Cientistas usam a clonagem para criar células-tronco

A pesquisa gera discussão quando óvulos fertilizados são usados em pesquisa, o que não foi o caso deste estudo

Cientistas usam a clonagem para criar células-troncoCientistas usam a clonagem para criar células-tronco
Uma equipe de cientistas da Universidade de Ciência e Saúde do Oregon, nos Estados Unidos, publicou um artigo sobre a criação de células-tronco humanas.
O texto publicado na revista “Cell” na última quarta-feira (15) diz que eles usaram a mesma técnica que reproduziu a ovelha Dolly, o primeiro animal criado através da clonagem, isso em 1996.
O material genético de células adultas foi transplantado pelos pesquisadores para óvulos cujo DNA havia sido removido. A equipe da universidade cultivou células de seis embriões, dois deles foram feitos com DNA de amostras de peles de uma criança com uma doença genética, os outros quatros foram feitos com amostras de fetos saudáveis.
As amostras de DNA foram inseridas em óvulos não fertilizados e o resultado da pesquisa pode abre novos horizontes para a medicina, já que os cientistas perceberam que houve a replicação das células.
As pesquisas com células-tronco levantam muitas polêmicas, já que muitos consideram que o óvulo fecundado precisa ser tratado como um ser humano e que, portanto, descartar materiais de pesquisas que usem a fertilização pode ser considerado como um crime.
A pesquisa divulgada na revista Cell não usou óvulos fertilizados, e não estaria inclusa nessa discussão. As pesquisas com células-tronco podem ajudar no tratamento de doenças, usando a técnica para substituir células danificadas ou destruídas por problemas como o mal de Parkison, lesões na medula, problemas cardíacos e esclerose múltipla.

Comentários

Mensagens populares