Dilma Rousseff pede ao papa uma Copa sem “a mão de Deus”

Dilma Rousseff pede ao papa uma Copa sem “a mão de Deus”Mesmo não gostando de falar publicamente sobre religião, a presidente Dilma Rousseff visitou o papa Francisco no Vaticano nesta sexta-feira (21). Ela recebeu de presente um terço, uma imagem de um anjo e uma medalha. Já Francisco foi presenteado com uma bola autografada por Ronaldo, uma camisa da seleção autografada por Pelé, além de uma coleção de livros sobre a história dos jesuítas no Brasil.
Após o encontro, afirmou que pediu ao papa para que intercedesse para que “Deus não empurrasse a bola de ninguém” na Copa do Mundo.
“Nós falamos a respeito dessa questão que, sempre que brasileiros e argentinos se encontram e falam sobre a Copa é tocada: a questão de quem ganha a Copa do Mundo. A única coisa que eu pedi era que a neutralidade fosse mantida por parte do Santo Padre e assim a ‘Mão de Deus’ não empurrasse a bola de ninguém”, explicou
O comentário da presidente pareceu estranho aos presente, mas foi esclarecido que trata-se do episódio ocorrido na Copa de 1986, quando o craque argentino Diego Maradona usou uma das mãos para fazer um gol irregular contra a Inglaterra. O juiz validou. Na ocasião, ele justificou que foi a “mão de Deus” que o ajudou.
Dilma foi ao Vaticano para assistir ao consistório de Dom Orani Tempesta, recém-nomeado cardeal pelo papa. A assessoria da presidente contou que Francisco foi convidado por Dilma para voltar ao Brasil para a Copa do Mundo. Pediu também ao papa que enviasse um pronunciamento a respeito do tema da Copa, que será sobre “a paz e contra o racismo”. Com informações UOL.
Via gospel prime

Comentários

Mensagens populares