expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Pastor exorciza homem com “demônio gay”


Empresário nigeriano chegou a igreja afirmando estar possuído.
Para os brasileiros é algo corriqueiro ligar a televisão e ver programas religiosos que mostram pessoas supostamente tomada por demônios. Eles são “entrevistados” por pastores e normalmente libertos após uma oração. Depois, contam o que aconteceu. Via de regra, são casos que mostram essa influência espiritual causando doenças ou problemas na família.
Porém, em outras partes do mundo, esse tipo de material é raramente visto e recebido com muitas críticas.
Um programa evangélico transmitido na Nigéria está causando polêmica na Europa. O jornal Daily Mail, um dos mais importantes da Inglaterra publicou uma matéria que foi reproduzida por vários outros veículos de comunicação.
Em uma igreja não identificada no vídeo, um pastor se depara com um homem que estava “possuído por um demônio homossexual”. Depois de receber oração, declara sua “cura” da atração por outros homens.
Um empresário nigeriano chamado Tegus chega à igreja, afirmando que tem um “demônio”. Quando o pastor começa a orar, o homem incorpora um espírito que afirma tê-lo feito gay. O pastor faz algumas perguntas e uma voz alterada afirma que é “um amigo” e que aquela pessoa tem muitos “amigos” dentro dele.
Questionado o que esse espírito estava fazendo com Tegus, a resposta é que ele o fazia gostar de homens. Depois de contar outros detalhes sobre a vida do empresário, tenta sair do templo, mas é contido por obreiros. Depois de alguns minutos, é mandado embora.
Tegus cai no chão e quando levanta diz não saber o que aconteceu. Conta que tinha uma noiva, mas acabou o relacionamento pois não sentia mais atração por ela. Contou também que começou a assistir filmes pornôs gay na internet. Agradece a Jesus pela “libertação total”, sob aplausos da audiência que lota a igreja.
A Nigéria tem leis rigorosas sobre a homossexualidade. O casamento entre pessoas do mesmo sexo é proibido no país do Oeste Africano. Qualquer pessoa que comete um ato homossexual pode ser punida com até 14 anos de prisão.
Anos atrás, um evangelista norte-americano enfrentou forte oposição por mostrar um homem que teriase tornado gay quando foi tomado por um demônio.
No Brasil, o vídeo mais famoso do tipo é de um jovem que foi liberto através da oração do bispo Edir Macedo durante um culto na Igreja Universal do Reino de Deus.
Assista:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário...

Ciencia

Ciencia