expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores

terça-feira, 28 de julho de 2015

Papa Francisco é o anticristo, afirma “Jesus” australiano


Australiano afirma ser a reencarnação de Jesus
Brian Leonard Golightly Marshall é um australiano de 71 anos de idade. Ele lidera uma seita e afirma ser a reencarnação de Jesus Cristo. Como “prova”, ele, apresenta o Santo Sudário, que mostra a imagem de um homem que teria sido crucificado.
A peça de linho está guardada pelo Vaticano e sempre foi objeto de muita polêmica. Para Marshall, que vive na região de Toogoom, nordeste da Austrália, a prova cabal foi uma carta enviada a ele pelo papa Bento XVI, onde teria confirmado o reconhecimento.
Ele costuma gravar uma série de vídeos com suas pregações. Em alguns deles, menciona que possui cicatrizes nos pés e nas mãos, lembranças de sua “crucificação”.
Australiano no Sudário
Em alguns posts, já exibiu a suposta carta papal, que diz: “O senhor Brian Marshall me enviou fotografias dele e do Santo Sudário de Turim. Ele se parece de verdade com a santa imagem. Não há outra explicação. Ele simplesmente é o Senhor Jesus Cristo Onipotente… é o homem mais nobre desta terra, o rei dos reis, o Messias… tenham fé nele”.
Quando Bento XVI estava prestes a anunciá-lo oficialmente ao mundo como Jesus reencarnado, em março de 2013, foi forçado a abandonar o papado. Esse seria o verdadeiro motivo do afastamento de Bento. Por isso, Marshall acusa Francisco, o novo papa de ser o “anticristo”. Afinal, ele não permitiu que o Vaticano reconhecesse publicamente.
Brian também gosta de exibir um vídeo onde imagens sobrepostas dele sobre o Sudário confirmariam que ele é a imagem de Jesus. Nada modesto, afirma ser o homem mais santo de todos. Como base de seus argumentos, além de passagens bíblicas, ele usa astrologia, numerologia e cálculos que remetem à Cabala judaica.
Ao contrário do Jesus bíblico, ele é casado e já publicou diversas fotos suas com a mulher no Facebook. Também mostra seu carro, apelidado por ele de “arca da aliança”.
O Jesus australiano afirma ter seguidores em diversas partes do mundo e registra que muitas pessoas têm largado tudo para viver na comunidade liderada por ele na Austrália. Brian tem viajado a outros países para anunciar sua vinda. Ele fala sobre essas viagens e os testemunhos de seus seguidores emseu canal do Youtube. Com informações Daily Mail

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário...

Ciencia

Ciencia