Bispos de Portugal querem que o Governo esclareça os novos cortes nas pensões

Os bispos portugueses estão muito preocupados com o novo corte nas pensões de sobrevivência e sustentam que é obrigação de quem governa "ser solidário". Por outro lado, defendem que o Executivo de Passos Coelho deve esclarecer a medida. 

"Os bispos vêem com grande preocupação o possível corte nas pensões de sobrevivência e de viuvez. A primeira coisa que esperam é que o Governo possa esclarecer convenientemente o que se vai passar e de que se trata", disse o porta-voz do conselho permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), padre Manuel Morujão, em conferência de imprensa, em Fátima.

A CEP esteve reunida esta terça-feira manhã e, no final do encontro,  recordou a necessidade de ter atenção ao "povo comum" que "está envolvido nos possíveis cortes".  "É fundamental que quem nos governa possa dar orientações claras, transparentes e que crie uma onda de solidariedade", assinalou o porta-voz. 


O porta-voz da CEP destacou as consequências para a vida das famílias em que "avós e país" estão a ajudar as gerações mais novas, caso lhes seja "reduzida substancialmente a pensão que têm". "Confiamos que tudo seja esclarecido e que haja solidariedade para com as franjas já mais pobres da nossa sociedade. É esse esforço que esperamos dos nossos governantes, para que os pobres não fiquem mais pobres", acrescentou o padre Manuel Morujão.

O porta-voz da CEP revelou ainda que estão a ser preparados novos documentos para a reunião plenária de 11 a 14 de Novembro: uma mensagem sobre os "desafios éticos do trabalho humano” e outra relativa à "visão cristã da sexualidade", a propósito da "ideologia do género". 


O ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares, confirmou no domingo um novo corte nas pensões de sobrevivência: quem acumular estes pensões com outras reformas vai ter uma penalização, mas ainda não há muitos detalhes. Em Setembro, o Governo já tinha anunciado um corte médio de 10% nas pensões do Estado, incluindo nas de sobrevivência 

Este segundo corte que foi anunciado no domingo vai juntar-se ao corte revelado em Setembro.

Comentários

Mensagens populares