expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores

terça-feira, 23 de junho de 2015

Pastor é processado por chamar Islã de “satânico”

James McConnell afirma que islamismo é “doutrina gerada no inferno."
Pastor é processado por chamar Islã de “satânico”Pastor é processado por chamar Islã de "satânico"
O pastor James McConnell fez críticas ao islamismo durante um sermão recente na igreja Whitewell Metropolitan Tabernacle, Irlanda. Ele poderá ser processado por suas palavras duras: “O Islã é pagão, o Islã é satânico, o Islã é uma doutrina gerada no inferno.”
O sermão foi transmitido meses atrás ao vivo pela internet. Como não está restrito ao templo, sua fala está sendo tratada como “discurso de ódio” pelo Ministério Público Irlandês, que usa uma lei do Communications Act, de 2003.
Um porta-voz do Ministério Público avisou que McConnell, de 78 anos, recebeu um ‘aviso’ que corresponde a uma espécie de registo criminal por um ano. Como o pastor se recusou a aceitar, será processado pelo governo.
O pastor afirmou que as autoridades “estão tentando me calar, mas eu não ficarei quieto. Eu não vou ser amordaçado.” Para ele, se trata de liberdade de expressão. “Eu vou continuar pregando o Evangelho”, avisou.
Explicou ainda que não odeia os muçulmanos, mas é contra o que os muçulmanos acreditam. “Eles têm o direito de falar sobre o que eles acreditam e eu tenho o direito de falar sobre o que eu acredito”, encerrou.
McConnell aposentou-se no ano passado como pastor, citando problemas de saúde. Ele fundou e pastoreou a Whitewell por 57 anos, mas ainda prega quando convidado. Com informações Christian Today

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário...

Ciencia

Ciencia