Pastor é preso no RJ por suspeita de abuso sexual contra menina de 12 anos dentro de igreja

Pastor é preso no RJ por suspeita de abuso sexual contra menina de 12 anos dentro de igrejaMais um pastor evangélico foi preso sob acusação de estupro, dessa vez uma criança de 12 anos de idade. A prisão aconteceu na última terça-feira, 13 de agosto, em Santa Cruz, no Rio de Janeiro.
Wellington Martins da Silva, 33 anos, foi capturado por policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) após ser denunciado pela mãe da vítima. Os policiais cumpriram mandado de prisão preventiva contra o pastor.
De acordo com a delegada responsável pelo caso, Gabriela Von Beauvais da Silva, a mãe da menina afirmou ter encontrado sua filha apenas de calcinha na cama do pastor. Silva morava nas dependências da igreja que dirigia.
Em depoimento à delegada, a menina afirmou que chegou a trocar beijos e carícias com o pastor. Entretanto, segundo informações do R7, Silva afirmou à delegada que não manteve relações sexuais com a garota, porém confirmou que permitia que ela entrasse sozinha na igreja quando o local estava fechado para o público.
Triste rotina
Esse é o quarto caso de um líder evangélico preso por estupro nos últimos meses. O mais emblemático é o do pastor Marcos Pereira, líder da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD), preso sob acusação de abusar sexualmente de fiéis de sua denominação.
Outro caso foi o de Luciano Felix da Silva, que liderava a igreja Assembleia de Deus A Caminho do Céu, em Petrópolis, no Rio de Janeiro, e teria procurado uma menina para dizer que havia sido “revelado a ele por Deus” que ela tinha um câncer, e que a única forma de ser curada seria manter relações sexuais com ele.
Já em Manaus, um pastor que não teve a identidade revelada foi preso sob acusação de abuso sexual de uma menina de oito anos de idade, depois que a mãe chamou a polícia após o relato da criança de que o líder religioso havia colocado as mãos dentro de sua calcinha no banheiro da igreja.

Comentários

Mensagens populares