Surpreenda-se com o que uma mulher faz no quarto do seu bebê

Não parece um daqueles vídeos que tratam de grupos que caçam fantasmas por aí? Na verdade, o conteúdo da gravação é aparentemente digno de um filme do tipo Atividade Paranormal.
Assista ao vídeo:

"Mama"

Na África do Sul, uma mãe, identificada como Caryn Smith, foi "flagrada"[VIDEO] por câmeras de segurança de sua própria casa enquanto deitada no chão, fazendo movimentos estranhos, logo abaixo do berço de seu bebê.
Não, não é um filme de terror. Caryn estava simplesmente tentando "não acordar o bebê".
O marido de Caryn, Tyrone, compartilhou o vídeo no Facebook e escreveu: "a melhor coisa de ter câmeras em sua casa é observar sua esposa tentando sair do quarto depois de colocar seu filho para dormir!!! Às vezes você tem que esse tipo de artimanha para "fugir"! P.S: O exército da África do Sul está te chamando para que você faça o treinamento "do rastejo reverso do leopardo! " (tradução livre)
Realmente, Tyrone fez a família ficar famosa no Mundo todo por conta da façanha de Caryn gravada em vídeo.

Resultado assustador

O vídeo de "baixa qualidade" acaba flagrando Caryn com olhos esbugalhados, como se fosse um "fantasma japonês".
É difícil de acreditar que não seja alguém possuído ou algo do tipo. Preste atenção no brilho dos olhos da mãe, que só queria ter mais algumas horinhas de sono durante a noite e pensou em como "sair de cena" sem acordar o filho.
"Decidi sentar no chão ao lado do berço para que ele pudesse me ver. Ele então ficou ali, com os olhos um pouco abertos. Eu me deitei e notei que ele não vacilou e nem sequer se moveu...muito menos tentou sair do berço", explicou a ScaryMommy, um site norte-americano que mostra situações inusitadas envolvendo mães e filhos.
O vídeo chega até a ser engraçado, porque Caryn mistura discrição e muita "jinga", especialmente sem acordar o bebê (que tinha demorado algum tempo para "sossegar").
O vídeo viralizou na internet recentemente, por conta da postagem do marido dela, Tyrone, recebendo milhares de visualizações e compartilhamentos (até o dia de hoje, passavam de 150 mil "curtidas" só no Facebook).
Na galeria, há as fotos reais do casal e do bebê, que foram disponibilizadas publicamente no Facebook da família.
E você? Pensou que a moça tinha sido mais uma vítima do "mal", não é mesmo? Mas você se enganou. É só uma mãe tentando não acordar o seu bebê!
A conclusão: nem tudo que parece realmente é...
Fonte: face book

Comentários

Mensagens populares