Pastor que se matou nos EUA era maníaco depressivo e tomava medicação em segredo

Rev. Teddy Parker Jr.Com segredos a respeito de sua saúde mental, o pastor que se suicidou recentemente nos Estados Unidos era maníaco-depressivo e tomava medicações para controle emocional, de acordo com as últimas informações divulgadas.

O Rev. Teddy Parker foi encontrado morto na garagem de sua casa durante o último dia 10, com uma marca de tiro evidenciando o suicídio, frustrando o esforço da família na tentativa de ajudá-lo com suas comoções, de forma sigilosa.
A verdade a respeito da saúde emocional do pastor surgiu aos poucos e o pastor Dr. E. Dewey Smith Jr., amigo de longa data fez as primeiras revelações, ao apontar que Parker estava sob cuidados médicos, mas não tinha forças para abandonar a igreja.
"Ele estava sofrendo de psicose maníaco-depressiva e tinha problemas emocionais com que estava tentando lidar. Estava em tratamento, mas simplesmente não conseguia se afastar do ministério", contou Smith Jr., pastor sênior da The House of Hope Atlanta ao The Christian Post.
Dewey Smith Jr. acrescenta que compreende a dúvida do amigo pastor, por conta do abalo que a notícia poderia causar em torno da liderança na congregação.
"Como você diz à sua igreja que tem distúrbios mentais e emocionais, e ainda assim mantém a confiança como líder? Compartilhar isso é quase como uma sentença de morte. Como os fiéis o encarariam depois? Se você tiver visões, eles ainda confiariam em você? Será que eles acreditariam que é o espírito que está conduzindo você", indaga Smith.
A morte de Parker veio como um choque para Dewey Smith Jr., que não percebeu fatores que pudessem levar o amigo ao suicídio. Contudo, Parker estaria sob um forte conjunto de situações estressantes, como foi o caso das mortes recentes de seu pai e de Willie L. Reid, pastor a quem ele confiava seus segredos.
Segundo Smith Jr., a dificuldade de seu amigo em se abrir sobre seus problemas e os problemas físicos causados pelo efeito colateral dos remédios também teriam colaborado com o fim trágico do pastor.

Comentários

Mensagens populares