Evangélico invade igreja católica e quebra imagens no RN

Homem disse que recebeu "uma mensagem divina" e que iria provar que a igreja católica estava errada.
Evangélico invade igreja católica e quebra imagens no RNEvangélico invade igreja e quebra imagens no RN
Na última segunda-feira (30) um homem invadiu uma capela da cidade de São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal (RN), e quebrou imagens e outros objetos que estavam no altar da igreja.
O acusado é Cristiano Antonio de Oliveira, ele entrou na capela de Santo Expedito com uma barra de ferro quebrando as imagens, inclusive a do padroeiro do templo. Nem cadeiras e mantas que enfeitavam os altares foram poupados pelo homem que após ser detido foi internado apresentando um quadro de surto psicótico.
Pelos relatos do coordenador da capela, Ivanilson Gabi, o homem parecia estar surtado. “Ele arrombou a porta central da igreja com muita força, empenou uma barra de ferro, destruiu seis ferrolhos antes de quebrar todos os objetos do altar central junto com a imagem de Santo Expedito”.
Oliveira estava tão fora de si que além de destruir a igreja, ele também tirou foto do estrago que fez. Em seu depoimento o homem disse que recebeu “uma mensagem divina” para cometer o crime e que queria provar que a Igreja Católica errava “em usar imagens de santos”.
O estrago na capela só não foi maior porque um vizinho da igreja que é policial conseguiu contê-lo e chamar reforços. O investigador do caso diz que além de responder pelo vandalismo também irá ser enquadrado por intolerância religiosa, pois Oliveira já foi membro da capela e parou de frequenta-la quando se tornou evangélico.
“Ele estava alterado, dizendo que havia recebido uma missão de abrir os olhos das pessoas para não cultuar imagem e quebrou o que conseguiu na igreja. Só não quebrou mais coisas porque foi contido por um policial que mora próximo. O vandalismo dele será associado à intolerância religiosa”, disse o investigador. Com informações UOL

Comentários

Mensagens populares