expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores

domingo, 13 de dezembro de 2015

National Geographic fala sobre o fim dos tempos

Série de programas relacionam acontecimentos recentes com as profecias bíblicas


Guerras, fomes, pestes, terremotos… há razões para acreditarmos que estamos próximos do fim dos tempos? Sim, e não são só os cristãos que acreditam nisto, estamos caminhando para o fim ou já estamos no que Jesus chama de princípio das dores.
O National Geographic resolveu exibir o programa “Sinais do Fim dos Tempos” (Omens Of The Apocalypse) que mostra fatos cientificamente comprovados de que há algo errado no mundo e ainda mostra as profecias reveladas há milhares de anos que tenham relações com esses acontecimentos.
A série mostra guerras como a luta da coalização formada por diversos países, liderados pelos Estados Unidos, que tentam combater o Estado Islâmico. O grupo terrorista tem espalhado medo na Síria, Iraque e também na Líbia e na França, ameaçando atacar outros países.
O objetivo do grupo é implantar a Sharia, a lei islâmica que pune com morte todos os infiéis, isso é, todos os não muçulmanos, ou os que não seguem à risca as determinações da religião.
A fome e a miséria também ganham destaque no programa que mostra como milhões de pessoas ainda morrem por falta de comida no mundo. Em “Sinais do Fim dos Tempos” o destaque é para locais como a Hungria, onde os refugiados estão em campos de concentração vivendo em condições precárias, passando muita fome.
Doenças como ebola e dengue também fazem parte do programa, há uma série de enfermidades que matam milhares de pessoas e os médicos não conseguem identificar como surgiram, como foi o caso de infecções repentinas que assustaram os Estados Unidos recentemente.
Mas os temas sobre o fim do mundo não param por aí: violência, corrupção, conflitos familiares trágicos e catástrofes naturais também estão na lista e muitos deles estão previstos na Palavra de Deus.
A série não é inédita, mas cada vez mais se torna relevante e levanta o debate sobre as profecias bíblicas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário...

Ciencia

Ciencia