Pastor é preso por estuprar, agredir e ameaçar a própria filha de 12 anos de idade

Pastor é preso por estuprar, agredir e ameaçar a própria filha de 12 anos de idadeUm novo caso de abuso sexual e agressão contra crianças envolvendo um pastor foi registrado esta semana, na cidade de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá (MT).
A Polícia Militar prendeu o pastor de 36 anos após uma das frequentadoras da igreja que ele liderava denunciá-lo por abuso sexual e agressões contra a própria filha, de 12 anos de idade.
A mulher acolheu a filha do pastor depois de busca-la na última terça-feira, 24 de junho, após ela ter sido novamente abusada e decidir buscar ajuda e relatar que os abusos e agressões aconteciam há aproximadamente um ano, segundo informações do G1.
Segundo a menina, quando ela se negava a manter relações sexuais, era espancada e ameaçada de novas agressões para não revelar os fatos a ninguém.
A prisão foi efetuada na casa pastoral, que fica nos fundos da igreja que o pastor liderava, e a menina foi levada para a Central de Flagrantes da cidade para prestar depoimento.
Inicialmente o pastor foi detido para prestar depoimento, mas quando foi solto, os vizinhos começaram a linchá-lo e a Polícia Militar foi acionada novamente para intervir na situação.
Levado para a delegacia, o pastor confessou que estuprava a filha desde que ela tinha onze anos de idade e está sendo mantido preso na cadeia pública local. A identidade do estuprador e o nome da denominação foram mantidos em sigilo pelos policiais que atenderam a ocorrência.

fonte gospel mais

Comentários

Mensagens populares