Padre é investigado por suspeita de abusar sexualmente de mais de 20 adolescentes

Padre é investigado pelo Ministério Público por suspeita de abusar sexualmente de 20 adolescentesNa última terça feira foi tornada pública uma investigação do Mistério Público (MP) contra um padre que é acusado de abusar sexualmente de mais de 20 adolescentes na Paraíba. O caso foi registrado em Jacaraú, no Litoral Norte da Paraíba, e foi trazido recentemente ao conhecimento público por uma matéria feita pela TV Cabo Branco.
De acordo com a reportagem, o sacerdote católico, que não foi identificado, renunciou suas funções em outubro de 2013. Um documento enviado pela Arquidiocese da Paraíba ao Ministério Público explica que o padre foi suspenso de suas atividades na igreja e que o caso foi comunidade à Cúria Romana.
Segundo a Arquidiocese da Paraíba, outros três padres já foram afastados de suas funções eclesiásticas pela entidade católica por suspeitas de terem cometido abusos sexuais contra adolescentes, e também são alvo de investigações da Polícia Civil e Ministério Público.
A investigação acerca do padre acusado de abusar de mais de 20 adolescentes teve início há seis meses, segundo o MP. O caso se tornou conhecido pela justiça quando adolescentes apreendidos por suspeitas de terem cometido uma série de arrombamentos revelaram a um promotor o suposto aliciamento feito pelo padre.
- Nós soubemos que a casa do padre já tinha sido violada e quando esses meninos, que eram menores de idade, foram apreendidos foi perguntado sobre a casa do padre. Foi aí que a coisa veio à tona. Ele disseram ‘não, a gente não furta. É o padre que nos dá. Ele nos chama para farrear, nos dá bebida alcoólica, nos paga e tem as sessões de sexo’ – explicou o promotor de Justiça de Jacaraú, Marinho Mendes.
De acordo com os depoimentos, os abusos aconteciam dentro da própria casa paroquial, e o sacerdote pagava quantias que variavam de R$ 50 a R$ 200 para manter relação sexual com os adolescentes.
- Adolescentes na faixa dos 12 aos 17 anos foram abusados. Isso confirmado, sem nenhuma dúvida. Um dos adolescentes ouvidos foi crismado pelo padre e ele disse que muitos dessa turma de crismados foram abusados – completou Mendes.
Entre as vítimas estão um adolescente de 15 anos que afirmou que ele e um primo mantiveram relações sexuais com o padre investigado. Um adolescente de 16 anos informou ainda que o encontro na casa do padre foi marcado por meio de uma rede social.
- Perguntando quantos anos eu tinha, perguntando onde eu morava. Aí eu disse que morava em tal canto e ele disse ‘outro dia eu marco contigo pelo Face’. Ele marcou no outro dia e quando eu cheguei lá já tinha um menino lá – disse o jovem, que afirmou ter recebido R$ 22 apenas para não contar a ninguém que esteve lá.
O caso causou revolta na comunidade local. O pai de um dos adolescentes abusados, que acompanhou as declarações do filho ao MP, classificou o ocorrido como “uma vergonha”, sobretudo para as pessoas que participavam das atividades da paróquia.
- O povo, a maioria do pessoal que vai à igreja, pensa que o padre é santo – afirmou o pai de outro jovem, explicando que ninguém desconfiava dos abusos.
De acordo com o site PB agora, apesar das investigações, a Polícia Civil não tem informações sobre a localização do padre.
Fonte Gospel mais

Comentários

Mensagens populares