ONG denuncia ataques de jihadistas a duas igrejas sírias

ONG denuncia ataques de jihadistas a duas igrejas síriasA ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) denunciou o ataque de jihadistas a duas igrejas em Raqa, na Síria, nesta quinta-feira (26) dizendo que estátuas e crucifixos foram incendiados e a cruz da torre de uma delas foi destruída.
Uma das igrejas atacadas foi a catedral Notre Dame da Anunciação, o crime foi realizado por combatentes do Estado Islâmico no Iraque e no Levante (EIIL, mas também abreviado como ISIS) que, de acordo com a agência AFP, controla a maior parte da cidade.
A segundo igreja atingida foi a Igreja dos Mártires, dirigida por católicos armênicos, foi neste templo que a cruz do alto da torre foi destruída pelos extremistas que colocaram a bandeira do EIIL no lugar.
Raqa foi a primeira capital tomada pelos rebeldes sírios que querem impor sua lei, baseada em uma interpretação radical do Islã, na cidade. O grupo é formado principalmente por jihadistas.
A guerra civil síria já deixou mais de 100 mil mortos, o principal motivo seria o descontentamento da população com o presidente Bashar al-Assar, mas os tons políticos passaram a ser religiosos, já que os opositores são jihadistas e os cristãos, que são 5% da população, são favoráveis ao presidente.
A situação dos cristãos na Síria tem preocupado instituições de apoio a Igreja Perseguida e também ONGs de Direitos Humanos, inclusive um grupo parisiense criou uma petição para alertar diplomatas de diversos países europeus sobre o que tem acontecido no Oriente Médio.
Além da petição do grupo “Cristãos do Oriente em perigo”, o Portas Abertas também criou uma petição online de apoio aos cristãos sírios. As assinaturas recolhidas serão apresentadas pelo Portas Abertas Internacional a instâncias globais, demonstrando o apoio de cristãos em todo o mundo à Igreja na Síria.Com Informações Terra

Comentários

Mensagens populares