estado entre as Forças Armadas, causou polêmica nas últimas semanas. Intitulado “Military Religious Freedom Foundation” (MRFF), o grupo revelou que as miras usadas nas armas de soldados americanos e britânicos no Iraque e no Afeganistão tem gravadas em sua estrutura referências a passagens da Bíblia.
A fabricante de armas americanas Trijicon, que é uma das maiores fornecedoras do Departamento de Defesa tendo um contrato na ordem de US$ 66 milhões, explicou a presença das referências bíblicas afirmando que tais textos já são gravados há anos nas miras das armas. De acordo com a BBC, a empresa foi fundada por um cristão devoto que afirma administrá-la “sob padrões bíblicos”.
A MRFF afirma ter descoberto o caso através de uma denúncia por e-mail, provavelmente vinda de um soldado muçulmano do Exército americano, e afirma que as inscrições estariam codificadas e se referem, a trechos do livro de João (com os dizeres “JN8:12″) e de 2 Coríntios (“2COR4:6″).
O texto de João 8:12, que diz: “Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: ‘Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida’”. A inscrição sobre o livro dos Coríntios se refere aos dizeres: “Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo”.
Mikey Weinstein, presidente do MRFF, critica a presença das referências bíblicas nos armamentos, afirmando que as inscrições podem dar ao Talibã e a outras forças inimigas uma ferramenta para propaganda de seus ideais.
- Não preciso me perguntar nem por um nanosegundo como os americanos reagiriam se citações do Alcorão estivessem inscritas nessas armas em vez de referências ao Novo Testamento – declarou.

Vlogueiro Felipe Neto crítica opinião contrária à homossexualidade: “Homofobia não é sair pela rua com uma espingarda caçando gay, é não aceitar determinadas pessoas”


O ator e vlogueiro Felipe Neto publicou em seu canal no Youtube, um vídeo em que critica a opinião de quem não concorda com a prática homossexual.
“Respeito não é só dizer bom dia. A partir do momento que você defende uma opinião de que os gays são uma abominação, de que isso não deveria existir, que é uma promiscuidade e coisas do gênero… Meu amigo você não está respeitando. Homofobia não é sair pela rua com uma espingarda caçando gay [...] Homofobia é muito mais do que isso. É você utilizar suas palavras, e sua filosofia de vida pra simplesmente não aceitar determinadas pessoas”, disse Felipe Neto no vídeo “Homofobia – Não faz sentido”.
A crítica de Felipe Neto foi feita ponto a ponto no que muitas pessoas usam como argumento para se oporem à aprovação do casamento gay, por exemplo. O vlogueiro afirma que “ninguém gosta de ver duas pessoas se engalfinhando nas ruas”, mas que isso não deve ser usado para esconder das crianças que há homossexualidade.
“Você tem que educar seu filho para que ele tenha a mente aberta, não condenativa, não punitiva, não vingativa. Você tem obrigação de fazer com que seu filho seja uma pessoa decente”, afirma Felipe Neto.
Contra o argumento de que a aprovação do casamento gay e adoção de crianças por casais homossexuais resultaria no fim da família tradicional, Felipe ironizou: “Eu sempre achei que o fim da família viria pela desunião, pela falta de compromisso, pela infidelidade, pelo Facebook…”.
Felipe disse que durante o tempo que tem publicado vídeos em seu canal pessoal nunca abordou temas ligados às religiões, mas que no caso da homofobia, seria inevitável. Citando as passagens bíblicas que falam sobre a homossexualidade, Felipe Neto diz que a Bíblia deve ser analisada “de forma inteligente”.
O vlogueiro diz ainda que o livro de Levítico contém passagens que foram usadas para defender a escravidão, mas que hoje, essa defesa foi deixada de lado e entendida como fora de contexto. “Não seja manipulável”, afirmou Felipe Neto.
No Novo Testamento, Felipe Neto diz que a “listinha de Paulo não é suficiente para sustentar argumentos homofóbicos”, pois ela condenaria “95% dos adolescentes”, pois nela há todo tipo de pecado enumerado.
“Você não precisa deixar de ser cristão, não precisa deixar de crer na Bíblia, você só precisa crer na Bíblia de forma lógica e inteligente”, diz.
Confira abaixo, a íntegra da crítica de Felipe Neto à homofobia. Aviso: o vídeo contém palavrões.

Pastor Marco Feliciano
Citado indiretamente por Felipe Neto em sua crítica à homofobia, o pastor Marco Feliciano foi criticado diretamente pelo padre Marcelo Rossi, numa entrevista à TV Folha.
Padre Marcelo, que é contra a candidatura de padres e pastores, foi perguntado sobre o que teria a dizer sobre a polêmica envolvendo o pastor Feliciano e respondeu dizendo que “ele nem deveria estar lá”, justamente por ter sido ordenado ao ministério: “A partir do momento em que ele é – se diz – um pastor religioso, um ministro religioso, misturar religião e ao mesmo tempo ser um líder político, não dá”, afirmou.
Alheio às críticas, o pastor Marco Feliciano pretende, de acordo com informações do jornal O Globo, por em votação na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), a proposta de estabelecer um plebiscito sobre a questão do casamento gay.
Muitos dos ativistas gays, incluindo o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) são contrários à proposta pois entendem que, por ser conservadora, a sociedade brasileira decidiria contra a aprovação do casamento gay.

Padre que defende o homossexualismo pede desligamento da igreja


Padre que defende o homossexualismo pede desligamento da igrejaDepois de ser repreendido pelo bispo Dom Caetano Ferrari, o padre Roberto Francisco Daniel, da cidade de Bauru (SP) resolveu se desligar das suas funções religiosas dividindo a opinião dos moradores da região.
O padre Beto, como é conhecido, contestava os princípios morais da igreja e dizia que ela deveria acompanhar as mudanças sociais. Seus ideais foram afirmados em uma entrevista publicada no Youtube onde ele aparece defendendo a homossexualidade e falando também a respeito das relações extraconjugais.
Defensor dos ideais progressistas, o padre chamava a atenção exatamente por fugir do padrão tradicional dos padres mais conservadores, o que rendeu uma série de reações contrárias vinda dos fiéis mais religiosos.
Por outro lado, a notícia de que ele estava se desligando da paróquia fez surgir uma grande mobilização de apoio entre os frequentadores das missas e palestras celebradas por ele.
Ao noticiar sua decisão, o padre disse que não pode ter sua liberdade de reflexão tirada pela igreja. “Se refletir é um pecado, sempre fui e sempre serei um pecador”, disse ele.
O pontífice não descarta a possibilidade de voltar a realizar as missas e afirma que vai continuar mantendo o celibato e atendendo o pedido dos fiéis para realizar reuniões de oração. Contudo, entre a Igreja e a sua consciência ele escolhe a segunda. “Deixo a igreja e permaneço com a minha coerência”, disse ele.
Formado em teologia pela universidade Ludwig-Maxilian de Munique, Roberto Francisco Daniel sempre se comportou de uma forma diferente dos demais padres. Além de defender a mudança dos dogmas da igreja ele ousava na sua forma de vestir: camisetas com estampas “roqueiras”, piercing e anéis.
Frequentador de choperias, foi em uma delas que ele aceitou ser entrevistado para explicar o que pensa sobre diversos assuntos, defendendo neste vídeo que as relações extraconjugais deveriam ser reveladas. Em sua opinião quando a outra pessoa confessa que mantém outro relacionamento não está cometendo uma traição.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Seita religiosa usava membros como trabalhadores escravos


Seita religiosa usava membros como trabalhadores escravosA Polícia Federal realizou uma mega operação esta semana em Minas Gerais para fiscalizar fazendas pertencentes a uma seita religiosa chamada “Jesus a verdade que marca” que estaria usando seus membros como trabalhadores escravos.
A seita teria atuação nas cidades de Minduri, Andrelândia, Madre de Deus de Minas e São Vicente de Minas e além das fazendas também há estabelecimentos comerciais pertencentes aos líderes dessa seita.
As investigações tiveram a participação do Ministério do Trabalho e Emprego e também do Ministério Público do Trabalho, já que foram os próprios trabalhadores que denunciaram a seita.
Os líderes pediam para que os membros vendessem os seus bens e entregassem o dinheiro para eles como uma forma de provar que estão “desprendidos dos bens materiais”. Viver isoladamente das demais pessoas da cidade também era um dos argumentos pregados para manter os membros vivendo exclusivamente dentro das fazendas e recebendo apenas a alimentação.
A seita foi criada em São Paulo e se mudou para o Sul de Minas em 2005, já em 2006 eles foram investigados pelo mesmo motivo como mostra a reportagem do G1.
A operação que recebeu o nome de Canaã mobilizou 90 pessoas entre policiais federais, e fiscais do Ministério de Trabalho e Ministério Público do Trabalho para cumprir a ordem de prisão e apreensão dos líderes da seita.

“Cristãos secretos” na Coreia do Norte são detidos em campos de concentração por se recusarem a reconhecer ditador Kim Jong Um como divindade

“Cristãos secretos” na Coreia do Norte são detidos em campos de concentração por se recusarem a reconhecer ditador Kim Jong Um como divindade
A Coreia do Norte, país que tem estampado as manchetes da imprensa mundial por ameaçar atacar a Coreia do Sul e os Estados Unidos, é tida pelas organizações missionárias como a nação mais fechada ao cristianismo, e por consequência, o país que mais persegue cristãos em todo o mundo.
Norte-coreanos que professam a fé cristã estão sendo mantidos em centros de detenção e privados de alimentação por se recusarem a reconhecer o ditador Kim Jong Un (foto) como uma divindade.
O país, que após a guerra das Coreias tornou-se comunista, é oficialmente ateu, mas na prática existe uma imposição de culto à dinastia Kim por parte do governo.
Kim Jong Sung, avô do atual ditador e já falecido, é considerado um ser de natureza divina, e seus descendentes herdaram, segundo a crença local, a divindade do líder e o direito a ocuparem o posto de chefe da nação.
De acordo com as leis do país, qualquer pessoa que professe uma fé que não coloque a dinastia Kim no centro de sua adoração, deve ser presa. Há informações, de acordo com o Acontecer Cristiano, de que imagens de satélite localizaram campos de concentração, onde são mantidos presas as pessoas que são consideradas criminosas de religião. Nesses campos, estariam aproximadamente 200 mil pessoas.
A perseguição a cristãos começou no país em 1953, e um dos casos mais emblemáticos é o desaparecimento de bispos católicos que viviam no país. As autoridades de Pyongyang, capital do país, negam haver a existência dos bispos e desde 1980, ignoram qualquer pergunta sobre o caso.
Os cristãos secretos da Coreia do Norte, grupo de pessoas que se reúnem às escondidas, somam segundo a Missão Portas Abertas, entre 200 e 400 mil pessoas, que se mantém firmes à fé cristã, mesmo sob o risco de serem condenados à prisão perpétua ou pena de morte, se forem flagrados cultuando a Deus ou apenas portando uma Bíblia.

Ex-gay, pastor afirma que seca no Nordeste é resultado do avanço da homossexualidade: “Castigo de Deus”

Ex-gay, pastor afirma que seca no Nordeste é resultado do avanço da homossexualidade: “Castigo de Deus”
O pastor Sargento Isidório (PSB), deputado estadual na Bahia, polemizou ao afirmar que a seca no Nordeste, considerada a pior dos últimos anos, é consequência do avanço do pecado.
Isidório é responsável pela Fundação Doutor Jesus, um centro de reabilitação voltado para dependentes químicos e localizado em Candeias, região metropolitana de Salvador.
Identificando-se como “ex-homossexual, ex-drogado e ex-bandido”, o pastor concedeu entrevista ao Bahia Notícias e afirmou que ficou insatisfeito com a nota de repúdio que seu partido emitiu contra o pastor Marco Feliciano (PSC-SP), por conta das declarações polêmicas feitas a respeito da África e dos homossexuais.
A nota, segundo o pastor, seria de responsabilidade dos “viados e viadas lá dentro [da direção do partido]“, e que a presidente estadual do PSB, senadora Lídice da Mata, seria uma das incentivadoras dessa postura: “Ela é de Oxum e eu sou de Jesus. Eu também já fui de Oxum quando era homossexual”, revelou, antes de ressaltar não temer represálias dos colegas de partido: “Se essas desgraças [partidos] prestassem, eram inteiros”.
O pastor afirma que a homossexualidade é uma “afronta” a Deus, e isso o estaria irritado, a ponto de Ele impor castigos à humanidade, como a seca no Nordeste do Brasil, as enchentes no Sudeste, os atentados terroristas em Boston e a ameaça de guerra da Coreia do Norte.
Para ele, líderes mundiais deveriam medir suas declarações a fim de evitar mais catástrofes: “A Bíblia fala que, se nos últimos tempos se multiplicasse a iniquidade, aconteceria esses fenômenos. Foi só Barack Obama começar a falar em casamento gay que o bicho começou a pegar, atentado em Boston, ameaça de Coreia do Norte”, enumerou, segundo o jornal A Tarde.
No entanto, o pastor Sargento Isidório afirma que apesar de seu abandono à homossexualidade, ainda precisa se policiar para evitar a tentação: “O pastor é humano. Claro que eu tenho medo de recaída. Eu não posso ficar junto de um homem muito tempo porque a carne é fraca”, avisou.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Ativistas seminuas jogam água em arcebispo na Bélgica


Ativistas seminuas jogam água em arcebispo na BélgicaO arcebispo de Mechelen-Bruxelas, Andre-Joseph Leonard, foi surpreendido por um grupo de ativistas do Femen enquanto ele discursava em uma conferência na universidade de Bruxelas, na Bélgica.
As ativistas tiraram as blusas e foram para cima do religioso protestando aos gritos contra a posição da igreja sobre o casamento gay e adoção de crianças por casais formados por pessoas do mesmo sexo.
Com os corpos pintados com frases de protestos, uma delas dizia “meu corpo, minhas regras”, as quatro mulheres precisaram ser retiradas da sala por seguranças. A polícia chegou a levá-las para prestar depoimento, liberando-as em seguida.
Leonard não olhou para as manifestantes e nem se irritou quando elas lhe atacaram água. Ao deixar o local, o arcebispo beijou uma imagem da Virgem Maria e saiu em silêncio.

Pastor rouba lingerie de mulher e diz que serviria para “orar melhor por ela”


Pastor rouba lingerie de mulher e diz que serviria para “orar melhor por ela”Um caso curioso tem sido noticiado pela imprensa da Nigéria. A polícia da capital Lagos prendeu na última segunda-feira o pastor Tommy Issacar, 25, sob acusação de roubar roupas íntimas de uma mulher membro da igreja onde ele pregou.
Issacar precisou se defender no tribunal das acusações de furto e violação da paz pública. O promotor, Kehinde Olatunde disse que o acusado cometeu os crimes na casa da senhora Gift Bassey, que o hospedou durante três dias.
Ele fora convidado para pregar nos cultos da All Nations Evangelical Church. O casal Bassey recebeu Issacar e conta que ele fez uma série de orações especiais pelos negócios da família. Segundo a denúncia, depois que ele foi embora Gift deu falta de duas calcinhas, um sutiã e 10.000 nairas (aproximadamente 120 reais).
“No processo de investigação, comprovamos que as referidas peças de lingerie foram levadas pelo acusado, sem o consentimento da autora da denúncia. Embora no começo o acusado negou-se a assumir o furto das peças íntimas,  depois confessou, dizendo que iria usá-las para orar melhor pela mulher. Ele continua negando ter pegado o dinheiro”, disse o promotor.
Olatunde comentou que após a queixa, o acusado mandou mensagens de texto com uma série de ameaças aos queixosos.
Com isso, o juiz Akeem Fashola ordenou que Issacar fosse preso por ter violado as leis 166 e 285 do Código Penal da Nigéria e deverá voltar ao tribunal dia 8 de maio. Após pagar uma fiança de 600 reais, o pastor voltou para casa e responderá em liberdade. Se condenado, pode pegar até três anos de prisão.Com informações de Leader Ship.

Celebridades estão aderindo a culto satânico


Celebridades estão aderindo a culto satânicoEmbora a Cientologia, que tem entre seus mais famosos adeptos os atores Tom Cruise e John Travolta, tenta se consolidar coma a religião das celebridades, segundo o jornal Daily Mail ela está perdendo terreno para a OTO.
A sigla é uma abreviação de Ordo Templi Orientis [Ordem do Templo Oriental], uma seita fundada no fim século 19, na Alemanha ou na Áustria. Seu fundador é um mistério, mas os mais prováveis seriam o empresário austríaco Carl Kellner, ou Franz Hartmann e Henry Klein. Ela se tornou mais conhecida pelos escritos por Aleister Crowley. Entre as práticas religiosas de seus seguidores estão rituais sexuais sadomasoquistas com homens e mulheres e uso de drogas pesadas, como ópio, cocaína, heroína e mescalina.
Jimmy Page, guitarrista da banda Led Zeppelin, o rapper Jay-Z e socialite Peaches Geldof, seriam as celebridades que seguem esse culto satânico. Page participaria habitualmente de rituais de magia negra e chegou a comprar a casa onde Crowley viveu, às margens do Lago Ness, na Escócia. Jay-Z estaria usando símbolos da OTO em sua linha de roupas, Rocawear, usadas por Rihanna, por exemplo. E a socialite Peaches, exibe agora no antebraço direito uma tatuagem com as iniciais OTO dentro de um coração. Pelo Twitter, milhares de seus seguidores ficaram sabendo que ela é uma seguidora e recomendou que eles lessem o material de Crowley.
O profeta Crowley, como ficou conhecido, nasceu em uma rica família inglesa em 1875. Ele denominou-se como “a Grande Besta do 666″. Por ocasião de sua morte, em 1947, foi chamado de “o pior homem do mundo”. Seu lema (e da OTO) é “Faze o que tu queres”, frase muito similar ao lema de Anthony LaVey, que escreveu a Bíblia Satânica em 1969.
Se a maioria das pessoas disserem que nunca ouviram falar da OTO, esse é justamente um dos objetivos da seita, que prefere ficar restrita. Muitos de seus símbolos e nomenclaturas são parecidas com os usados pela maçonaria.  O líder do grupo no Reino Unido é John Bonner, de 62 anos. Ele disse ao Daily Mail que a OTO não deseja ter apelo popular. Disse apenas: “No Reino Unido somos centenas. No mundo, milhares”.
Ted Gundersen, um ex-agente do FBI que investigou grupos satânicos em Los Angeles, descobriu que os ensinamentos de Crowley sobre invocação de demônios necessitavam de sacrifício humano, de preferência de jovens.
Bonner nega os excessos, ressaltando que a sua é a única religião que estimula as pessoas a serem quem são, fazerem o que bem quiser, sem regras. Possivelmente esse seja um grande atrativo para as celebridades, que vivem vigiadas pela mídia.
Segundo a página da OTO no Brasil, também chamada de Ordem dos Templários Orientais, seu objetivo é “o engrandecimento do Ser Humano e à consagração de sua Liberdade, através do seu avanço em Luz, Sabedoria, Entendimento, Conhecimento e Poder. A O.T.O. trabalha dentro dos princípios da Lei de Thelema, como consta na revelação do Livro da Lei, a fim de fundar as bases de uma Irmandade Universal por meio da Beleza, Coragem e Inteligência”. Com informações Daily Mail e OTO BR.


Diácono da Igreja Deus é Amor é baleado por vizinho incomodado com barulho dos cultos

Diácono da Igreja Deus é Amor é baleado por vizinho incomodado com barulho dos cultos
Uma briga entre vizinhos e fiéis de uma filial da Igreja Pentecostal Deus é Amor terminou na delegacia, com duas pessoas feridas.
Geraldo Barrili, de 70 anos, diácono da Deus é Amor, levou um tiro no abdômen e precisou ser internado no Hospital Santo Antônio, em Orlândia, interior de São Paulo.
Orlândia é a cidade do pastor Marco Feliciano (PSC-SP), e fica localizada a 365 km da capital paulista.
De acordo com relatos de testemunhas à polícia, o senhor Aristedes Agrela Ferreira, de 68 anos, vizinho da igreja, ficou incomodado com o barulho dos cultos e decidiu impedir a realização do culto, colocando resina na fechadura do templo para que a porta não fosse aberta.
A atitude do vizinho gerou um bate-boca entre ele e os fiéis, o que levou à intervenção de Barrili, que buscava apartar a briga. Neste momento, Ferreira efetuou um disparo e fugiu numa motocicleta para uma chácara na cidade vizinha de Sales Oliveira.
A filha do diácono baleado, Gislene Dutra, 41, afirmou à Folha de S. Paulo que de acordo com os médicos, a bala atingiu um intestino, os rins e ficou no corpo de Barrili.
A polícia localizou o vizinho e o levou ao mesmo hospital da vítima, para que ele pudesse receber tratamento por causa de ferimentos na perna, e afirmou que uma parente dele disse que Ferreira tem sofrido com problemas de saúde e psicológicos, como depressão.
As brigas entre vizinhos de igrejas neopentecostais e fiéis tem se tornado constantes devido ao barulho dos cultos. Recentemente, pai e filho invadiram um culto da Igreja Assembleia de Deus Ministério Gerizim, em Sumaré, interior de São Paulo, e efetuaram disparos contra os fiéis, além de agredirem os pastores.

Igreja Católica deverá intensificar trabalhos em áreas pobres para barrar crescimento dos evangélicos


novo papaPreocupada com o crescimento da Igreja Evangélica nas áreas mais carentes, a Igreja Católica pretende ampliar seu envolvimento nas áreas mais pobres. Este foi um dos principais temas discutidos durante a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

Intensificar os trabalhos dentro das Comunidades Eclesiais de Base é um dos projetos dos católicos. "É um jeito de fazer com que os leigos lá na base comecem novamente a se articular", disse dom Severino Clasen.
Muitos religiosos avaliam que a falta de uma presença da Igreja Católica com mais força nas periferias ajudou no aumento de seguidores de igrejas como a Assembleia de Deus.
As Comunidades Eclesiais de Base possuem ligações com vertentes políticas mais voltadas à esquerda, o que provoca alguns conflitos de opinião entre os membros da cúpula da igreja.
"Talvez representem uma época, da ditadura militar, e foi aí que o povo conseguiu ter voz ... "Em 30 anos, se faz um longo caminho. Então eu não posso simplesmente repetir o discurso de 1980 nem a prática de 1980 ao pé da letra”, argumenta dom Cláudio Hummes sobre as Comunidades Eclesiais de Base.
A própria eleição do papa Francisco chegou a ser atribuída por alguns veículos de imprensa de todo o mundo como uma estratégia para diminuir o crescimento dos evangélicos e uma eventual diminuição no número de fiéis católicos.
O Papa Francisco é argentino, possui 76 anos e é o primeiro líder da Igreja Católica não europeu. A América Latina, atualmente, é a região do mundo que concentra a maior parte dos católicos do mundo, hoje estimados em cerca de 1 bilhão e 100 milhões de pessoas. O Brasil é o país com o maior número de católicos, são ao todo 126 milhões de fiéis brasileiros.

Pat Robertson compara Islã a nazismo

Pat Robertson

Na segunda-feira, o famoso televangelista Pat Robertsonem falou em seu programa de televisão na rede CBN, que o islamismo é o culpado não só pelo atentado na maratona de Boston como por todo o terrorismono mundo.

Segundo o Huffington Post, Pat questionou o “analista de terrorismo” do programa Erick Stakelbeck a razão de os Estados Unidos estarem minimizando o papel do Islã nos ataques semana passada. Além disso, sugeriu que os Estados Unidos deveriam estar lutando contra oIslamismo da mesma maneira que lutaram contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial.
“Não há nenhum problema em dizer que os nazistas eram monstros, sem problema. Estávamos lutando contra os nazistas, e nosso dever era derrotá-los, e todos nos Estados Unidos se mobilizaram para derrotá-los. Agora estamos em guerra, mas nos recusamos a identificar nosso inimigo, mesmo que esteja à vista”, disse Robertson.
O evangelista ligou o atentado à maratona em Boston ao Islã antes mesmo de as autoridades identificarem e encontrarem os suspeitos.
Pat Robertson, em várias ocasiões, descreveu o Islã de uma maneira desfavorável. Em 2009, ele se referiu à religião como "demoníaca" e como "um sistema político violento".
Em fevereiro deste ano, também em seu programa de TV, afirmou que o Islamismo não deveria ser chamado de religião, mas de "sistema econômico e político com verniz religioso".
Em 2011, ele comparou aos nazistas, além dos muçulmanos, os escritores, os homossexuais, os liberais e o departamento de Justiça americano.

Evangélicos e católicos se unem e pedem CPI do aborto, luta pela vida


Bancada evangélica reage contra Carvalho e nomeação da ministra pró-abortoEvangélicos e católicos na Câmara se uniram para lutar em favor da vida. Os líderes cristãos protocolaram esta semana um pedido para abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérido (CPI) sobre o aborto e também para aprovar o chamado Estatuto do Nascituro.

As propostas vêm com em meio às discussões sobre o novo Código Penal, que propõem mudanças que incluem o acréscimo de mais opções de aborto além das existes no Código atual.
Segundo o presidente da bancada evangélica, deputado João Campos (PSDB-GO), o objetivo da CPI é de apurar o financiamento do aborto no Brasil, tanto por instituições internacionais, quanto pelo governo da presidente Dilma Rousseff.
“Além disso, vamos investigar o comércio de produtos abortivos e as clínicas que fazem o aborto”, disse ele, segundo o IG.
O pedido obteve a assinatura de mais de 200 deputados e foi enviado ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).
A mobilização é também parte de uma ação estratégica dos religiosos para que as mudanças atualmente analisadas pela comissão especial no Senado, não atentem contra a família, a vida ou a liberdade de expressão ou religiosa.
Com relação ao Estatuto do Nascituro, o projeto de 2005 que visa garantir a proteção integral ao nascituro, voltou à tramitação e vai ser analisado pela Comissão de Finanças e Tributação da Câmara.
A proposta foi primeiramente apresentada na legislatura passada pelo então deputado kardecista Luiz Bassuma (PV-BA).
Ela terá que passar ainda pelas comissões de mérito e pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, antes de ir para o Plenário.
“Para nós e para os católicos, a vida começa na concepção e por isso vamos lutar juntos por esse direito”, disse o deputado João Campos.
Segundo o deputado, a proposta recebe o apoio da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).
Não é a primeira vez que os católicos se unem aos evangélicos nas questões que envolvem seus princípios cristãos.
Membros das duas vertentes cristãs já se uniram várias vezes para protestar contra o aborto, casamento gay, legalização da machonha, entre outros.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Estudioso diz que Igreja Universal presta um “desserviço à fé cristã”


Estudioso diz que Igreja Universal presta um “desserviço à fé cristã”O pastor batista David Allen Bledsoe, 44, nasceu no EUA mas vive no Brasil desde 1998. Possui um doutorado em Teologia, além de formação em Administração e Engenharia. Ele fez uma extensa pesquisa sobre a Igreja Universal do Reino de Deus. Passou três anos lendo sobre o assunto, frequentando cultos da IURD, entrevistando fiéis e líderes. Seu material foi publicado no livro Movimento neopentecostal brasileiro: um estudo de caso, da Editora Hagnos.
Segundo o autor, o trabalho pretende colaborar com a Igreja brasileira: “Há poucos estudos que analisam os ensinos e abordagens neopentecostais com parâmetros evangélicos, sob uma perspectiva missiológica. Eu queria verificar se igrejas como a Universal impulsionam ou prejudicam a evangelização do povo brasileiro e de outras nações para onde suas igrejas enviam missionários”.
Morando atualmente em Belo Horizonte (MG) com a mulher e os dois filhos, Bledsoe deu uma entrevista à revista CRISTIANISMO HOJE, onde fez declarações contundentes.
“Escolhi a Igreja Universal como foco porque ela é a manifestação neopentecostal mais reconhecida no país. Além disso, comecei a me preocupar mais com os membros das igrejas neopentecostais em relação ao seu entendimento da salvação. Percebi um problema grave através de conversas com eles – encontrei muitas pessoas sinceras e fervorosas, mas com dificuldades em articular uma razão para sua salvação que se baseasse na fé evangélica”, explica o pesquisador.
Para ele, as denominações neopentecostais como a Igreja Universal causam sérios danos à evangelização no Brasil. Ele aponta alguns motivos para isso: “primeiro lugar, porque projetam uma caricatura de Cristianismo diante da sociedade. Segundo, porque essas organizações religiosas são muito antropocêntricas e pouco centradas em Cristo – ao contrário, há uma forte ênfase no diabo, no poder maligno”.
Como o pesquisador acredita que “é raro ouvir um adepto desse movimento que faça menção ao nome de Jesus para a base de sua salvação”, sua conclusão é que a Igreja Universal não é uma denominação evangélica. Principalmente por que “propaga uma mensagem distorcida do Evangelho, prendendo seus adeptos em uma cosmovisão religiosa popular, em vez de libertá-los dessa artimanha diabólica. Ela também emprega rituais religiosos narcisistas e animistas. Outra característica que a desqualifica como evangélica é que não promove laços fraternais esperados para uma igreja baseada no Novo Testamento”.
O pastor batista assevera que a IURD tem uma postura característica das seitas, “agindo com aversão e superioridade para com os outros grupos. Isso, sem falar na exploração de seus fiéis, tratando dízimos e ofertas como um ato quase sacramental”.
Sendo assim, as denominações neopentecostais de mesmo perfil, como a Igreja da Graça e a Igreja Mundial do Poder de Deus seriam, para ele, “grupos religiosos populares que saíram do pentecostalismo brasileiro, mas que não tiveram continuidade em áreas fundamentais para serem incluídos no campo evangélico”.
Mas reconhece que a igreja liderada pelo bispo Edir Macedo “cresce no meio de múltiplos escândalos… mesmo diante de seu declínio revelado no último Censo…  A Universal é associada, na mente do brasileiro, à Rede Record, a catedrais bonitas em regiões nobres de grandes cidades e a uma voz de peso em várias camadas da política nacional”.
Em relação ao futuro, Bledsoe acredita que essas igrejas continuarão existindo por um motivo simples: “Sempre teremos pessoas com problemas físicos, econômicos, conjugais e outras crises para superar. Além disso, o brasileiro é naturalmente místico, o que supera a visão racional das coisas. As pessoas encontram ali um serviço especializado, baseado em lemas como “pare de sofrer” ou “aqui o milagre acontece”.
O estudioso norte-americano defende que falta às igrejas evangélicas uma identidade doutrinária que possa deixar claro sua diferença das neopentecostais como a IURD, IMPD, Graça e outras. Por isso as igrejas que possuem preocupação com a necessidade de se estudar a Bíblia e estabelecer doutrina claras, acabam se perdendo em meio ao crescente número de prédios que ostentam placas dizendo ser uma igreja evangélica.
“A igreja é um grupo, mas nem todos os grupos são igrejas”, resume.

Papa Francisco afirma que entre cristãos há “bandidos que usam a religião como um negócio”

Papa Francisco afirma que entre cristãos há “bandidos que usam a religião como um negócio” e ressalta: “O único caminho é Jesus”
Numa missa realizada ontem, 22 de abril, na Casa Santa Marta, o papa Francisco afirmou que na comunidade cristã existem “ladrões e bandidos que usam a religião como um negócio”.
Durante sua homilia, Francisco afirmou que no contexto do corpo de Cristo, “a única porta para entrar no Reino de Deus, para entrar na Igreja” é Jesus, e as pessoas que buscam fazer parte da comunidade sem entrar por essa porta, estão querendo “tirar proveito em benefício próprio”.
Segundo o papa da Igreja Católica, “na comunidade cristã há arrivistas”, que segundo ele, “fingem que fazem parte mas são ladrões e bandidos, já que roubam a glória de Jesus, buscam sua própria glória. Para eles, como os fariseus, a religião é um negócio”, alertou, de acordo com informações do G1.
O papa ressaltou ainda que os verdadeiros cristãos são “humildes, pobres, justos, mansos” e que devem ter como característica, “seguir as bem-aventuranças”. Francisco observou ainda que “há muitos caminhos, talvez mais vantajosos, para chegar, mas são enganosos, não são verdadeiros, são falsos. O único caminho é Jesus”.
Contra os críticos que possam rebater seu discurso classificando-o como inadequado, Francisco respondeu: “Alguns dirão, Pai, o senhor é fundamentalista! Não, simplesmente Jesus disse isso: ‘eu sou a porta, eu sou o caminho que dá a vida’. Só isso”, argumentou, antes de mencionar a ambição como uma fraqueza que leva os homens a crerem que são “donos deles mesmos e não ser humildes filhos e servos do Senhor”, e isso os leva a tentar entrar no céu “por outras portas ou outras janelas”.
-Não busquem outras portas que parecem mais fáceis, confortáveis. Chamem sempre a de Jesus. Ele jamais desilude, jamais engana. Jesus não é um ladrão, não é um bandido. Deu sua vida por nós e cada um de nós devemos pedir por favor que nos abra, que nos deixe entrar – orientou o papa.

Ateu é expulso da sala de aula no Paraná


roncadorDepois de recusar a participação nas orações que ocorriam no princípio das aulas, um adolescente de 16 anos (que não teve seu nome revelado) foi convidado a sair da classe por sua professora de inglês.

O fato ocorreu no Colégio Estadual General Carneiro, na cidade paranaense de Roncador (a 400 km de Curitiba), no último dia 12, e foi divulgado na tarde de ontem, pelo site de notícias G1.
“Ela entrou na sala e mandou todo mundo levantar para participar da oração. Eu e mais um menino ficamos sentados e ela falou pra gente se retirar da sala. Saímos e quando terminou a oração, ela nos chamou”, afirmou o jovem expulso de sala.
Toda a situação deixou o rapaz bastante constrangido. E ao chegar em casa relatou o fato ao seu tio, que se moveu a favor por também ser ateu.
O estudante, em seguida, comunicou-se com a Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea) através de uma rede social.
A Atea então decidiu colocar à disposição do colégio, alguns embasamentos legais que defendem a conduta de ateus e agnósticos.
Segundo a associação, o artigo 5º da Constituição Federal determina que “é inviolável a liberdade de consciência e de crença”.
Além deste argumento, o grupo abordou outros dois artigos que abordam o repúdio aos atos de discriminação e a doutrina que declara a exclusão das Igrejas no poder político.
Após o ocorrido, a diretoria da escola decidiu encerrar com as orações antes das aulas, mesmo sendo um hábito natural na cidade, de acordo com um comentário da diretora.
“A cidade tem dois padroeiros e a maior parte da comunidade é religiosa. Todos são habituados a ficar em pé e rezar. (...) A professora não fez isso pra constrangê-lo ou discriminar”, disse a diretora.
O aluno afirmou que ainda é vítima de certo espanto por outros alunos, e diz querer ajudar a acabar com o preconceito contra ateus.

Idosa perde mais de meio milhão tentando se livrar do demônio


Idosa perde mais de meio milhão tentando se livrar do demônioA aposentada Orlanda de Oliveira Rosa, 82, entregou uma casa no valor de R$ 500 mil além de outros bens, como dinheiro e dois veículos a um casal de supostos pastores que prometiam livrar a vítima do demônio.
Afrânio Alves Corrêa, advogado da aposentada que vive em Campo Grande, MS, explica que golpe foi aplicado aos poucos. A suposta pastora começou pedindo um micro-ondas, e foi aumentando a demanda até obrigarem a senhora a comprar uma casa em nome da acusada.
“Eles manipulavam o sentimento religioso dela, dizendo que tinham acesso a outros parentes já falecidos, e essas pessoas estariam fazendo reivindicações. E por serem caras a ela, essas pessoas, a idosa atendia às reivindicações”, explica.
Orlanda por sua vez diz que confiava. “Ela (a pastora) falou que tinha um demônio no carro e que eu não podia pegar, porque eu ia até morrer. Disse que ia levar para um irmão orar”, lembra.
A polícia investigava o caso desde 2011 e reuniu provas de que o crime de estelionato era praticado durante pelo menos um ano. O Ministério Público do Mato Grosso do Sul fez a denúncia formal em dezembro de 2012. Na ocasião, a idosa recebeu uma liminar para que o imóvel fosse devolvido a ela. Os pretensos pastores recorreram, mas a decisão foi mantida em novo julgamento este ano.
Esse tipo de situação constrange os evangélicos. O presidente da Aliança Evangélica de Mato Grosso do Sul, pastor Ronaldo Leite Batista diz que as pessoas podem evitar esse tipo de golpe por pessoas que se dizem pastores, mas não têm como provar.
“Esse religioso faz parte de um conselho de pastores? Presta contas a alguém? São perguntas importantes para se verificar se um líder está realmente com o propósito de pregar a palavra de Deus e ajudar as pessoas ou está usando da boa fé das pessoas para extrair coisas ao seu benefício próprio”, ensina.

Líder muçulmano iraquiano deixa o Islã e converte-se ao cristianismo

Líder muçulmano iraquiano deixa o Islã e converte-se ao cristianismo
A agência de notícias curda “Rudaw” informou que um líder muçulmano se converteu ao cristianismo em Dohuk, no Iraque. A notícia foi confirmada por um funcionário do Ministério das doações e dos Assuntos Religiosos do Iraque-Curdistão, segundo o qual o Comitê Fatwa em seu Ministério não funciona para aqueles que se convertem do islamismo para outra religião.
Este relatório foi refletido nos meios de comunicação iranianos. O site de notícias “BultanNews”, associado a serviços de inteligência iranianos, disse que uma filha de outro líder muçulmano em Erbil, Iraque-Curdistão, também se converteu ao cristianismo com seu marido, conforme publicado pela Mohabat News.
- Por algum tempo, os missionários têm feito um trabalho evangelístico no Curdistão iraquiano, muitas pessoas estão mudando sua religião em troca de presentes materiais e convertido ao cristianismo – escreveu o site de notícias.
- O governo do Curdistão iraquiano não está reagindo às atividades de organizações missionárias, e, como resultado cristãos convertidos já realizaram quatro conferências nessa área – completou o relatório.
Segundo o site Acontecer Cristiano, o cristianismo tem atraído muitos jovens muçulmanos, e não se limita ao Curdistão iraquiano. De acordo com o site, jovens em todo o Iraque e Síria também estão mostrando interesse em conhecer e aceitar Jesus Cristo como seu Salvador.

Igreja evangélica mantém tradição do século XX e possui templos diferentes para negros e brancos

Igreja evangélica mantém tradição do século XX e possui templos diferentes para negros e brancos
A cidade rural de Canguçu, no Rio Grande do Sul, possui uma peculiaridade na Igreja Luterana local: uma congregação para negros e outra para descendentes de alemães.
A divisão teve origem no início do século XX, numa proibição aos negros de frequentarem os cultos junto com os descendentes dos imigrantes europeus. Na época, havia resistência dos membros da denominação para a permissão de que os negros entrassem nos templos, embora a denominação desenvolvesse trabalhos missionários em comunidades quilombolas.
Atualmente, a proibição não existe mais, embora o costume de cultuar em templos diferentes permaneça. A cidade, que possui 53 mil habitantes e fica a 300 km de Porto Alegre, abriga a congregação Redentora, formada por descendentes de europeus, e a congregação Manoel do Rego, fundada em 1927 e formada por afrodescendentes.
O pastor Edgar Quandt é o líder das duas congregações, e diz que já houve tentativas fracassadas de tornar as igrejas em uma só. Segundo o presidente da associação quilombola da cidade, Marco Antônio Matos, os membros de ambas as congregações decidiram que o melhor seria manter como está.
Esse caso é único em todo o país, e de acordo com o jornal Folha de S. Paulo, as duas linhas da denominação – Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e Igreja Evangélica Luterana do Brasil – não possuem relato de algo semelhante.
O coral da congregação Redentora conta com membros das duas congregações, e outras atividades eclesiásticas, como festas por exemplo, são realizadas em conjunto. “Não há discriminação, como às vezes parece de fora. Eles gostam de ter [cada um] a sua congregação. Há uma integração muito boa em toda a nossa igreja”, diz o pastor Quandt.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Lenda da mitológica ilha de Hy-Brasil

757115991209514 Lenda da mitológica ilha de Hy Brasil?
Sem dúvida, você já ouviu falar bastante sobre Atlântida, a cidade perdida no meio do oceano que separa as Américas da Europa e África. A lenda foi tão famosa na antiguidade que, até hoje, se fala do local. Entretanto, o que muita gente não conhece é a lenda da segunda ilha perdida no Atlântico. Essa seria a Ilha de Hy-Brasil, encontrada por alguns navegadores a oeste da Irlanda. As histórias desses exploradores são tão vívidas e, em certo ponto, coerentes, que a maioria dos mapas feitos nos séculos XIV e XV posicionam o local praticamente na mesma região.
Muita gente acredita que o mito de Atlântida teria profundas relações com a possível existência de Hy-Brasil. As descrições de ambas as lendas falam de uma sociedade avançada cheia de riquezas e perdida no meio do oceano. Ao contrário de Atlântida, que estaria afundada para sempre no mar, Hy-Brasil é um local que aparece aos olhos humanos uma vez a cada sete anos.

O nome do Brasil tem a ver com essa lenda da ilha mitológica?

Existe a possibilidade de isso ser verdadeiro. Entretanto, como sabemos, o Pau Brasil é a fonte mais provável do nome de nosso país, mas a origem da designação dessa árvore pode ser relacionada às lendas de Hy-Brasil. Fora isso, como a ilha seria um local cheio de riquezas, é possível ainda que o país tenha de fato recebido esse nome por conta também de suas riquezas naturais em analogia.
7571159912095455 Lenda da mitológica ilha de Hy Brasil?Outra teoria mais especulativa fala sobre os elementos da nossa bandeira relacionados ao formato da ilha de Hy-Brasil. O local mitológico seria uma formação de terra em formato de um círculo perfeito com um canal em semicírculo o cortando ao meio. Coincidência ou não, o círculo central da bandeira brasileira tem exatamente esse desenho.
O globo do céu azul com as estrelas representando as unidades da federação é cortado por uma figura no mesmo estilo do canal de Hy-Brasil, onde encontramos o nosso lema. Entretanto, o significado oficial para essa representação é simplesmente a Linha do Equador que cortava o norte do antigo território do Pará.


O surgimento da lenda

A ilha misteriosa que aparece a cada sete anos começou a ser colocada nos mapas a partir de 1325, muito tempo antes dos portugueses chegarem a esta parte da América. O cartógrafo genovês Angelino Dalorto marcou a ilha a oeste da Irlanda. Depois disso, diversos cartógrafos seguiram o exemplo do genovês e fizeram o mesmo.
7571159912095714 Lenda da mitológica ilha de Hy Brasil?Como a localização marcada nos mapas, a ilha passou a ser procurada com o objetivo de verificar a sua existência e definir a sua localização correta. Entretanto, a tarefa nunca foi fácil. Mesmo assim, alguns navegadores afirmam ter conseguido colocar os pés no local mitológico e trazido ouro, prata e até um ancião provenientes de Hy-Brasil.

O relato mais famoso sobre uma viagem ao local foi o do Capitão irlandês John Nisbet. Segundo ele contou, seu navio estava navegando próximo à costa irlandesa e, de repente, uma neblina se formou. Assim que ela desapareceu, os tripulantes perceberam que o barco estava já muito próximo das rochas. Eles ancoraram e, em seguida, quatro membros da tripulação foram visitar a ilha.
Um dia após a partida, os visitantes voltaram ao navio com ouro e prata e trouxeram também o velho homem mencionado anteriormente. Assim que o navio retornou para a costa irlandesa, outro foi mandado para Hy-Brasil, que também conseguiu encontrar o local. Além desses, dezenas de histórias foram contadas sobre o lugar que nunca mais pôde ser comprovado.
Além disso, estudos na região onde deveria estar a ilha de Hy-Brasil mostram que já pôde ter existido terra firme naquele local, levando em conta traços como a presença de algumas conchas e o relevo do fundo do mar ali e até no norte da Irlanda.
7571159912010049 Lenda da mitológica ilha de Hy Brasil?
Hoje, mesmo com o monitoramento por satélite de todo o globo, a ilha de Hy-Brasil nunca mais foi avistada. Se a lenda realmente fosse verdadeira, isso poderia ser explicado pelo curto período de aparição do local, que pode ter driblado as visitas dos satélites sobre a Irlanda.
Mas o que você acha? Esta ilha misteriosa realmente existe ou existiu nos séculos anteriores? Teria Teixeira Mendes, o criador do formato atual de nossa bandeira, se inspirado no desenho da ilha misteriosa?

O mistério que ronda o atentado de Boston


Muitos estudiosos garantem que o atentado às Torres Gêmeas, não foi causado por nenhum terrorista e sim pelo próprio governo americano em comparsa com os Illuminatti.
Depois do atentado em Boston, algumas pessoas lembraram do famoso jogo do grupo secreto, que tem uma carta que previa o atentado.
Parece que tudo já está decidido e que realmente estamos sendo controlados. Será?
A carta diz que "ninguém nunca suspeita de um corredor inofensivo. Este grupo adiciona dois pontos para qualquer tentativa de assassinato. Ele não pode ser destruído!"
Sem contar que, coincidência ou não, a cor de um dos grandes times de Boston é verde. Correpresentada na carta.
Outro fato curioso é que o jornal Boston Globe avisou no Twitter:
“Autoridades : Teremos explosões controladas na parte oposta à livraria dentro de um minuto como parte de atividades do esquadrão antibombas”.
O estranho é que a terceira bomba explodiu justamente na biblioteca… As autoridades ainda não sabem se existe alguma ligação desta bomba com as outras que fizeram vítimas.
Quando se trata de qualquer atentado aos EUA, sempre temos a impressão de que existe muito mais coisas por baixo do pano do que podemos imaginar.
Não sabemos a verdade. Até agora tudo o que temos não passam de especulações, mas milhares de pessoas em todo o mundo já estão discutindo sobre a legitimidade do atentado.
O atentado pode ter sido obra dos terroristas, dos Illuminati e até de um adolescente americano sem noção, como tantos que já vimos cometerem crimes por lá, porém, o suspense ainda está no ar, e você, faz ideia de quem foi o responsável pelo ataque?

Ciencia

Ciencia