Terry Jones é preso após anunciar queima de 3 mil exemplares do Corão

Terry Jones é preso após anunciar queima de 3 mil exemplares do CorãoA polícia americana prendeu nesta quarta-feira (11) o pastor Terry Jones que estava em uma picape transportando 2.998 exemplares do Corão encharcados de querosene e uma churrasqueira.
O controverso pastor do estado da Flórida estava planejando queimar os exemplares do livro sagrado dos muçulmanos para protestar contra as mortes do ataque terrorista de 11 de setembro de 2001. A quantidade de livros foi escolhida para representar o número de pessoas que morreram nos atentados.
A prisão não aconteceu por conta da intolerância religiosa, mas porque Jones “transportava combustível irregularmente”, o que é proibido nos Estados Unidos. Outro motivo para a prisão do pastor foi que ele estava carregando explicitamente uma arma de fogo.
Essa não é a primeira vez que Jones tenta queimar exemplares do Corão, em 2010 o governo americano precisou intervir para impedir que ele cumprisse a primeira ameaça. Em março de 2011 Terry Jones prometeu e cumpriu, realizando um culto de julgamento, ele declarou o Islã culpado pelas mortes do atentado e queimou um exemplar como protesto.
As ações do pastor resultaram em revoltas em diversos países do Oriente Médio, em 2012 ele ajudou a promover um filme anti-islã e passou a ser procurado pela justiça do Egito. O filme “A Inocência dos Muçulmanos” gerou revolta entre os árabes e no Afeganistão uma ataque ao consulado americano resultou na morte do embaixador.

Comentários

Mensagens populares