Morreu o Patriarca da Igreja Ortodoxa Siríaca

Morreu esta sexta-feira o Patriarca da Igreja Ortodoxa Siríaca, Inácio Zakka I Iwas. 

Aos 81 anos, o Patriarca Inácio sofreu um ataque de coração no hospital onde se encontrava internado, na Alemanha. 

A sede do Patriarcado Siríaco é em Damasco e tem-se mantido lá apesar da guerra civil que tem afectado o país há mais de três anos. Devido à sua saúde, e por condições de segurança, contudo, o Patriarca estava a viver no Líbano desde o início da guerra, tendo sido recentemente transportado para a Alemanha para receber tratamento. 

A Igreja Siríaca pertence à comunhão de igrejas ortodoxas orientais, que se separaram de Roma a seguir ao Concílio de Calcedónia, no século IV. Esta comunhão inclui as Igrejas Ortodoxas da Arménia, da Etiópia e também a Igreja Copta, do Egipto. 

A maioria dos fiéis da Igreja Siríaca vive na Síria e no Iraque, de onde o Patriarca era natural. Actualmente a Igreja tem também uma grande diáspora na Europa e na América do Norte. 

O Patriarca Inácio era, contudo, comprometido com a causa ecuménica, tendo participado no Concílio Vaticano II, enquanto observador representante da sua Igreja. Em 1984 visitou o Vaticano, tendo sido recebido por João Paulo II. A visita foi retribuída em 2001, altura em que o Papa foi recebido pelo Patriarca.

Inácio Zakka I Iwas foi o 122º Patriarca da Sé de Antioquia, traçando a sua linhagem episcopal a São Pedro, que foi bispo de Antioquia antes de ir para Roma. Actualmente, devido à divisão das igrejas cristãs, outros líderes religiosos usam também o título de Patriarca de Antioquia. 

O seu título completo era Patriarca Siríaco Ortodoxo de Antioquia e Todo o Oriente. 

A Igreja Siríaca deve agora convocar um sínodo para eleger um sucessor que, como é tradicional, deverá adoptar o nome Inácio também.


Fonte Renascença

Comentários

Mensagens populares