Paróquias e movimentos recolhem opiniões para inquérito preparatório do Sínodo

Na reunião da Conferência Episcopal Portuguesa esteve também em discussão o documento preparatório do Sínodo sobre a Família, que o Papa enviou a todas as Conferências Episcopais.
Os bispos decidiram deixar nas mãos das paróquias e movimentos da Igreja a recolha das opiniões dos fiéis, mas, não fecham a porta a outras contribuições.
“Através dos serviços da nossa pastoral familiar, enviar para as paróquias, movimentos e grupos essas mesmas questões e depois depende da capacidade de cada paróquia fazer essa consulta. A mesma coisa nos institutos e nos movimentos. Mas eu creio que no conjunto, e atendendo a outras situações, nós chegaremos a um acervo suficientemente qualificado do sentimento em relação a essas questões”, disse D. Manuel Clemente.
O Patriarca acrescenta, sobre o prazo que têm para responder, que “é tudo um bocadinho precipitado, isso é, temos um mês e meio, é curto”.
António Marujo, um dos dinamizadores do blogue Religionline, lamenta que os bispos não tenham seguido o exemplo de outras Conferências Episcopais, colocando o Inquérito na Internet. E estranha que no comunicado final, hoje divulgado, não tenham apelado de forma mais veemente à participação das pessoas.
“Há dioceses, o Funchal e Lamego, pelo menos, que colocaram as perguntas na Internet. A própria agência Ecclesia também tem as perguntas disponíveis. O que eu penso que aqui é pena é, num comunicado final,  dias depois de termos sabido deste Inquérito e do empenho do Papa e do secretariado do Sínodo no sentido de uma grande participação dos crentes, não ter havido aqui um apelo com algum entusiasmo da parte da Conferência Episcopal, a que as pessoas participem. Ainda mais sabendo que outras conferências episcopais europeias, como por exemplo na Inglaterra, Pais de Gales, na Áustria também, já colocaram as perguntas online, na internet, abrindo a possibilidade delas serem respondidas por pessoas que se sentem mais afastadas da Igreja mas que têm vontade em responder”.
O questionário do documento preparatório do Sínodo dos Bispos está disponível no blogue Religioline, que desde o início da semana já recebeu várias respostas. Todas as que chegarem até final de Dezembro serão encaminhadas para a Conferência Episcopal que terá de comunicar os resultados ao Vaticano durante o mês de Janeiro.

Comentários

Mensagens populares