Jogador brasileiro abre igreja evangélica nos Emirados Árabes

Jogador brasileiro abre igreja evangélica nos Emirados ÁrabesO jogador Ricardo Oliveira, 33 anos, está jogando em Abu-Dhabi, nos Emirados Árabes, defendendo o time de Al-Jazira. Eleito como o melhor jogador do país nas últimas temporadas ele tem recusado ofertas para voltar ao Brasil por ter outros planos: seguir como pastor nos Emirados.
Membro da Assembleia de Deus desde 1999, Ricardo se tornou pastor em 2008 e quando se mudou para Abu-Dhabi passou a reunir algumas pessoas. “Os cultos começaram no hotel, mas o grupo cresceu e conseguimos uma área para fazer os cultos”, disse ele ao portal UOL Esportes.
Hoje a igreja nos Emirados tem cerca de 100 pessoas que semanalmente participam dos cultos. Além desse compromisso, Ricardo tem interesse em ficar no país para virar dirigente de futebol e impulsionar o esporte.
“Ser pastor não é uma profissão, é um chamado de Deus. Você aceita e se dedica. Eu me converti em meados de 1999. E em 2008, fui consagrado pastor pela Assembleia de Deus. Vim para cá, passaram-se alguns anos e eu via a necessidade de uma igreja brasileira aqui”, disse ele.
“Criei vínculo aqui. Não faz parte do meu projeto familiar retornar ao Brasil agora e nem no término do meu contrato”, completou. Já são cinco anos nos Emirados Árabes e Ricardo tem trilhado uma história de sucesso, chegando a quebrar o recorde na Liga dos Campeões Asiática por ter feito 12 gols na temporada.
“Eu sinceramente estou muito bem estabilizado aqui. Desde 2010, eu tenho recebido muitas propostas para sair daqui, recebi muitas do Brasil, do Qatar, da Espanha, e rejeitei todas. Fui agradecido pela lembrança, mas estou bem aqui. Minha família, minha esposa, meus filhos estão muito bem”, disse.

Comentários

Mensagens populares