Missa em Lisboa pelas vítimas do tufão nas Filipinas

Na igreja de Santa Isabel, em Lisboa, reza-se esta quinta-feira pelas vítimas do tufão nas Filipinas. A eucaristia será presidida pelo presidente da Conferência Episcopal, D. Manuel Clemente, e o ofertório vai servir para apoiar o esforço internacional da Cáritas a favor daquele país.
A celebração realiza-se em resposta a um apelo da própria Cáritas das Filipinas, que pediu que se reze pelos que morreram no tufão que varreu o país, e pelos que sobreviveram e precisam de apoio.
“Nós estaremos na igreja de Santa Isabel às 19h00. Logo aí teremos um gesto de solidariedade, a colecta vai ser já para esta campanha que iniciámos e a celebração será presidida pelo senhor Patriarca”, informou o presidente da Cáritas, Eugénio da Fonseca, que fala numa solidariedade sem limites por parte dos portugueses.
Foi, afinal, a insistência de muitos deles que levou a Cáritas a lançar uma campanha específica para as Filipinas. “O nosso povo é de uma generosidade! E sabendo nós que há famílias em Portugal que se calhar nem um euro entra nas suas casas. Têm sido imensos os telefonemas que temos recebido de pessoas a perguntar ‘não vão fazer nada pelo povo das Filipinas? Nós queremos ajudar’ .”
Os donativos para as Filipinas devem ser depositados na conta de solidariedade aberta pela Cáritas, que já enviou uma primeira ajuda de 25 mil euros.
Esta campanha acabou por coincidir com a operação de Natal da Cáritas, lançada esta semana, mas não se confunde. A operação "10 milhões de estrelas" consiste na venda de velas em supermercados e paróquias e vai apoiar os mais carenciados em Portugal e a população que sofre com a guerra na Síria. Para as Filipinas foi aberta uma conta de solidariedade.

Comentários

Mensagens populares