Pastora pede que apenas pessoas brancas deem saudação na porta da igreja e causa polêmica

freedom houseUma pastora de uma igreja multi-racial em Charlotte, Carolina do Norte, provocou recentemente uma controvérisa entre seus congregantes quando ela calmamente emitiu um pedido a um grupo de voluntários para recepcionistas na igreja, para ter somente “pessoas brancas” saudando as pessoas na frente da igreja nos cultos de domingo.

De acordo com a WBTV, a pastora executiva de operações na Freddom House Church, Makeda Pennycooke, um dos apenas dois rostos negros entre a equipe executiva de 18 membros listados no site da igreja, enviou um email para o grupo de voluntários recepcionistas para o culto das 9h da igreja solicitando somente brancos na equipe.
Carmen Thomas, que atendeu e serviu na igreja por cerca de dois anos, disse que ela ficou chocada com o pedido.
“Eu fiquei chocada”, disse Thomas, que apresentou um cópia do email para a WBTV. “Você pode colocar um rosto branco por toda a porta da frente. Mas quando você vem por essas portas, você vê afro-americanos, você vê asiáticos. Você vê pessoas de cor.”
A pastora Pennycooke teria lembrado os voluntários no email que outono é um dos períodos mais movimentados do ano para a igreja e eles precisavam colocar o seu “melhor” na frente.
“Prevemos que teremos um aumento no número de pessoas visitando e atendendo a Freedom House nas próximas semanas”, observou Pennycooke no email enquanto apontava que a “primeira impressão é a que fica” e que a igreja quer “o melhor do melhor nas portas da frente”.
Thomas, que é também negra, disse que ela sabia exatamente o que a pastora queria dizer com a declaração.
“Muito negro”, disse ao WBTV. “Não foi a conclusão que eu cheguei. Foi algo que eu li.”
Thomas não atende mais a igreja, mas ela explicou que a decisão pode ter tido a ver com o posicionamento da igreja em geral.
“Talvez você acredite que com certa congregação eventualmente suas finanças serão melhores porque talvez não somos o que fazem dinheiro”, disse ela.
O The Christian Post entrou em contato com a Freedom House para comentário na terça-feira, porém, não houve resposta a diversas ligações.
Em uma resposta à WBTV, contudo, a porta-voz da Freedom House confirmou que Pennycooke tinha enviado o email.
“O email foi enviado por um dos nossos pastores de longa data em uma tentativa de enfatizar que nosso equipe de saudação reflete a diversidade racial de nossa congregação como um todo”, disse uma declaração da igreja para a WBTV. “Entretanto, ela admitiu que foi um erro enfatizar demasiadamente um grupo em específico e enviou um pedido de desculpas dentro de 24 horas depois do email original.”
“Os pastores têm se encontrado com os funcionários e membros da igreja para confirmar o seu compromisso com a diversidade e para assegurar que nada disso aconteça novamente”, disseram os oficiais da igreja para a WBTV.
A declaração da Freedom House Church dizia:
Um dos nossos pastores de longa data, em acordo com o desejo de nossa igreja ser inclusiva e intencionalmente alcançar todas as raças, observou que nossa equipe de saudação na porta da frente não estava refletindo a diversidade racial de nossa congregação, e ela quis que visitantes potenciais vissem pessoas como eles mesmos ao entrar em nossa igreja. Entretanto, ela cometeu um erro em julgamento ao pedir que todos os recepcionistas brancos ficassem à frente da porta, colocando ênfase em uma raça mais que na outra, ao tentar destacar a diversidade dentro da equipe de saudação. Ela admite que isso foi um grave erro de julgamento e está sinceramente arrependida de suas ações. Ela pediu desculpas imediatemente e pediu o nosso perdão. Ela e os pastores seniores se fizeram disponíveis para reunir-se com os membros da igreja que querem discutir essa situação com eles, e ter comunicado o seu verdadeiro coração nesta matéria – para ser uma igreja acolhedora e inclusiva para todos. A Freedom House acredita em um relacionamento diversificado dentro de sua sociedade, refletindo uma comunidade maior na qual a igreja reside, fazendo a vivendo juntos com um representante da igreja de todos – cultural, étnica, econômica e geracionalmente.

Comentários

Mensagens populares