Corpo de um homem em Los Angeles pode ser um híbrido humano


Possivelmente, um dos casos mais misteriosos desde os primeiros séculos foi o da canadense Elisa Lam. Como você se lembra, a 19 de fevereiro de 2013 os inquilinos do Hotel Cecil, localizado no bairro de Skid Row de Los Angeles, queixaram-se do odor da água da torneira. Outras investigações revelaram que havia um corpo dentro de um dos tanques de água localizadas no telhado do hotel. O corpo era o de Elisa Lam, uma jovem canadense que havia desaparecido por semanas, tendo viajado do Canadá para a Califórnia.

De acordo com o Departamento de Polícia de Los Angeles, a morte de Elisa foi oficialmente declarada como um acidente.   "Risos Irónicos"
 Pouco tempo depois lançaram um vídeo perturbador do Hotel Cecil  do elevador, minutos antes de sua morte. No vídeo, você pode ver como Elisa tocava vários botões de elevador, e como entrando e saindo como se perseguida por alguém ou algo. A distribuição deste vídeo deixou  ainda mais perguntas do que respostas, um enigma que perdura até hoje.

E mais uma vez os grandes meios de comunicação tendo relatado um caso misterioso, sem explicação. Agentes do Departamento de Polícia de Los Angeles encontrado morto e em avançado estado de decomposição de um homem em seu carro, que teve 1.200 armas de fogo e vários veículos em casa. Mas o mais surpreendente é que, aparentemente, era um híbrido humano estrangeiro que trabalhou disfarçado para agências secretas do governo dos EUA.

A prova de que aliens- humanos híbridos estão entre nós???

A polícia de Los Angeles encontrou mais de 1.200 armas de fogo, incluindo espingardas, pistolas, cerca de 6,5 toneladas de munições, arcos, flechas, facões e quase 230.000 US em dinheiro. Conforme relatado pelo Los Angeles Times, a incrível colecção de armas pertenciam a Jeffrey Alan Lash, um residente do Condado de Los Angeles 60 anos. O corpo em decomposição de Lash foi descoberto em um carro estacionado em uma rua de seu bairro em Pacific Palisades, em Los Angeles.

Muitas das armas ainda estavam em caixas com etiquetas de preço, e vários veículos, alguns modificados para utilização em vários campos. Entre os 14 veículos havia um anfíbio Toyota SUV projectado para conduzir debaixo de água. De acordo com a polícia de Los Angeles, o mais surpreendente é que Lash não era um traficante de drogas, ele não roubava as armas, não tinha antecedentes criminais, nem tinha rendimentos. Então, quem era Jeffrey Alan Lash?
Hombre híbrido humano extraterrestre
Homem híbrido humano estrangeiro

De acordo com Catherine Nebron, sua noiva, Lash era um híbrido humano estrangeiro que trabalhou disfarçado para as agências secretas do agente do governo dos EUA. A estranha revelação foi afirmada publicamente pelo advogado Catherine em 22 de julho, alguns dias depois de agentes Los Angeles Departamento de Polícia encontraram o corpo de Lash.

De acordo com Catherine, o próprio Lash disse-lhe que ele era um infiltrado multi-bem acima da agências governamentais, agente encoberto da CIA. O advogado de Catherine admitiu que a história "parece muito louca", mas também confirmou que Catherine tinha estado com Lash  17 anos e não tinha razão para não acreditar nele.

"A história em si parece muito louca, mas então como explicar tudo isso?" Disse Harlan Braun, advogado Catherine Nebron. "Não há nenhuma evidência de que Lash era um traficante de drogas ou  que roubou armas nucleares. Nem tinha antecedentes criminais ou de renda ".

Mas a história toma um novo rumo após radical VadBunker Laura, mãe do jovem que trabalhava para Lash, garantir que sua filha achava que ele era um híbrido humano alien "enviado à Terra para nos proteger."

"Eu não posso acreditar nisso", Laura disse à imprensa. "É pior do que um filme de Twilight Zone. Era meio humano e meio alienígena e estava convencido de que ele tinha que salvar o mundo. "
Cadáver híbrido humano extraterrestre
Corpo humano híbrido alienígena

Os factos

De acordo com o inspector do Departamento de Polícia de Los Angeles, Lash morreu no estacionamento de um supermercado em Santa Monica, em 4 de Julho, depois de ter alguma dificuldade em respirar. Nesse momento se encontrava com sua esposa e com Dawn VadBunker,  momento,  que o ajudou no início, mas Lash insistiu que ele fosse levado para o hospital e não para chamar o serviço de emergências.

"Catherine e VadBunker tentaram cerca de três horas  mantê-lo vivo", disse Kirk Albanese, inspector do Departamento de Polícia de Los Angeles. "Nem ligou para o 911 porque Lash não queria ir a um hospital. Ele não queria que nenhum policial o assisti-se, então ele morreu ali. "

Aparentemente, depois de adoecer cerca de um ano atrás, disse Lash á mulher que se alguma coisa acontecesse ou se ele morre-se, as agências secretas do governo iria cuidar de seu corpo e das suas armas. Conforme explicado pelo Lash antes de morrer ele mesmo, ele tinha sido exposto a produtos químicos tóxicos que causaram danos  irreparáveis em seus sistema nervoso, durante uma missão.

Los Ángeles híbrido humano extraterrestre
Jeffrey Alan Lash fotografia de sua carta de condução emitida em 1996

Então, quando ele morreu Lash, nem Catherine ou VadBunker comunicaram às autoridades. Em vez disso, eles levaram o corpo para seu camião e o estacionaram em Palisades Drive, perto da casa que partilhavam. Em seguida, ela foi com VadBunker para Oregon para superar a morte de Lash, acreditando que as agências governamentais secretas iriam recuperar o corpo e iriam recolher todas as armas da casa.

Como vimos, a história de Jeffrey Alan Lash é um mistério. Até agora, ninguém explica como uma pessoa simples possuía um arsenal destas características. Os cépticos dizem que a história é parte de uma imaginação doentia, enquanto os teóricos da conspiração dizem que esta é mais uma prova de que o governo dos Estados Unidos está a esconder-nos algo grande...

Comentários

Mensagens populares