Papa Francisco volta a recordar Lampedusa

O Papa evocou de novo, esta quarta-feira, as vítimas do naufrágio em Lampedusa. 

Apesar da chuva que se fez sentir em Roma esta manhã, milhares de pessoas acorreram à Praça de São Pedro para assistir à tradicional audiência-geral das quartas-feiras. 

Francisco aproveitou o momento para saudar os bispos das Igrejas da Eritreia e da Etiópia que se deslocaram a Itália para uma celebração em memória dos imigrantes falecidos, a maioria originária dos dois países. 

“Saúdo com especial afecto os bispos da Igreja de tradição alexandrina da Etiópia e da Eritreia, dos quais me sinto particularmente próximo na oração e na dor pelos muitos filhos da sua terra que perderam a vida na tragédia de Lampedusa”, disse Francisco. 

A Etiópia é o país independente cristão mais antigo do mundo, tendo adoptado esta religião no século IV. Só no século XX é que a Eritreia se separou da Etiópia, pelo que as raízes cristãs das duas igrejas são comuns. Durante vários séculos os cristãos etíopes dependiam do Patriarca da Igreja Copta, no Egipto, cuja sede é em Alexandria, daí a referência do Papa às igrejas de “tradição alexandrina”. 

O Papa também recordou de forma especial os cristãos de língua árabe, assinalando assim um ano desde que as suas catequeses de quarta-feira são lidos também naquela língua. Francisco renovou um apelo pela paz no Médio Oriente. 

“Rezemos pela paz no Médio Oriente: na Síria, no Iraque, no Egipto, no Líbano e na Terra Santa, onde nasceu o príncipe da paz, Jesus Cristo. Rezai para que a luz de Cristo chegue a todos os corações e todos os lugares, até aos confins da terra”, afirmou. 

Na catequese desta quarta-feira o Papa lembrou que quando se diz que a Igreja é “una, santa e católica” significa que é universal: “Não é para um grupo de elite, é para todos”, disse Francisco. 

“Aceitamos o que pensa diferente, ou tendemos a uniformizar tudo?”, perguntou o Papa, para quem viver em Igreja é viver em harmonia, como “numa grande orquestra”, onde “a peculiaridade de cada instrumento é valorizada ao máximo”.

Comentários

Mensagens populares