expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores

domingo, 14 de junho de 2015

Cantor gravar clipe com sexo no altar e revolta Igreja Luterana


Imagem: Reprodução/Vídeo
Imagem de uma das cenas do vídeo em que o cantor “transa com um pastor” no altar de um templo luterano
O cantor pop iraniano radicado na Noruega Tooji está gerando grande discussão no país europeu desde que divulgou o seu mais recente clipe “The Project Father”. Tooji protagoniza uma cena de sexo sobre o altar da igreja com ator que interpreta um pastor. O clipe divulgado esta semana causou forte reação da Igreja Luterana local, que o classificou como “inaceitável”.
O clipe foi gravado dentro de numa igreja em Oslo. O bispo da Igreja Luterana Ole Christian KvarmeKvarme disse ter ficado revoltado com o clipe. Segundo ele, os produtores não informaram nada sobre o conteúdo sexual da produção. Kvarme alegou que nenhum representante da igreja acompanhou as gravações por confiar no que havia sido, segundo ele, prometido.
“Uma igreja nunca deve ser usado como pano de fundo visual para cenas sexuais em uma produção comercial. Uma cena semelhante entre o homem e a mulher seria igualmente inaceitável, um abuso. O que aconteceu aqui viola as normas e regulamentos que temos para o uso do espaço religioso”, declarou o bispo.
A produção do cantor garante que todo o roteiro do clipe foi enviado previamente aos responsáveis pelo templo luterano.
Segundo matéria divulgada no site ‘O Dia’, o cantor aproveitou o lançamento do vídeo para declarar-se homossexual. Ele ficou famoso ao ser o representante norueguês no programa Eurovision, uma competição musical. Tooji venceu o concurso disputado em 2012 no Azerbaijão.
Mas a reação ao clipe de Tooji passou longe dos representantes políticos noruegueses. A Noruega é um dos países com maior número de ateus no mundo. Cerca de 70% da população não crê em Deus.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário...

Ciencia

Ciencia