Após 3 meses, estátua gigante de frei Galvão retorna para Guaratinguetá

Cerca de 300 carros participaram na manhã de hoje da carreata que levou a estátua de frei Galvão do Seminário Bom Jesus em Aparecida (a 180 km de São Paulo) para o Santuário Arquidiocesano de Frei Galvão, no Jardim do Vale, em Guaratinguetá (a 176 km a nordeste de São Paulo). 

  De acordo com a assessoria do Santuário de Aparecida, a estátua do santo demorou para retornar a sua cidade porque "estavam esperando chegar o Dia de frei Galvão, comemorado hoje, dia 25 de outubro". O Santo Antônio de Sant'Anna Galvão, mais conhecido como frei Galvão, nasceu em Guaratinguetá. 

  O Dia de frei Galvão foi designado pelo papa João Paulo 2º em 1998 como dia de devoção ao frei, que se tornou o primeiro santo brasileiro. No dia 11 de maio de 2007, durante visita ao Brasil, o papa Bento 16 oficializou a canonização do frade. A imagem de frei Galvão estava no Seminário em Aparecida desde julho quando foi abençoada pelo papa Francisco, que esteve no Brasil para participar da Jornada Mundial da Juventude. A estátua, feita de poliuretano e revestida em fibra de vidro com resina parafinada, tem oito metros de altura, dois metros e meio de diâmetro e pesa 1.600 kg. 

CARREATA
Por volta das 7h30 desta sexta-feira (25), a carreata saiu do Seminário Bom Jesus, que fica no centro de Aparecida, e seguiu para o Santuário Frei Galvão. O cardeal arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno Assis e o bispo auxiliar da arquidiocese, dom Darci José Nicioli, participaram da carreata. Por volta das 10h, o arcebispo de Aparecida realizou uma missa solene no Santuário de Frei Galvão para celebrar a data do santo. 

A imagem de frei Galvão, que antes se localizava no trevo da cidade, foi colocada em um pedestal provisório no Santuário Frei Galvão. De acordo com a assessoria do Santuário, há um "pré-estudo de um monumento a frei Galvão que terá 13 metros de base e 15 metros de altura, mais a estátua de 8 metros. Com isso, praticamente toda a cidade terá uma visão belíssima de frei Galvão. Os romeiros terão acesso a imagem por escada ou elevador". 

Várias igrejas e mosteiros programaram atividades para festejar o dia do padroeiro da cidade. À tarde, haverá a celebração de uma missa pelo bispo da diocese de Taubaté, dom Carmo João Rhoden. Por volta das 16h30, os fiéis farão uma procissão solene pelas ruas da cidade. Às 18h, o bispo auxiliar da arquidiocese de Aparecida, dom Darci José Nicioli celebrará uma missa. 

CANONIZAÇÃO
O frade foi canonizado em 11 de maio de 2007 por Bento 16 durante a sua visita ao Brasil. O pontífice classificou como inesquecível o dia em que canonizou frei Galvão, ao lado de bispos, sacerdotes, religiosos e fiéis laicos. Para o pontífice, o frade foi "um filho do Brasil, proclamado santo pela Igreja universal". 

Frei Galvão (Guaratinguetá, 1739 - São Paulo, 1822) é o primeiro santo brasileiro. Ficou conhecido após distribuir a doentes "pílulas milagrosas" -pequenos papéis onde escrevia uma frase, em latim, em devoção à Virgem Maria. Na capital paulista, ele fundou, em 1774, o atual Mosteiro da Luz. O Brasil tem hoje dois santos canonizados: frei Galvão e santa Paulina, que nasceu na Itália e veio para o país aos dez anos.

Comentários

Mensagens populares