Membros do Boko Haram que antes matavam cristãos agora louvam a Jesus

Membros do Boko Haram que antes matavam cristãos agora louvam a JesusO conhecido grupo terrorista nigeriano Boko Haram ocupou durante anos as manchetes por conta de seus atentados e assassinatos, sobretudo de cristãos. Na mais recente onda de ataques, mataram 70. Foram 52 pessoas mortas em uma aldeia no estado de Borno Kawuri e mais 22 no ataque a uma igreja na aldeia de Waga Chakawa, estado de Adamawa.
Greg Kelley, diretor-executivo do ministério World Mission na área afirma: “As pessoas que trabalham conosco no norte da Nigéria vivem nas proximidades do acampamento do Boko Haram. Por isso, tornou-se muito difícil para nossos missionários trabalharem. Eles literalmente dormem com um olho aberto, sabendo que as pessoas continuam sendo mortas e sequestradas ali”.
Uma das medidas de prevenção da organização missionária foi levar a nossa equipe para “um ambiente mais neutro politicamente, mais seguro, que ofereça mais estabilidade”.
Uma das estratégias mais bem sucedidas da World Mission na África é a distribuição de uma versão em áudio da Bíblia, chamada de “O Tesouro”. São pequenos rádios, do tamanho de um telefone celular, que carregam em seu cartão de memória as Escrituras narradas. Eles comemoram pois tiveram a notícia que duas dessas gravações caíram nas mãos de membros do Boko Haram.
Poucos dias depois, os ex-terroristas vieram até Cristo, abandonaram o acampamento dos terroristas e já testemunham de sua nova vida.
“Eles trazem o mesmo tipo de intensidade para o evangelho”, explica Kelley. “Um deles disse: ‘Se eu poderia ter morrido por uma causa em que nem sabia qual seria o destino da minha alma, muito mais agora que eu sou um seguidor de Jesus. Estou disposto a morrer por esta verdade, não importa o que aconteça.” Os nomes dos convertidos não serão divulgados por questões de segurança.
A World Mission comemora a distribuição de mais de 5.000 cópias de “O Tesouro”. Agora estão buscando investidores que possam ofertar US$ 20.000 para aumentar o alcance do trabalho.
Para Kelley as recentes histórias de conversão lembram a do apóstolo Paulo: “O perseguidor de cristãos que conheceu a Jesus e tornou-se, sem dúvida, o maior missionário que já andou na terra. É exatamente esse tipo de situação que estamos vendo nestes ex-terroristas do Boko Haram. Como eles estão dispostos a dar suas vidas para Jesus, poderão se tornar grandes testemunhas do evangelho”. Com informações MNN Online.
Fonte Gospel prime

Comentários

Mensagens populares