expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Italiano afirma ter encontrado a Torá mais antiga do mundo

toráMauro Perani, professor de hebraico da Universidade de Bolonha, na Itália, afirmou, na última quarta-feira, 29, que encontrou a Tora completa mais antiga do mundo, datada entre os anos de 1155 e 1225.

O rascunho estava na biblioteca da universidade havia mais um século e pesquisadores imaginavam que a obra datava do século XVII. “Um judeu que era bibliotecário na universidade examinou o rolo em 1889 e o catalogou escrevendo ‘século XVII seguido de um ponto de interrogação’”, disse Perani à Reuters.
Na preparação de um novo catálogo de obras judaicas da universidade, Perani suspeitou que o bibliotecário realmente não havia reconhecido a idade do rolo corretamente. “Eu percebi que o estilo de escrita era muito mais velho que o século XVII, então eu consultei outros especialistas”, contou.
O rolo da Tora tem 36 metros de cumprimento e 64 centímetros de altura e está divido em 58 seções. Contém grafias e formatos de escrita que não eram utilizados por copistas judeus no século XVII e foi escrito em couro de cabra.
Após consultar outros especialistas, Perani levou o rolo para a Universidade de Salento, no sul da Itália e, junto com pesquisadores da Universidade de Illinois, nos EUA, submeteram amostras da Torá a testes de carbono-14 para definir sua datação, que foi definida entre a segunda metade do século XII e o início do XIII.
A Torá, também conhecida como Pentateuco, consiste nos livros de Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. A versão completa mais antiga datava do século XIII.

Exorcista afirma que já afastou 160 mil demônios e que irá pedir papa mais liberdade para exorcistas

armothO padre católico Gabriele Amorth, de 88 anos, que afirma ter enviado de volta para o inferno mais 160 mil demônios afirmou que irá pedir ao papa Francisco que autorize todos os padres a realizarem exorcismos sem a pré-aprovação da igreja para lidar com o aumento da demanda do ritual entre os fiéis.

Vou pedir ao papa para dar aos padres o poder de realizar exorcismos, e garantir que padres sejam treinados corretamente para os rituais durante o seminário. Existe uma grande demanda”, diz Amorth.
O padre, em entrevista ao The Sunday Times, afirma que irá fazer o pedido ao papa inspirado num suposto exorcismo que Francisco realizou em plena Praça São Pedro. “O papa também é o bispo de Roma, e como todo bispo ele também é um exorcista. E aquilo foi um exorcismo verdadeiro. Se o Vaticano nega isso, é sinal de que eles não sabem de nada”, diz.
Amorth ainda explica que o suposto exorcismo realizado por papa Francisco ajuda a balancear um mundo no qual as pessoas não acreditam no diabo. “Vivemos em uma era na qual Deus foi esquecido. E sempre que Deus não está presente, o diabo lidera”, afirma o padre.
“Atualmente, infelizmente, os bispos não nomeiam tantos exorcistas. Precisamos de muitos mais. Espero que Roma mande nossas diretivas aos bispos espalhados pelo mundo para que eles nomeiem mais exorcistas”, clama o padre.
Um documento datado de 1614 estipula as maneiras como os sacerdotes católicos treinados para rituais de exorcismo devem operar. De acordo com as diretrizes estabelecidas pela igreja, os padres devem seguir um ritual conhecido como “De exorcismis et supplicationibus quibusdam”, ou, em português “Exorcismos e determinadas súplicas”.
O padre acredita que o número de padres treinados para realizar tais rituais deve aumentar especialmente porque “há agora, mais do que nunca, necessidade de combater pessoas possuídas por ‘magos’ e ‘satanistas’”. “O diabo está sempre escondido e a coisa que ele mais quer é que as pessoas acreditem que ele não existe. Ele estuda cada um de nós e nossos gostos e tendências sejam para o bem, sejam para o mal para nos tentar”, assevera Armoth.

Médica que anunciava cura para o câncer em emissora de TV evangélica é condenada a 14 anos de prisão por fraude

Médica que anunciava cura para o câncer em emissora de TV evangélica é condenada a 14 anos de prisão por fraudeUma médica que anunciava num programa de TV evangélico ter encontrado um remédio para curar o câncer foi condenada a 14 anos de prisão por fraude.
Christine Daniel, 58 anos, apresentava um composto chamado “C-Extract”, que segundo ela, teria sido criado a partir de ervas especiais da África e América do Sul.
Entretanto, ficou comprovado que o “composto marrom”, como foi apelidado pela mídia, continha apenas uma mistura de vitaminas que podem ser encontradas em qualquer farmácia. Houve ainda boatos que Christine teria incluído alguns ingredientes controversos, como protetor solar.
Nas propagandas do “C-Extract” a médica dizia que o produto tinha “uma taxa de cura de 60%” e que existiam pessoas “que estavam vivas por causa deste tratamento”.
De acordo com o Huffington Post, Christine Daniel teria fraudado os pacientes em maios de US$ 1 milhão com a promessa de reverter câncer em estágio avançado e outras doenças.
O “C-Extract” era anunciado pela médica no programa Praise the Lord na TBN, uma emissora de TV evangélica que costumeiramente se envolve em polêmicas. O proprietário da emissora é adepto à teologia da prosperidade e já se envolveu em escândalos diversos.
O promotor do caso afirmou que “O escopo da fraude de Daniel foi de tirar o fôlego. Christine Daniel roubou as vítimas de mais do que dinheiro – ela também roubou as suas esperanças e sonhos para uma cura. Ela é responsável por uma fraude fria e chocante que trouxe-lhe uma sentença de prisão federal merecida”, disse Andre Birotte Jr.
Na sentença, além da condenação à prisão por 14 anos, o juiz Robert Timilin também determinou que a médica seria multada em US$ 12,7 milhões.

Cem mil cristãos são mortos por ano por razões ligadas à fé

Cem mil cristãos são mortos por ano por razões ligadas à féO Vaticano divulgou esta semana um relatório que aponta para o número alarmante de mais 100 mil cristãos mortos todos os anos por razões relacionadas à fé. O anúncio foi feito pela Rádio Vaticano com base nos dados levantados pelo observador permanente da Santa Sé nas Nações Unidas.
O monsenhor Silvano Maria Tomasi anunciou que “mais de 100 mil pessoas são mortas por ano, por motivos que têm alguma relação com sua fé”. Ele lembrou da violência em que estes cristãos são submetidos e que são obrigados a renunciar a sua fé.
Sequestros de líderes religiosos também foi citado por monsenhor Tomasi que lembrou do caso de dois padres ortodoxos que foram sequestrados na Síria.
O relatório foi mostrado durante a 23ª sessão do diálogo interativo entre o Conselho dos Direitos Humanos e o alto comissário, quando o Tomasi afirmou que os dados apresentados chegavam a uma “conclusão chocante”.
As investigações do Vaticano apontam o Oriente Médio, África e Ásia como as regiões onde ocorrem o maior número de violações contra a liberdade religiosa, o mapa bate com os anunciados por outras instituições como o Ministério Portas Abertas.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

A mansão Winchester

“Winchester Mystery House é uma mansão na Califórnia célebre por ser supostamente assombrada. Atualmente uma atração turística, foi originalmente a residência pessoal de Sarah Winchester, esposa do magnata da indústria de armamentos William Wirt Winchester.
Sob a supervisão de Sarah, a construção foi mantida 24 horas por dia durante 38 anos, de 1884 até sua morte em 5 de setembro de 1922, quando as obras foram imediatamente interrompidas.
A mansão, em estilo Queen Anne Vitoriano, é notável por suas amplas dimensões e a completa falta de projeto estrutural. De acordo com o imaginário popular, Sarah acreditava que a casa era assombrada pelos fantasmas daqueles mortos por rifles Winchester, e que só a construção contínua poderia apaziguá-los.” – Fonte: Wikipedia
História
A história começa quando o Marido de Sarah (William Wirt Winchester) morre em 7 de março de 1881, e Sarah herda uma gigantesca fortuna, e entra em total depressão.
Certa noite, pouco tempo depois da morte de seu marido, Sarah ouve barulhos, gritos horríveis por toda a casa. E assim continua por vários dias seguidos.
Completamente desesperada, Sarah vai até um médium espírita, esta informa que o marido de Sarah se encontra ali, e ele disse que os espíritos atormentados das pessoas mortas pelos rifles Winchester, estão vagando em ódio. E que foram eles que haviam matado uma filha do casal e o próprio William, e que ela seria a próxima.
A médium então fala para Sarah que ela deve mudar de casa, e que o seu marido irá guia-la e sendo assim, ela saberia qual casa comprar. Essa casa deveria ser reformada para que os espíritos de luz pudessem ali ficar para protegê-la, e os maus espíritos se acalmassem.
Então Sarah sai pelos EUA a procura de uma casa até chegar em Santa Clara, onde encontra uma casa de 6 cômodos, que ainda estava em obras, e sente que é aquela casa que deve comprar.
Então, como a médium havia le falado, Sarah começa as obras, construiu novos quartos e cômodos na esperança de viver em paz. No entanto, apesar dos seus esforços, sua obra não fez parar os tormentos que a acompanhavam.
Vozes, aparições e até sons, eram ouvidos constantemente na casa. Assim, Sarah começa uma espécie de jogo macabro, quartos e mais quartos são feitos, ela demolia e reconstruía cômodos incessantemente, aumentava, diminuía, construía um quarto em torno de outro, selava quartos, construía escadas e mais escadas que não chegavam a lugar nenhum.
winchester- escadas
winchester- escadas2
Várias portas que ao se abrirem davam para um vão vazio e quartos com passagens secretas, bem como labirintos e armários que ao se abrirem mostravam apenas paredes.
Tudo isso ela fazia para confundir os maus espíritos que ali entravam
As obras na casa nunca cessavam.
Os trabalhadores se revezavam de maneira que 24h por dia se ouviam os martelos e ferramentas na construção.
Sarah nunca tinha um projeto ou planta, pois isso poderia ensinar e alertar os espíritos, o chefe de obras chegava pela manhã e Sarah dava as instruções do que queria para o dia. E no dia seguinte ela poderia demolir o que foi feito no dia anterior e reconstruir de outra forma.
Assim os espíritos poderiam ficar mais e mais confusos.
Foi construída uma sala, chamada de quarto azul, onde ninguém jamais entrou enquanto Sarah ainda era viva.
Somente ela entrava ali para suas sessões espíritas. Dizem que o quarto foi construído como uma passagem para o outro mundo, sendo que ali ela recebia os espíritos durante as sessões.
A casa já tinha 7 andares, vários e vários cômodos, inúmeras lareiras e incontáveis janelas, quando em 1906 um terremoto destruiu parte da casa, jogando os 3 últimos andares no chão. Porém Sarah não parou.
Os cômodos destruídos foram selados, e novos cômodos foram construídos em voltas deles. Sarah acreditava que os espíritos que estavam nestes cômodos na hora do terremoto, ficariam aprisionados eternamente.
As obras não pararam, e por 36 anos, vários carpinteiros e trabalhadores, aumentaram, destruíram, selaram e mudaram a casa até que, em 1922, após uma sessão espírita no quarto azul, Sarah foi se deitar e morreu durante o sono aos 83 anos de idade, Deixando uma casa com aproximadamente 160 cômodos, 47 lareiras, 10,000 janelas e incontáveis escadas e portas. E assim, as obras foram finalmente interrompidas.
Tempos depois a casa foi vendida para um grupo de investidores que planejavam usar a casa como atração turística.
Na primeira contagem, eles divulgaram que a casa possuía 148 cômodos. Numa segunda contagem o número foi para 160.
Mas a cada contagem se chegava a um número diferente.
Era impossível saber o número de cômodos que a casa possuía.
O lugar era tão confuso e tão cheio de labirintos que os trabalhadores demoraram mais de 6 semanas para retirar a mobília da casa.
Hoje ela é registrada como a maior casa da Califórnia com número desconhecido de cômodos.
Contudo, ainda hoje, visitantes e funcionários afirmam ouvir vozes e presenciar aparições estranhas dentro da casa.
Talvez, os espíritos que ali entraram, jamais conseguiram sair…
Final
winchester final
final1

Assista:


Crime de intolerância: vizinho mata família evangélica por discordar de opção religiosa

Crime de intolerância: vizinho mata família evangélica por discordar de opção religiosaUma família foi morta a facadas por um vizinho que não concordava com a opção religiosa deles, que eram evangélicos.
O rapaz, que segundo a Polícia Militar estava transtornado, invadiu a residência dos vizinhos e desferiu golpes contra todos os que estavam na casa: o pai, a mãe, e os dois filhos do casal, de um e três anos de idade.
Um terceiro filho do casal, de 10 anos, que estava na escola na hora do ataque, escapou sem ferimentos. A menina de três anos foi salva pela mãe, que correu após sofrerem os primeiros golpes.
Mãe, pai e o filho de apenas um ano, Esmael Davi, não resistiram aos ferimentos. A outra criança, de três anos, permanece internada, em estado grave.
O rapaz que realizou o ataque e o pai da família que foi atacada eram sócios numa loja de móveis, mas o motivo do surto que resultou na morte das três pessoas foi a discordância dele em relação à religião praticada pelo amigo.
Na delegacia, o rapaz afirmou que não concordava com o fato de eles serem evangélicos e que não se arrependia de tê-los matado.

Saiba o que significa o feriado de Corpus Christi

A comemoração de Corpus Christi é um dos dez feriados nacionais brasileiros. É nele que os católicos celebram o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo, um dos sacramentos da Eucaristia. A comemoração ocorre após a Festa da Santíssima Trindade, sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. A data também pode ser calculada pelo domingo de Páscoa, já que é realizada 60 dias depois.
A celebração do Corpus Christi teve origem no século 13, mais precisamente em 1243, em Liège, na Bélgica, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Jesus Cristo que apontava não haver festas para honrar esse sacramento.
A Bíblia diz que que durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, ele teria mandado que celebrassem sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho, que se transformariam em seu corpo e em seu sangue. "Através da Santíssima Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós", lembra Dom Orani João Tempesta, arcebispo metropolitano do Rio de Janeiro, em comunicado oficial da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil aos fiéis.
E foi a partir da visão e da cobrança de Jesus, que a freira belga lutou para que houvesse um reconhecimento da data, que mais tarde ficou conhecida como Corpus Christi, quando, em 1264, o papa Urbano 4º consagrou a festa para toda a Igreja a partir da Bula Papal “Trasnsiturus de hoc mundo”.
A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. 
Além da missa e procissão, a tradição católica também tem o costume de enfeitar as ruas com grandes tapetes coloridos que formam desenhos que fazem alusão à figura de Cristo, do pão e do cálice.
A tradição da confecção do tapete surgiu em Portugal e veio para o Brasil com os colonizadores. Os desenhos utilizados são variados, mas enfocam principalmente o tema Eucaristia. No Brasil essa tradição foi ampliada, atingindo inclusive comunidades, bairros e até colégios.
Os tapetes confeccionados para a festa de Corpus Christi são feitos de materiais como serragem colorida, borra de café, farinha, areia, tampinhas de garrafas, flores e folhas. Entre as procissões mais conhecidas feitas pelo Brasil está a da cidade de Matão, no interior de São Paulo, que ano passado contou com a presença de 40 mil pessoas. Segundo a prefeitura da cidade, este ano, a Festa de Corpus Christi terá os desenhos confeccionados manualmente por 700 voluntários em um trajeto no formato de cruz. Para isso, serão utilizadas 70 toneladas de dolomita, areia e vidro moído.

    Possessão demoníaca coletiva de jovens em escola causa tumulto e pânico entre alunos e professores

    Possessão demoníaca coletiva de jovens em escola causa tumulto e pânico entre alunos e professoresUma possessão demoníaca numa escola pública na Colômbia causou tumulto e levou pânico a alunos e professores. Quatro jovens teriam sido possuídos por espíritos malignos de acordo com as testemunhas.
    Os jovens da cidade de Isnos desmaiaram sequencialmente, e quando acudidos, despertaram com comportamentos incomuns, demonstrando agressividade com gestos e gritos.
    Em meio ao tumulto, pastores evangélicos da região foram chamados para exorcizar os jovens. De acordo com o site Noticia Cristiana, os jovens pareciam ter força sobre humana, e foram necessárias várias pessoas para segurá-los.
    Segundo uma das testemunhas, a expulsão dos demônios de uma adolescente foi mais difícil do que os demais: “Ela agiu violentamente, jogando mesas e cadeiras para o chão. Ela correu e bateu no portão da escola, o que deu origem a um ferimento em sua cabeça”, disse Alvaro Gomez.
    O Sr. Gomez afirmou que as imagens que presenciou eram surreais: “Ela estava com o rosto desfigurado, parecendo um animal, com olhos esbranquiçados e expondo a língua mais do que o habitual. Foram gestos muito horríveis, com uma voz profunda, o que gerou medo entre os presentes. A voz disse que era satanás, e que iria levar a todos”, contou.
    Ainda segundo Gomez, houve boatos de que um dos jovens que foi possuído havia passado os dois últimos anos praticando um jogo que supostamente evocaria demônios.
    Os pastores que foram chamados para expulsar os demônios levaram cerca de três horas para conseguirem exorcizar os jovens, e um deles teria chamado um padre especialista em exorcismo para ajudá-los, porém a ajuda nunca chegou.

    quarta-feira, 29 de maio de 2013

    Padres e freiras criam grupo contra abuso sexual na igreja nos EUA

    Catholic WhistleblowersUm grupo de freiras e padres tornou pública uma campanha contra o abuso sexual nas igrejas, no Estados Unidos. Eles se denominam Catholic Whistleblowers (‘Denunciantes Católicos’, em tradução livre) e querem motivar o novo papa a ‘limpar a casa’.

    Eles surgiram informalmente no ano passado e muitos deles tiveram experiências de abusos no passado. Outros são advogados que tiveram que lidar com casos de abusos na igreja. O objetivo do grupo é defender as vítimas bem como os delatores de maneira a transformar a igreja em um lugar melhor e seguro.
    “Nós dedicamos nossas vidas para as igrejas”, disse o Rev. John Bambrick, um padre da Diocese de Trenton, segundo o New York Times. “Ter criminosos sexuais no ministério é prejudicial ao nosso ministério”.
    Os ‘Denunciantes Católicos’ enviaram uma carta ao papa Francisco de maneira a “restaurar a confiança dos fieis”. O grupo deu recomendações como a política de “tolerância zero” para membros do clero que já tenham cometido abusos sexuais.
    O grupo também pede que se exonerem todos os bispos que obstruiram a justiça e incentiva a criação de um fórum internacional para o diálogo entre os sobreviventes e a liderança da igreja.
    Um dos membros do grupo, o padre Bruce Teague manteve em segredo o fato de ter sido abusado pelo padre de sua paróquia, no Estado de Massachusetts, por mais de 30 anos.
    Teague, 65 anos, foi abusado sexualmente aos nove anos de idade, quando era coroinha de sua igreja. “Eu não sabia o que estava acontecendo. Cresci em uma família católica de origem irlandesa em que nunca se falava sobre sexo”, disse ele, segundo a BBC Brasil.
    Ele tornou público o seu segredo na década de 1990, quando já era padre por cerca de uma década. “Eu contei minha história e me dediquei a ajudar outros sobreviventes de abuso sexual”, afirmou.
    Os membros do grupo esperam que através desse trabalho todas as crianças na igreja estejam seguras e que quaisquer infratores sejam devidamente punidos.

    “Até o papa tem pecados”, diz Francisco ao afirmar que a Igreja Católica é obra de Deus

    “Até o papa tem pecados”, diz Francisco ao afirmar que a Igreja Católica é obra de DeusO papa Francisco afirmou nesta quarta-feira, 29 de maio, na Praça de São Pedro, que a Igreja Católica é uma instituição divina e que até ele possui pecados.
    Perante 100 mil pessoas que compareceram ao local sob chuva, Francisco afirmou que o “projeto de Deus” é que as pessoas formem uma família: “Neste projeto, encontra suas raízes a Igreja, que não é uma organização nascida do acordo de algumas pessoas, mas, como nos recordou tantas vezes o Papa Bento XVI, é obra de Deus”, disse.
    A ideia de família, segundo Francisco, é encontrada no desejo de Deus que as pessoas vivam em comunhão, e se encontra representada no convite a “sair do individualismo, da tendência a se fechar em si próprios”.
    O papa lembrou que muitos vivem sob o lema “Cristo sim, Igreja não” ou “creio em Deus, mas não nos sacerdotes”, e ressaltou que essa postura é consequência de falhas humanas cometidas ao longo da história: “Com certeza, os que a compõem – padres e fiéis – têm defeitos, imperfeições e pecados. Também o Papa tem muitos pecados, mas quando nos damos conta desse pecado, encontramos a misericórdia de Deus. Deus sempre perdoa. Não nos esqueçamos disso”, observou.
    Segundo o papa Francisco, reconhecer o pecado e aceitar a “humilhação” recorrente “permite ver algo mais belo”, que seria o amor de Deus para com o ser humano: “Quando o pecado rompe essa relação, Deus não nos abandona. Toda a história da salvação é a história de Deus que busca o homem, lhe oferece seu amor e o acolhe”, disse.

    IGREJA SE PREPARA PARA CELEBRAR CORPUS CHRISTI

    Igreja se prepara para celebrar Corpus ChristiA Igreja Católica celebra nesta quinta-feira, 30 de maio, a Festa do Corpo de Cristo ou como é mais conhecida, Corpus Christi. Na solenidade, o povo segue em procissão pelas ruas para adorar Jesus sacramentado na Eucaristia.

    Na procissão realizada no ano passado pela Paróquia São José, o bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach, frisou a importância do sacramento para os cristãos católicos: “A força da nossa vida, para nós católicos, é a Eucaristia. Em nosso dia a dia, Jesus nos convida a prepararmos bem a nossa vida para que Ele possa celebrar nela sempre o ‘grande banquete’, enquanto estivermos na caminhada, peregrinando por este mundo, até um dia participarmos do banquete definitivo, no céu”.

    A festa de Corpus Christi é a celebração na qual a Igreja comemora a instituição do Santíssimo Sacramento da Eucaristia. Propriamente, a Quinta-Feira Santa seria o dia da instituição, mas a lembrança da Paixão e Morte de Jesus Cristo não permite uma celebração festiva. No Corpus Christi, os fiéis agradecem e louvam a Deus pelo dom da Eucaristia, Corpo e Sangue de Cristo. Ela é o centro da vida cristã onde o Senhor se faz presente como alimento e remédio para as almas.

    Conforme Dom Jacinto, o gesto de enfeitar o caminho por onde Jesus Sacramentado irá passar, recorda a recepção do povo durante sua entrada triunfal em Jerusalém. Antigamente, as cidades eram enfeitadas quando recebiam a visita de reis e príncipes. Assim é para a Igreja, o Cristo Rei do universo que caminha com seu povo.

    terça-feira, 28 de maio de 2013

    Estudos querem comprovar a contribuição da fé para evitar ou recuperar problemas no coração

    Estudos querem comprovar a contribuição da fé para evitar ou recuperar problemas no coraçãoA máxima de que a fé ajuda de forma prática na vida e contribui de maneira significativa para a saúde está se tornando alvo de estudos médicos.
    No próximo 68º Congresso Brasileiro de Cardiologia, que acontecerá em setembro, no Rio de Janeiro, um dos temas tratados pelos profissionais será a importância da espiritualidade na recuperação de pacientes com problemas cardíacos.
    “Baseado em alguns casos, resolvemos estudar se a religiosidade realmente faz com que os pacientes adoeçam menos e tenham menos problemas cardiovasculares”, explica o cardiologista Álvaro Avezum, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, localizado em São Paulo.
    O estudo leva em consideração as diferenças entre espiritualidade e religiosidade, que são significativas no âmbito da ciência. A religiosidade está intimamente atrelada às crenças e cultos, enquanto a espiritualidade refere-se à forma como a pessoa lida com as dificuldades diárias e como absorve os sentimentos.
    “Pesquisamos se, antes de o problema celular se manifestar no corpo, o agir e o pensar podem antecipar essa desorganização celular”, contextualiza o médico cardiologista.
    Um levantamento feito junto a colegas de profissão leva Álvaro Avezum a frisar que “algumas escolas médicas afirmam que pessoas assíduas a um determinado culto religioso ou que se apegam à religião têm uma evolução melhor” em tratamentos de saúde.
    Ainda sem uma conclusão sobre o tema, é possível que a ciência descubra o que muitos fiéis já adotam como verdade. “Sem fé, a vida se torna muito mais curta”, disse o aposentado  João de Oliveira, ao jornal Extra.

    'Jesus não foi crucificado': Evangelho vai causar colapso religioso, diz Irã

    Autoridades turcas acreditam que essa possa ser uma versão autêntica do evangelho escrito pelo discípulo Barnabé Foto: Daily Mail / ReproduçãoUm texto religioso encadernado em couro - provavelmente datado do século 5, porém descoberto há apenas 13 anos - vai causar o colapso do cristianismo no mundo inteiro, alega uma agência de notícias do Irã. O livro, escrito sobre pele curtida, aparentemente afirma que Jesus nunca foi crucificado e que Cristo previu a vinda do profeta Maomé. Escrito em siríaco (um dialeto do aramaico), o evangelho vaticinaria inclusive a chegada do último messias islâmico. As informações são da iraniana Basij Press e foram divulgadas pelo site conservador americano WorldNetDaily (WND).
    Autoridades turcas acreditam que essa possa ser uma versão autêntica do evangelho escrito pelo discípulo Barnabé, e a imprensa iraniana afirmou que seu conteúdo vai desencadear a queda do cristianismo ao provar que o Islã é a verdadeira religião. Outras fontes, no entanto, julgaram as alegações improcedentes e a consideraram uma "risível" propaganda anticristã. ABasij Press informa que o texto foi escrito nos séculos 5 ou 6 e previu o surgimento de Maomé e da religião islâmica. Segundo a agência, o mundo cristão nega a existência de tal evangelho.
    No capítulo 41 do Evangelho de Barnabé, estaria escrito: "Deus se escondeu enquanto o Arcanjo Miguel os levou (Adão e Eva) para fora do céu, (e) quando Adão se virou, ele notou que sobre a porta de entrada para o céu estava escrito La elah ela Allah, Mohamad rasool Allah", que significa "Alá é o único Deus e Maomé é seu profeta".
    O texto teria sido confiscado em 2000 por autoridades turcas durante um trabalho de repressão sobre gangues acusadas de contrabando de antiguidades, escavações ilegais e posse de explosivos. A descoberta, contudo, só atraiu a atenção do mundo em fevereiro deste ano, quando foi informado que o Vaticano fez uma requisição oficial para ver o livro. Ainda não se sabe se o pedido foi atendido.
    As origens do suposto evangelho são desconhecidas, mas o site National Turkafirmou naquele mês que o livro foi mantido no palácio da Justiça da capital turca, Ancara, e seria transferido sob escolta policial armada para o Museu Etnográfico da cidade. Para a Basij Press, a descoberta é tão importante que vai abalar a política mundial.
    "A descoberta da Bíblia original de Barnabé vai agora comprometer a Igreja e sua autoridade e revolucionar a religião no mundo", escreveu a Basij Press em seu site. "O fato mais significativo, porém, é que essa Bíblia previu a vinda do profeta Maomé e comprovou a religião do Islã."
    Apesar de autoridades turcas acreditarem que o texto é verdadeiro, outros questionaram sua autenticidade. Erick Stakelbeck, um analista de terrorismo e observador próximo dos assuntos iranianos, afirmou à WND que "o regime iraniano está empenhado em erradicar o cristianismo por qualquer meio necessário, ainda que isso signifique executar cristãos convertidos, queimar Bíblias ou invadir igrejas".
    Escrevendo para o site Catholic Culture, o jornalista católico Phil Lawler descreveu o conjunto de alegações como "um risível desafio iraniano ao cristianismo". Ele afirmou que "se o documento foi escrito no século 5 ou 6, não pode muito bem ter sido escrito por alguém que estava viajando com São Paulo cerca de 400 anos antes. Deve ter sido escrito por alguém reivindicando representar São Barnabé. Devemos aceitar essa alegação?", indaga Lawler. "Tenha em mente que a datação do documento é fundamental. Por volta do século 7, não era necessária muita clarividência para 'prever' a aparição de Maomé."
    Com informações do Daily Mail.

    Vaticano proíbe padre maçom de exercer a função

    Ele chegou a ser advertido, mas não aceitou deixar de participar das reuniões da maçonaria.
    Vaticano proíbe padre maçom de exercer a funçãoVaticano proíbe padre maçom de exercer a função
    O padre Pascal Vesin, da paróquia de Santa-Ana de Arly-Montjoie, em MegŠve (França), está proibido de exercer sua função por determinação do Vaticano.
    A proibição foi assinada pelo bispo de Annecy, Yves Boivineau, que justificou a medida dizendo que eles descobriram que o referido padre é membro ativo de uma loja maçônica.
    Vesin vai continuar como padre, mas não poderá mais exercer a função. Ele chegou a ser advertido em 2010, quando uma fonte anônima informou ao bispo que o padre estaria participando das reuniões da maçonaria.
    “Informado em 2010 através de fonte anônima, o bispo questionou o interessado, que negou. Em 2011, foi pedido a Vesin para deixar a maçonaria (…) o interessado escolheu a ‘liberdade absoluta de consciência’ – de acordo com a fórmula consagrada – e afirmou a intenção de manter a dupla escolha”, diz o comunicado divulgado.
    A decisão não foi local, partiu de Roma que conseguiu informações de que o padre Vesin “pertence a uma loja do Grande Oriente de França desde 2001″. Por permanecer na maçonaria, ele não poderá mais ministrar missas na cidade, porém vai continuar sendo remunerado durante o período de seis a 12 meses.

    Vaticano contradiz papa e reafirma: ateus não irão para o céu

    O papa Francisco havia afirmado que todos os que praticam o bem seriam redimidos
    Vaticano contradiz papa e reafirma: ateus não irão para o céuVaticano contradiz papa e reafirma: ateus não irão para o céu
    O Vaticano se pronunciou para corrigir a fala do papa Francisco. Na semana passada o pontífice afirmou que todos os que fazem o bem, até mesmo ateus, serão redimidos por Jesus.
    Por meio de seu portal-voz, Thomas Rosica, o Vaticano afirmou que as pessoas que conhecem a Igreja Católica “não podem ser salvas” se “recusarem-se a entrar nela ou fazer parte dela”.
    Dizendo então que apenas católicos serão salvos. O que descarta a fala do papa que diante de uma multidão de fiéis afirmou que o céu estaria aberto para todos os que fazem boas obras.
    “O Senhor redimiu a nós todos, a todos, pelo sangue de Cristo: todos nós, não apenas católicos. Todos! ‘Padre… os ateus também?’ Mesmo os ateus? Todos!”, disse o papa em determinado momento da homília que aconteceu na última quarta-feira (22).
    Rosica afirmou em nota sobre o significado de “salvação” que o papa Francisco não tinha como objetivo “provocar um debate teológico sobre a natureza da salvação”, mas de fato isso aconteceu, principalmente nas redes sociais.

    segunda-feira, 27 de maio de 2013

    O LIVRO DOS GIGANTES



    Entre os pergaminhos de Qumran foram encontrados fragmentos de uma obra conhecida como "Livro 
    dos Gigantes", que seria uma espécie de comentário ou complemento ao Livro de Henoc.

    O Livro dos Gigantes conta que Semihazah, o líder dos Vigilantes, teve dois filhos de sua esposa
     humana chamados 'Ohyah e Hahyah. Também Baraq'el, o nono vigilante chefe de dezena, foi pai de Mahawai. - Além destes, entre os nomes de gigantes citados entre os fragmentos do mar morto constam 
    os "amigos" «Hobabes e ADK».

    A Segunda versão Etíope narra que Asbeel «deu um conselho aos filhos dos Anjos, fazendo com que corrompessem os seus corpos com as filhas dos homens.» (I Enoch LXIX). Assim, seguindo o exemplo 
    dos pais, também "se contaminaram, os Gigantes e os Nefilim", tomando esposas para "engendraram 
    filhos" mas logo não havia alimento suficiente para todos, o que causou um grande problema entre seus súditos: «Os gigantes (diziam) que não lhes bastava a eles e a seus filhos (o alimento oferecido) [...] e pediam muito para comer»

    «Hobabes e ADK (perguntavam...): Que me dará para matar?»

    Por fim, desesperados de fome, e não podendo ser satisfeitos com o trabalho humano, os Gigantes começaram a destruir praticamente tudo que encontraram pela frente: «A impiedade foi grande, e eles erravam em todos os seus caminhos.» Um curioso fragmento, menciona esta passagem do ponto de 
    vista do próprio 'Ohyah: «E com o vigor de meu braço e com a força de meu poder [...] (abati) toda carne,
     e fiz guerra com eles. Porem não [...] encontrei apoio para fortalecer-me, pois meus acusadores [...] 
    habitam nos céus e vivem com os santos, e não (posso vencê-los) [...] pois eles são mais poderosos 
    que eu.». - Mais tarde, 'Ohyah e Hahyah tiveram pesadelos, "e o sonho fugiu de seus olhos": «Chegou 
    o frêmito das feras selvagens, e gritaram um bramido selvagem [...] Assim lhe falou 'Ohyah: "Meu sonho 
    me abateu. [...] fugiu o sonho de meus olhos ao ver a visão"». Os irmãos levantaram-se e foram a Shemihaza, seu pai, e lhe contaram seus sonhos. Hahyah relatou:

    «Vi em meu sonho desta noite [...] jardineiros; estavam regando (uma árvore...) numerosas raízes saíam 
    de seu tronco [...] olhei até que se fecharam as fontes (... e esgotaram-se) todas as águas e o fogo 
    ardeu em todo (o tronco...) Aqui se acaba o sonho.»; «Então 'Ohyah, seu irmão, reconheceu e disse 
    ante os gigantes: Também eu vi em meu sonho esta noite algo extraordinário: O Poder dos céus descia 
    à terra [...] aqui acaba o sonho. Então se assustaram todos os Gigantes, e os Nefilim e chamaram 
    Mahawai e ele veio a eles.»

    Os gigantes buscavam quem lhes explicasse o sonho. Por isso suplicaram a Mahawai e lhe enviaram até Henoc, o escriba distinto, e lhe disseram: "Escuta sua voz e diz-lhe que te explique e interprete o sonho"

    Entretanto, a explicação de Henoc anunciava-lhes punição e morte pela "violência feita aos homens": 
    «Então castigou e não a nós, (os justos), mas a Azazel», e também aprisionou e capturou «aos filhos
     dos Vigilantes, os Gigantes; e não serão perdoados nenhum de seus queridos.»

    Então eles «se prostraram e choraram ante Henoc» - Procurando manter a calma, 'Ohyah disse a 
    Mahawai: «E não trema. Quem te mostrou tudo?»; Disse Mahawai: «Baraq'el, meu pai, estava comigo.»; «Apenas havia acabado Mahawai de contar o que (... Henoc) lhe disse: "Eu ouvi maravilhas. Se uma 
    estéril pode dar à luz (ainda havia uma chance deles serem perdoados)..."» Mahawai deixou «a terra e cruzou a Desolação, o grande deserto».

    Então viu Henoc, chamou-o e lhe disse: «"Pela Segunda vez eu te peço um oráculo [...] a tuas palavras,
     junto com todos os Nefilim da terra"»; «"Que saibamos de ti sua explicação".» - Henoc, o escriba 

    distinto, fez cópias em duas pequenas tábuas das epístulas escrevendo «em uma o testemunho dos 
    gigantes (a Semihaza e a todos os seus companheiros) e na outra [o testemunho dos santos]». Então 
    levou as tábuas «com todas as suas petições, por suas almas, por todas e cada uma de suas obras e 
    por todos o que pediam: que houvesse para eles perdão e longevidade.» Mas o perdão lhes foi negado. Disse Henoc:

    «Sabei que não (serão perdoadas ...) vossas obras e as de vossas mulheres»; «(Serão castigadas) 
    elas e seus filhos e as mulheres de seus filhos (...) por vossa prostituição na terra.»; «E vos acusa a 
    vós, pelas obras de vossos filhos (...) a corrupção com a qual tendes corrompido (...) até a vinda de 
    Rafael. Eis que haverá destruição (...) Agora, pois, desligai vossas correntes (...) e rezai.» || «Que não 
    haja paz para voz.»

    Depois de repreender os Vigilantes e seus filhos, Henoc falou aos justos:

    «Palavras de bênção com as quais abençoou Henoc, varão justo a quem foi revelada uma visão do 
    Santo e do céu, pronunciou seus oráculos dizendo: A visão do Santo do céu me foi revelada e ouvi 
    todas as palavras dos Vigilantes e dos Santos e, porque o escutei deles, eu soube e compreendi tudo. 
    Não falarei para esta geração mas para uma geração futura. Agora falo acerca dos eleitos, sobre eles pronuncio meu oráculo dizendo: Sairá o grande Santo de sua morada, e o Deus eterno descerá sobre a 
    terra e irá ao monte Sinai e aparecerá com seu grande exército, e surgirá na força de seu poder do alto 
    dos céus. Todos os Vigilantes tremerão e serão castigados em lugares secretos em todas as 
    extremidades da terra; todas as extremidades da terra se fenderão e eles serão possuídos de tremor 
    e medo até os confins da terra. Fender-se-ão e cairão e se dissolverão os altos e as altas montanhas 
    serão rebaixadas...»

    domingo, 26 de maio de 2013

    Os campos de batalha mais assombrados do mundo


    Como era de se esperar, lugares onde milhares de pessoas foram brutalmente assassinadas
    também seriam considerados lugares mal assombrados e as histórias que marcam estes lugares
    não são poucas. Confira abaixo os campos de batalha mais amaldiçoados da história.

    Fort Meigs

    Fort Meigs 04


    O Fort Meigs localizado ao sul de Toledo, Ohio, foi utilizado durante a guerra de 1812 por mais de
    um ano e acabou sendo abandonado e incendiado.
    Hoje muitas pessoas afirmam ouvir barulhos de canhão, mosquetes e sons de tambores sendo
    tocados. Muitos também afirmam ouvir passos e até ver aparições olhando para eles através das
    janelas. Acredita-se que pelo menos 500 americanos, britânicos e soldados indianos foram
    enterrados em valas comuns debaixo do forte.

    Fort William Henry

    634116888820429433-Fort-William-Henry-New-York


    Localizado em Lake George, em Nova York, foi um forte usado na Guerra Franco-Indígena.
    Há relatos de luzes ligando e desligando, sons de passos, além de sinos de vento soando, apesar
    de não haver vento real.
    O forte foi cenário de um conflito entre índios e soldados britânicos, e muitos acreditam que os
    espíritos de ambos os lados ainda vagam pelas terras.

    Stoney Creek

    Battle Of Stoney Creek


    Localizado em Ontário, o Stoney Creek era na verdade a casa da família de Mary Jones Cage. O
    marido de Mary havía lutado pelos britânicos e morrido na guerra de 1812, porém em 1813 as tropas
    americanas decidiram usar a casa de Mary como forte.
    No dia seguinte perceberam que a família Cage estava escondida no porão da casa. Acredita-se
    que esta casa não é só assombrada por soldados mortos, mas também por Mary Jones Cage. 
    Mary teria morrido em 1841, porém seu corpo nunca foi encontrado para que pudesse ser enterrado.

    Fort Concho

    Fortconcho


    O Fort Concho foi construído em 1867 em San Angelo, Texas, para proteger os colonos do oeste do
    Texas. Este forte operou por mais de 20 anos e foi cenário de diversas batalhas.
    É hoje famoso por ser assombrado por espíritos de James Cunningham, George Dunbar, Edith
    Grierson e Ranald Mackenzie, o mais famoso comandante do forte.

    Marston Moor

    Cromwell-After-The-Battle-Of-Marston-Moor-Xx-Ernest-Crofts


    A batalha de Marston Moor ocorreu em 2 de julho de 1644, durante a Primeira Guerra Civil Inglesa.
    Há relatos de soldados fantasmas marchando em Marston Moor, principalmente nos anos de 1932,
    1968 e 1992. Foram vistas pessoas de cabelos compridos e soldados marchando ao longo das
    estradas.

    Battlefield Cold Harbor

    Battlefield-Cold-Harbor


    Ocorrida de 31 de maio a 12 de junho de 1864, durante a Guerra Civil Americana, a Batalha de Cold
    Harbor é considerada uma das mais sangrentas da história dos Estados Unidos.
    O campo de batalha Cold Harbor é considerada uma das instalaçoes militares mais assombradas
    da América. Muitos habitantes afirmam ouvir sons da batalha, canhão de fogo, armas de fogo e
    sons de gritos dos soldados.
    Muitos turistas afirmaram ter sentido o cheiro de pólvora quando visitaram o local. Afirma-se
    também que o Cemitério Nacional de Cold Harbor e a Casa Garthright, localizada do outro lado da
    rua são assombrados pelo espírito de um jovem.


    Dieppe

    Puys-2


    O Dieppe Raid, também chamado de Operação Jubileu, foi um precursor para a invasão da
    Normandia durante a Segunda Guerra Mundial. Era composto por soldados ingleses, americanos e
    canadenses. Ao final da batalha os feridos já somavam mais de 4.000.
    Em 1951, turistas que estávam próximos ao local foram acordados às 04h00 pelo que pareciam ser
    tiros, gritos, vozes e sons de batalha vindo da praia mais próxima ao hotel. Estes sons de guerra
    duraram cerca de três horas e todos os sons foram documentados.

    Antietam

    Antietam2 Wide-4E74C91779Ef91A41D20E276Ce1A411Edb92D5B8-S6-C10


    Batalha de Antietam ocorreu em 17 de setembro de 1862, em Maryland. Cerca de 23 mil homens
    foram mortos, feridos ou desaparecidos em ação durante a batalha que durou quatro horas.
    Praticamente tudo que rodeia o local da batalha tem relatos de assombração. Vozes e espíritos de
    soldados são vistos constantemente. Segundo lendas locais, as tábuas do piso da igreja são manchadas de sangue e nem lixando as marcas saem.







    Gettysburg

    Field Where General Reynolds Fell Battle Of Gettysburg Pennsylvania. July 1863


    A batalha de Gettysburg ocorreu de 1 a 3 de julho de 1863, totalizando cerca de 50.000 homens
    mortos, feridos ou desaparecidos em batalha.
    Praticamente todos os habitantes do local têm uma história apavorante para contar sobre
    assombrações. Muitos afirmam ter fotografias de espíritos no local, além de relatos de batidas nas portas, luzes ligando e desligando, dentre outras histórias.




    Igrejas se transformam em cafés e livrarias na Holanda

    Mais de 40% da população do país não tem religião e em 2050 esse número pode chegar em 70%
    Igrejas se transformam em cafés e livrarias na HolandaIgrejas se transformam em cafés e livrarias na Holanda
    O aumento secularismo na Europa tem feito com que muitas igrejas sejam fechadas por falta de fiéis. Na Holanda os prédios que antes recebiam fiéis em adoração a Deus estão sendo vendidos e transformados em cafés e livrarias.
    De acordo com um site português, desde a década de 70 mais de 1.000 igrejas foram fechadas naquele país, muitas foram demolidas e outras acabaram sendo usadas para outros fins.
    A livraria Selexys foi construída no prédio da igreja de Maastricht, a adaptação fez com que o local fosse considerado pelo jornal britânico The Guardian a livraria mais bonita do mundo.
    Em Amsterdã uma igreja construída no século XIX se transformou na casa de espetáculos “Paradiso” que recebe os mais renomados artistas internacionais.
    Em Utrecht, também na Holanda, uma antiga igreja deu lugar ao Café Olivier. A falta de fiéis e consequentemente de condições para manter estes prédios são os principais motivos que levam os líderes a venderem os prédios.
    Religião vai desaparecer na Europa, diz estudo
    Mais de 40% da população da Holanda não tem religião, o crescimento do número de ateus é igual nos nove países mais ricos do mundo que são Austrália, Áustria, Canadá, República Checa, Finlândia, Irlanda, Holanda, Nova Zelândia e Suíça.
    Dados de um estudo da American Physical Society, em Dallas, Estados Unidos, apontam que o número de religiosos vai deixar de existir nesses países nos próximos anos. A pesquisa acredita que até 2050 a Holanda seja formada por mais de 70% de ateus.
    No momento o país tem 28% de sua população que se declara católica, 19% protestantes, 5% muçulmanos, 4% de outras religiões e 40% de ateus, como já foi mencionado acima. Com informações Público.pt

    Ciencia

    Ciencia