Governo manda demolir monumentos cristãos na China

Governo manda demolir monumentos cristãos na ChinaMonumentos cristãos estão sendo destruídos na China a mando do governo, é o que informa o jornal Daily Mail. O motivo da ordem seria uma tentativa de reprimir o crescimento da religião no país.
Ainda de acordo com a publicação inglesa no sábado passado o Governo enviou 50 funcionários para bloquearam a entrada de Longgang Gill, um local de peregrinação dos cristãos do país, que fica na cidade de Wenzhou – chamada também de Jerusalém chinesa.
Guindastes foram usados para remover algumas estátuas e muros foram erguidos em torno de três monumentos que representam Jesus, Maria e o Espírito Santo.
Todas as obras que foram removidas de Longgang Hill serão armazenadas em uma igreja que fica no subúrbio da cidade, no bairro chamado Hengdaiqiao, com exceção dos objetos de decoração do parque que foram destruídos.
Para poder destruir o lugar, o governo afirmou que o parque foi construído de forma ilegal. O espaço tem ligações com a igreja católica que atua na China e cerca de 100 fiéis tentaram assistir a destruição do espaço, mas foram impedidos.
Além de Longgang, o governo chinês também autorizou a demolição de uma igreja da cidade de Sanjiang que foi inaugurada em 2013. Para a construção do templo foram gastos mais de R$ 7 milhões e nem mesmo a presença de milhares de cristãos que acamparam na frente do prédio impediu a ação dos funcionários do governo.
Testemunhas garantem que quatro cristãos foram espancados ao tentarem impedir a destruição do prédio. Para demolir, o governo afirmou que dois, dos quatro andares do templo, foram construídos de forma ilegal.
Todas as explicações dadas são rejeitadas pelos cristãos que afirmam que o principal motivo seria a perseguição religiosa. Com informações Terra.
Via gospel prime

Comentários

Mensagens populares