Protesto contra a saída do padre em Canelas e obriga a intervenção policial

Protesto contra a saída do padre em Canelas e obriga a intervenção policial
Fotografia © João Manuel Ribeiro/Globalimagens
Centenas de pessoas concentraram-se hoje à porta da igreja paroquial de Canelas, concelho de Gaia, em protesto contra a saída do padre.
Centenas de pessoas concentraram-se hoje à porta da igreja paroquial de Canelas, concelho de Gaia, em protesto contra a saída do padre que até ao último domingo presidia a esta paróquia, exigindo da Diocese do Porto uma explicação.
"Queremos o padre Roberto" e o "Bispo é que é o culpado" foram as primeiras frases ouvidas no Largo Padre Gabriel que serve de adro à igreja de Canelas onde só meia hora depois da hora prevista (11:00) começou a missa celebrada pelo novo pároco Albino Reis da paróquia vizinha de Vilar de Andorinho.
Com o início da missa, que reuniu menos de uma centena de pessoas a assistir, o protesto fora da igreja endureceu e foram ouvidos gritos e assobios e frases como "O Bispo que vá para Aveiro".
A GNR de Canelas está no local com cerca de duas dezenas de agentes, tendo sido chamada para moderar os ânimos exaltados após algumas escaramuças e para quebrar um cadeado colocado no portão que dava acesso à igreja que impedia a passagem dos fiéis que queriam assistir à missa do novo padre

Comentários

Mensagens populares