Violência contra padres preocupa justiça em Portugal

Violência contra padres preocupa justiça em PortugalNa semana passada crimes contra padres católicos deixaram as autoridades portuguesas intrigadas, pois em três dias foram denunciados três assaltos em igrejas onde os criminosos usaram de muita violência contra os párocos.
Na última sexta-feira (27) o crime aconteceu em Vila Nova Gaia, no Porto, quando três homens invadiram a residência paroquial onde o padre Augusto Baptista, 75 anos, dormia.
Os criminosos agrediram o pároco e remexeram em todas as divisões da casa em busca de dinheiro e objetos em ouro. Baptista teve suas mãos e pés amarrados e ficou mais de uma hora pedindo socorro até que conseguisse ser liberto. Por conta das agressões, o sacerdote precisou ser levado ao hospital.
Na quarta e na quinta-feira outros crimes parecidos foram registrados em Viana do Castelo, cidade ao Norte de Portugal, e também em Valença que fica no mesmo estado de Viana do Castelo.
O primeiro crime teve sequências parecidas, o padre Manuel Pereira, 71 anos, dormia na casa paroquial quando foi surpreendido por três criminosos armados e encapuzados. Com medo, o religioso abriu o cofre e entregou todo o dinheiro aos bandidos.
Mesmo cooperando, ele foi agredido pelos criminosos e ficou amarrado por horas. Manuel Pereira teve ferimentos nas mãos e escoriações na face.
O padre Antônio Fernandes, 79 anos, também foi vítima do mesmo crime, mas ficou 13 horas esperando por alguém para ser solto das ataduras das mãos e pés. Responsável pela igreja em Fontoura, Valença, ele também foi agredido por três criminosos que o forçaram a entregar o dinheiro do cofre. Com informações JN.

Comentários

Mensagens populares