expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Menino de 11 anos é ordenado pastor nos EUA

Atuando como ministro na igreja de seus pais, o garoto é considerado estranho por seus amigos.


Menino de 11 anos é ordenado pastor nos EUAMenino de 11 anos é ordenado pastor nos EUA
Com apenas 11 anos de idade foi ordenado como ministro em Washington, nos Estados Unidos. O menino agora é pastor na igreja de sua família se tornando um dos mais jovens pastores americanos.
Em entrevista o garoto conta que prefere aprender sobre as coisas de Deus do que jogar vídeo game ou ficar trocando mensagens no celular, atitudes comuns dos meninos da sua idade.
De acordo com a BBC Brasil, Izekiel não é um jovem muito popular, ele relata que seus amigos não o procuram mais porque o acham “estranho”.
Mesmo gerando tanta surpresa, a unção de crianças não é novidade nos Estados Unidos, um ex-pastor tem estudado o fenômeno e garante que desde o século 18 houve pelo menos 500 casos de crianças pregadoras.
O menino afirma que recebeu o chamado do próprio Deus para pregar quando tinha sete anos e seu objetivo é seguir atuando como pastor ao longo de sua vida, imitando o exemplo de seus pais que são líderes da Igreja Pentecostal do Tempo.
É com eles que ele aprende tudo o que sabe, passando por um aprendizado religioso intenso o que faz com que muitas pessoas digam que o garoto, quando prega, está apenas imitando seus pais. Os defensores do pastor mirim garante que não há imitações e que é possível sentir a ação divina na atuação de Izekiel.
Assista reportagem da BBC:
 /

Há 215 anos, nascia autora de Frankenstein, mulher à frente de seu tempo


A libertária que era a favor do amor livre, contra as convenções da burguesia


Mary Shelley e Frankenstein: criadora e criatura

Mary Shelley, a autora de Frankenstein, um clássico da literatura gótica de terror, completaria 215 anos nesta quinta-feira (30). Mas quem foi esta escritora muito famosa em sua época que escreveu um livro considerado menor dentro de sua carreira literária mas, ao mesmo tempo, um dos grandes best sellers de todos os tempos.
Quem foi Mary Shelley?
A mulher que amava o pai, William Godwin, um filósofo libertário e sua mãe, Mary Wollstonecraft, que foi uma das primeiras feministas do mundo ocidental, escreveu Uma Defesa dos Direitos da Mulher (1790) e morreu dez dias após o nascimento de sua filha.
A romântica que foge da Inglaterra em uma aventura na Europa continental com seu grande amor, o poeta inglês Percy Shelley, que era casado na época. Com a morte da primeira esposa do escritor, ela casa-se oficialmente com ele. É uma vida de troca de informações intelectuais e comportamentais e a morte do marido afogado na costa italiana, a leva a ficar cada vez mais deprimida.
A libertária que era a favor do amor livre, contra as convenções rígidas da burguesia nascente, ajudou um casal de lésbicas, uma delas a escritora Mary Diana Dods que usava o pseudônimo David Lyndsay, a fugir da Inglaterra cada vez mais casta e vitoriana para uma França mais tolerante na época.
Tudo isto a faz uma mulher impar para sua época, em um tempo em que a educação não era permitida ao sexo feminino, muito menos ter voz política ou literária.
Frankenstein nasce de um encontro de escritores - entre eles, Lord Byron, um dos grandes nomes do romantismo - em um lago na Suíça. É proposto a todos que cada um escreva um conto de terror. Shelley escreve sobre um cientista que tenta ser Deus e cria através das ciências naturais um ser repulsivo, mas inteligente e muito humano. O livro foi um sucesso imediato e assim o é até hoje.
Muitas leituras já foram feitas do personagem, mas uma leitura possível é sobre uma metáfora sobre o grupo de artistas que Shelley frequentava, que eram tão à frente de seu tempo e tão cheios de humanismo que eram considerados uma aberração pelos seus contemporâneos.

Cristãos paquistaneses estão vivendo em uma floresta após prisão de jovem

Centenas de cristãos temem por suas vidas se retornaram para casa




Cristãos paquistaneses estão vivendo em uma floresta após prisão de jovemCristãos paquistaneses estão vivendo em uma floresta após prisão de jovem O capítulo mais recente da perseguição aos cristãos no Paquistão inclui centenas de pessoas acamparem em uma floresta na capital Islamabad. Eles inclusive cortaram algumas árvores e usaram seus galhos para construir uma igreja.A fuga foi gerada pelo medo da reação dos radicais muçulmanos após uma menina cristã ser acusada por um vizinho de ter queimado páginas do Alcorão, o que é uma blasfêmia segundo a lei paquistanesa, que pode resultar em prisão perpétua.
A menina de 11 anos está presa há 12 dias e sofre de problemas mentais (Síndrome de Down) e não ficou provado que de fato os papeis que ela queimou eram páginas do Alcorão. Mesmo assim, após a notícia se espalhar, centenas de muçulmanos juraram vingança, causando medo na maioria dos cristãos do bairro. O responsável pela Liga Ecumênica, Sajid Ishtaq, disse que cerca de 600 famílias abandonaram o subúrbio de Mehrabadi e se refugiaram em uma área de floresta nativa perto ao centro de Islamabad.
Sumera Zahid, uma das pessoas que se fugiu para a floresta no último domingo e diz que agora se preocupa apenas em como alimentar seus três filhos e seus pais. “Nós costumávamos vir aqui para coletar madeira que usávamos como lenha e nos pareceu um local adequado para o abrigo”, disse. ”Aqui não é casa de ninguém, terra de ninguém. Vamos viver aqui em segurança.”
Na segunda-feira o pastor Arif Masih reuniu um grupo de voluntários e começou a amarração de galhos no que deve se tornar uma igreja. “Somos gratos ao Senhor por esta terra, embora aqui não exista água encanada nem comida, mas sabemos que o Senhor criou as fontes de água e todas essas árvores frutíferas que estão aqui, mesmo se alguém ficar doente e sofrer com estas dificuldades, agradecemos ao Senhor”, disse.
Em um país onde 95% de seus 190 milhões de habitantes são muçulmano, as questões religiosas sempre geram grande atrito com as minorias cristãs. São comuns os relatos de multidões que agridem e até mesmo matam pessoas acusadas de blasfêmia. No ano passado, dois políticos que criticaram a lei de blasfêmia foram assassinados, um deles por seu próprio guarda-costas. Em julho, milhares de pessoas arrastaram um homem paquistanês acusado de profanar o Alcorão. Ele foi tirado de uma delegacia de polícia, espancado até a morte e atearam fogo ao seu corpo.
Na segunda-feira o Conselho de Ulemás de Todo o Paquistão, uma organização que reúne sacerdotes muçulmanos, realizou uma coletiva de imprensa em conjunto com a Liga Ecumênica  do Paquistão, afirmando que farão uma campanha para que os cristãos possam voltar em segurança para suas casas.
Na coletiva de imprensa, o chefe do conselho muçulmano, Maulana Tahir-ul-Ashrafi, disse que os outros países não devem interferir e que o Paquistão proporcionará justiça para a menina e sua comunidade.
Enquanto isso, Nooran Bashir, que havia fugido de casa algumas horas após a prisão da menina, voltou para sua casa nesta segunda-feira e explicou: “Eu não sei se ela queimou as páginas de algum livro sagrado ou não, mas todos nós tivemos que deixar nossas casas correndo para salvar nossas vidas”, disse ela. Para essa mulher e seus filhos, o motivo era claro: os muçulmanos proibiram os cristãos de realizar cultos na região.
Mas a maioria dos refugiados cristãos não se mostrou disposto a voltar. Cerca de 200 cristãos, a maioria homens, protestaram em frente aos escritórios da administração da cidade, exigindo permissão para ficar no acampamento. “Não temos uma grande lista de exigências”, disse Salim Masih, uma das líderes. ”Limpamos este lugar com as nossas mãos e construímos uma pequena igreja aqui. Embora possa parecer apenas um monte de galhos de árvores, esta é a casa santa de Deus. Isso deve ser respeitado.”
Traduzido e adaptado de Urban Christian News

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

O fantasma de Dolley Madison - O jardim da rosa



O jardim é hoje frequentemente utilizado pelo presidente dos Estados Unidos da América para fazer conferências de imprensa. No século XVIII, todavia, era um espaço enlameado onde se situavam as estrebarias da Casa Branca. 

Isso veio a mudar quando a mulher do quarto presidente dos EUA, Dolley Madison (esposa de James Madison), lá decidiu plantar os primórdios do espaço que hoje é conhecido como "O jardim da Rosa". Anos mais tarde, uma outra primeira-dama, neste caso Ellen Wilson (mulher de Woodrow Wilson), pediu que o jardim fosse reconstruído. 

Mas quando os trabalhadores chegaram ao local encontram o fantasma de Dolley Madison, que os impediu de destruir o jardim que esta havia plantado, ou, pelo menos, assim reza a história, diz o 'listverse.com'.

Diz-se também que é devido ao fantasma de Dolley Madison que a Casa Branca tem muitas vezes, e de forma inexplicável, um inconfundível cheiro a rosas.


O "Gato-Demónio" - subsolo

Desta vez não se trata de fantasmas de personalidades históricas que ocuparam em vida a residência do presidente dos EUA. 

Consta que no subsolo do edifício existe um misterioso "gato-demónio", que ilude a percepção das pessoas que o vêem, primeiro como um pequeno gato e depois como uma "besta fantasmagórica", diz o 'listverse'.

Diz-se que este gato só aparece antes de um desastre nacional. As suas duas últimas aparições foram nos dias que antecederam o 'crash' da bolsa norte-americana, em 1929, e imediatamente antes do assassinato do presidente Kennedy.


O fantasma de Abraham Lincoln - Os halls do segundo andar, O Quarto Oval Amarelo, O Quarto da Rosa

É no segundo andar da Casa Branca que se encontram os quartos do presidente dos EUA e da sua família. É neste andar que ficam hospedados os convidados de honra. É também nos corredores deste segundo andar que o muitas vezes reportado fantasma de Abraham Lincoln vagueia à noite. 

Quem o afirmou foi a primeira-dama Eleanor Roosevelt, que diz tê-lo avistado nos corredores. Para além de Eleanor, o presidente Harry Truman disse que ouviu os passos do presidente assassinado no corredor, antes de o mesmo vir bater à porta do seu quarto.

Foi Abraham Lincoln que protagonizou a mais famosa aparição fantasmagórica na Casa Branca, da qual falaremos mais à frente. O Quarto Oval Amarelo - não confundir com a Sala Oval - era a biblioteca pessoal de Lincoln. 

Neste local, vários funcionários do edifício alegam ter visto o falecido 16º presidente a olhar pela janela da divisão. A primeira-dama Grace Coolidge dá também voz a estas alegações.

Diz o 'listverse' que a rainha Wilhelmina da Holanda viu o fantasma de Abraham Lincoln no corredor, quando abriu a Sala da Rosa, depois de ouvir bater à porta.

Esta é provavelmente a mais famosa história de uma aparição fantasmagórica na Casa Branca, devido principalmente à personalidade que a contou. Winston Churchill afirmou que viu o fantasma do antigo presidente norte-americano ao lado da lareira do seu antigo quarto, enquanto o primeiro-ministro britânico lá estava hospedado. 

A situação caricata aconteceu alegadamente depois de Churchill sair de um banho, razão pela qual estava completamente nu quando viu a aparição de Lincoln. Depois deste episódio, Churchill recusou-se a voltar a dormir no mesmo quarto.

O fantasma de Lincoln é o que mais histórias de aparições acumula na Casa Branca. Diz o site 'listverse.com' que o 16º presidente dos EUA foi avistado por vários presidentes que lhe sucederam, como Teddy Roosevelt, Herbert Hoover e Dwight Eisenhower. 

A filha de Ronald Reagan, Maureen, estava com o seu marido no quarto de Lincoln quando, afirmam ambos, o viram no mesmo lugar que Churchill diz ter visto o ditoso fantasma: ao lado da sua antiga lareira. 


O fantasma de Abigail Adams - halls do segundo andar

Abigail Adams foi a esposa do segundo presidente dos Estados Unidos, John Adams. O seu fantasma foi alegadamente visto a flutuar pelos corredores do segundo andar pelo 27º presidente do país, William Howard Taft.


Fantasma do soldado britânico - Os quartos do segundo andar

Um casal que se encontrava hospedado na Casa Branca afirmou ter sido acordado durante a noite pelo fantasma de um soldado britânico que tentava atear fogo à cama onde dormiam. Esta figura foi alegadamente vista em outros espaços do edifício. 

Diz o 'listverse.com' que este soldado é presumivelmente o britânico que ateou fogo à Casa Branca durante a batalha de Bladensburg, em 1814, que opôs forças britânicas e irlandesas contra o exército norte-americano - um episódio da guerra de 1812, decretada pelos EUA.


O fantasma de Willie Lincoln
O terceiro filho de Abraham Lincoln morreu no seu quarto, na Casa Branca, em 1862, do que se presume ter sido febre tifóide. Lynda Johnson, filha do presidente Lyndon B. Johnson, disse ter visto o fantasma da criança no quarto onde faleceu havia cerca de cem anos.


Thomas Jefferson e John Tyler - Quarto Oval Amarelo

A esposa de Abraham Lincoln, Mary Todd Lincoln, disse ter visto os fantasmas de dois presidentes dos EUA, Thomas Jefferson e John Tyler, ambos nesta divisão do edifício.


Fantasma do soldado incendiário - O Pórtico Norte

É no Pórtico Norte que se encontra a principal entrada para o edifício. Uma das aparições frequentemente avistada nesta área é a de um soldado britânico com uma tocha na mão, provavelmente, diz o 'listverse.com', o mesmo soldado que alegadamente acordou um casal no segundo piso enquanto tentava incendiar a cama.


Guardiões da porta
Para além do soldado britânico, o site 'listverse.com' afirma que várias pessoas dizem ter avistado porteiros e arrumadores há muito falecidos ainda a guardarem a entrada para a Casa Branca.


O fantasma de Anne Surratt

Anne Surratt foi filha de Mary Surratt. Esta última tornou-se na primeira mulher a ser sentenciada à morte nos Estados Unidos, depois de um polémico processo que a considerou culpada de estar envolvida na conspiração para o assassinato de Abraham Lincoln. 

O fantasma de Anne Surratt é um dos que é alegadamente avistado a bater às portas da Casa Branca a exigir a libertação da sua mãe. 

Diz-se também, conta o 'listverse.com', que todos os anos, no dia 7 de Julho - dia em que se cumpriu a sentença - o fantasma de Anne Surratt pode ser encontrado nas escadas do Pórtico Norte.


O fantasma de Abigail Adams - A Sala Este

Abigail Adams já figurava na lista do site 'listverse.com', quando este referiu uma sua aparição aos olhos do então presidente dos Estados Unidos William Howard Taft, no corredor do segundo piso da Casa Branca. 

A Sala Este era onde Abigail Adams costumava colocar a roupa a secar, por este ser dos mais quentes e solarengos espaços do edifício. Várias pessoas afirmam ter visto o fantasma de Abigail a dirigir-se para a Sala Este, com os braços estendidos como se estivesse a segurar um molho de roupa.


O fantasma de Andrew Jackson - O Quarto da Rosa

De acordo com vários funcionários da Casa Branca, a voz do presidente Andrew Jackson é ouvida frequentemente na Sala da Rosa, em altas gargalhadas ou a proferir altos palavrões. Diz o 'listverse.com' que neste espaço há um local inexplicavelmente frio no antigo sofá de canapé, onde o antigo presidente costumava repousar.

fonte: Sábado

Chuva misteriosa de esferas azuis cai na Inglaterra


 
As Esferas Azuis São Gelatinosas,
entretanto não tem cheiro e não são pegajosas
Um homem em Dorset ficou perplexo ao perceber que seu jardim foi coberto por uma chuva de pequenas esferas azuis. Steve Hornsby de Bournemouth – Inglaterra, disse que as bolas que tinham aproximadamente tres centímetros de diâmetro cairam como chuva, no final da tarde de quinta-feira, durante uma tempestade de granizo. Ele encontrou cerca de uma dúzia destas bolas em seu jardim. Ele disse: “Elas são difíceis de pegar, eu tive que pegar uma colher para colocá-las num frasco de doce”.
O escritório de metereologia disse que a substância gelatinosa “não era meteorológica”. 
O Sr. Hornsby um ex-engenheiro aeronáutico disse: “O céu ficou realmente com uma cor amarelo escuro”.  “Enquanto eu caminhava fora para ir para a garagem havia uma tempestade de granizo instantânea que durou alguns segundos e eu pensei, o que é isso na grama”?~
Andando em torno de seu jardim encontrou muitas esferas azuis, que foram espalhadas pela grama. Ele disse: “Elas têm uma camada exterior com uma interior gelatinosa, mas não têm cheiro, não são pegajosas e não derretem”.
Sr. Hornsby disse que estava mantendo as bolas em sua geladeira enquanto ele tentava descobrir o que eram.
Josie Pegg, um assistente de pesquisa de Ciência Aplicada da Universidade de Bournemouth, especulou que os fenômenos, aparentemente estranhos podem ser “ovos de animais marinhos invertebrados”.
“A transmissão de ovos nos pés das aves é bem documentada e eu acho que se um pássaro for pego por uma tempestade esta poderia ser a causa”.

Fonte: bbc

Nos EUA, a Polícia alerta contra uma nova droga


Nona Nuvem, que provoca comportamentos canibais, enquanto as lojas vendem balas contra zombies após vários ataques de canibais, relata o jornal Daily Mail.


Recentemente, a mídia informou sobre vários casos de ataques de canibais nos Estados Unidos. “Rudy Eugene, rosnando para a Polícia, continuava a comer o rosto de sua vítima – um sem-abrigo. A polícia disparou contra ele e acabou por matá-lo” – informa o jornal.



A notícia também dá detalhes de outros incidentes. Em Miami, um vagabundo, Brandon De Leon, arreganhando-se, ameaçou comer dois policiais. Em Louisiana, Carl Jakno, de 43 anos mordeu a vítima no rosto, rasgando com os dentes parte do músculo.
A Polícia suspeita que o último tenha consumido a droga Nona Nuvem, um dos efeitos da qual é a agressividade e impulsos canibais.

Fontes: portuguesedailymail

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Israelenses revoltam-se com perfil falso de Deus no Facebook

Perfil do Facebook "Yahweh" causou revolta nos judeus




Israelenses crentes na Bíblia ficaram indignados esta semana quando a mídia local relatou que há um novo perfil falso de Deus no Facebook. O perfil foi criado em hebraico, sob o nome Yahweh [Jeová], usando as quatro letras do nome sagrado em hebraico, também conhecido como “o tetragrama”.
Passando-se pelo Todo-Poderoso, o criador da página posta mensagens zombando do judaísmo e de seus adeptos. “Vou ver se consigo quebrar meu recorde pessoal, de 5.772 anos atrás, e criar o mundo em apenas cinco dias”, dizia uma das atualizações da página.
Em resposta aos comentários irados, o autor questiona: “Como você pode ter tanta certeza que eu não sou ‘o Senhor’, o único Deus verdadeiro? Você não duvida de todas as páginas com contos de fadas escritas na Torá. Uma página online escrita por Deus é algo tão inacreditável? Alguém me explica isso?”.
Sem divulgar seu nome real, o autor do perfil falou com portal Ynet Israel, revelando que ele também possui outra página no Facebook com o título “Os ateus, como vocês vão”.
O homem admitiu já ter sido religioso, mas que agora acredita que “o mundo seria um lugar melhor sem religião”.
“Estou lutando contra a religião com suas próprias ferramentas”, disse ele. “Eu não conheço nenhuma outra maneira como lidar com as reivindicações religiosas, que acredito serem irracionais.”
Ele afirma não entender porque as pessoas estavam tão contrariadas por sua brincadeira, e afirmou já ter recebido muitas ameaças de morte por causa disso. Até agora, 5.000 cidadãos de Israel “curtiram” a página, embora o autor disse não ter dúvida que o Facebook acabará ficando do lado dos que se opõe à sua brincadeira e apagará o perfil “Yahweh”.
No Brasil, o perfil fake de Deus no Twitter @OCriador e sua página, o SAC Divino, já demonstraram que a piada pode render, basta ver os milhares de seguidores que ele possui.
Traduzido e adaptado de Israel Today

Empresa lança roupa para enfrentar o Apocalipse

Tecido especial e respirador seriam capazes de preservar o usuário de explosões atômicas


A empresa holandesa de design Nieuwe Heren se preocupou em criar uma roupa especial, que pode suportar altos níveis de poluição e de radioatividade.
A marca é conhecida por misturar estilo e tecnologia, fazendo sucesso entre os geeks. A nova jaqueta da marca recebeu o nome de “Aegis Parka”, referência ao escudo de Zeus e Atenas, que segundo a obra a Ilíada garantiria imortalidade.
Chamada de “roupa para sobreviver ao Apocalipse”, ela possui um mecanismo que a ilumina, alertando o usuário que ele está em um lugar com radioatividade ou poluição em níveis que podem afetar a sua saúde.
As 40 pequenas lâmpadas de LED usadas na frente da jaqueta são sensíveis a dióxido de benzeno, fumaça, amoníaco, álcool e carbono. A intensidade do LED varia segundo o índice de contaminação possível.
A Aegis Parka possui um sensor MQ-135 combinado com uma estrutura reforçada, mas sem ser pesada. Ela é feita com um tecido especial, o Ceraspace, considerado o mais resistente do planeta. Uma das vantagens anunciadas é que o usuário poderia sobreviver ao Apocalipse, caso ele ocorra com explosões nucleares. Isso porque ela usa cápsulas de polímeros com material cerâmico, que protegeria quem a usa de queimaduras radioativas graves.
Ela possui ainda um “respirador” integrado, capaz de filtrar óxido de nitrogênio, dióxido de enxofre, monóxido de carbono, ozônio, hidrocarbonetos, pó de amianto, gases das emissões de combustível fóssil e pólen. Ou seja, capaz filtrar todas as substâncias tóxicas que poderiam queimar os pulmões.
Os acabamentos do revestimento é tratado com dióxido de titânio foto catalisador, um composto capaz de esterilizar substâncias danosas. A Nieuwe Heren afirma que a Parka Aegis é resistente a sujeira, mofo, bactérias e vírus, capaz de “destruir qualquer poluente do ar que toque a roupa.”
Por enquanto, a Parka Aegis é um protótipo, mas Tim Smit disse à Gizmag que sua empresa está aberta a colaborar com os fabricantes. O custo estimado caso seja produzida em larga escala é de R$ 600.
Traduzido e adaptado de Gizmag e Poder y Gloria

Foto do pastor Lucinho “cheirando” a Bíblia gera polêmica

Presidente da Missão Praia da Costa afirma que intenção é atrair jovens.

Foto do pastor Lucinho “cheirando” a Bíblia gera polêmicaFoto do pastor Lucinho “cheirando” a Bíblia gera polêmica
O pastor Lúcio Barreto, conhecido como Lucinho, postou uma foto sua “cheirando” a Bíblia em um convite para um culto de jovens na Igreja Missão Evangélica Praia da Costa, em Vila Velha, no Espírito Santo. Mas a comparação do Livro Sagrado com as drogas gerou polêmica nas redes sociais.
Ele está ligado à Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte, e há três anos realiza o culto ‘Quarta Louca por Jesus’, na igreja em Vila Velha. A igreja diz que cerca de 1,5 mil jovens por semana participam do evento que vai das 20h às 22h.
O pastor presidente da Missão Evangélica, Simonton Araújo, explica: “O pastor Lucinho tem um projeto especial com a juventude. A ideia da imagem é mostrar que a Bíblia dá mais prazer do que qualquer droga. Nosso objetivo não é alcançar os já cristãos. É alcançar os que estão longe. Tirar as pessoas do lugar onde a maioria está, nas drogas, no vício, para dentro dos princípios de Deus, onde há prazer e alegria de verdade”, disse ao portal G1.
Pastor Lucinho aparece ‘cheirando’ Bíblia em convite a culto
Porém, ao ser divulgada nas redes sociais, em especial no Facebook, a imagem gerou comentários jocosos, algumas fazendo trocadilhos como “carreira gospel” e “ao pó voltarás”. Muitos cristãos não gostaram e criticaram a foto alegando que a imagem associa o Evangelho com o vício ou as drogas.
Simonton Araújo se defende: “A intenção é das melhores. Mas criticar é um direito democrático. Nós, entretanto, aprendemos com a Bíblia a tratar com cuidado aqueles que estão proclamando o nome de Cristo e a respeitar mesmo quando não gostamos ou concordamos com algo”.
A assessoria de comunicação do pastor Lucinho não quis se manifestar sobre a polêmica.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Menina de 11 anos é presa acusada de queimar páginas do Alcorão

A criança seria portadora da síndrome de Down e foi pega jogando o Corão no lixo

Menina de 11 anos é presa acusada de queimar páginas do Alcorão


Jornais internacionais relatam que nos últimos dias uma menina de 11 anos portadora de Síndrome de Down foi presa do Paquistão sob acusação de blasfêmia. Ela teria sido vista pelo visinhos carregando páginas do Corão supostamente queimadas dentro de um saco de lixo.
Os moradores de uma região próxima a capital do Paquistão, Islamabad, se revoltaram contra a garota e acionaram a polícia, como relata o policial Zabi Ullah. “Elas estavam muito alteradas, nervosas, e poderiam ter machucado a menina se não tivéssemos agido rapidamente”, disse ele.
De acordo jornal Daily Mail as informações sobre o caso são confusas, pois um outro policial afirma que dentro da sacola havia diversos papéis religiosos, mas não foram encontradas páginas do livro sagrado dos muçulmanos.
A idade da garota também não está batendo, algumas fontes dizem que ela teria 11, outras dizem 12 e 16 anos. Até mesmo a doença da garota que não teve o nome revelado causa discussão.
O policial Wasim Niazi disse que quando foi levada para a delegacia a menina estava bastante assustada e não conseguia falar normalmente, mas ele não informou se esse problema na fala era decorrente ou não de algum problema de saúde.
Ao saber sobre o caso, o presidente paquistanês, Asif Ali Zardari pediu para que o ministro do interior investigue o caso. Se a garota que continua presa for julgada e condenada ela poderá receber a pena de morte.

Médicos querem impedir que religião afete as decisões de pacientes


"Pais que acreditam em milagres estão torturando os filhos", afirma grupo médico



Médicos querem impedir que religião afete as decisões de pacientesMédicos querem impedir que religião afete as decisões de pacientes
Em um artigo publicado no Journal of Medical Ethics, médicos ingleses alertam que as famílias com esperanças infundadas de uma recuperação “milagrosa” estão forçando seus filhos a tratamentos agressivos, mas inúteis. Para os doutores Joe Brierley e Andy Petroseles, do Hospital Great Ormond Street, os pais que confiam na intervenção divina, contrariando a opinião dos médicos, deveriam ser impedidos. Curiosamente, o apelo tem o apoio do capelão do hospital, o reverendo Jim Linthicum.
Os médicos são especialistas da unidade de terapia intensiva neonatal do Hospital Great Ormond Street, em Londres. Seu artigo usa um levantamento feito entre 203 casos que eles acompanharam, quando os pais foram informados que as máquinas que mantinham as crianças vivas deveriam ser desligadas, pois não havia chance de recuperação.
Os autores revelaram que em 186 casos (70%) as famílias concordaram com os médicos. Em 17 casos, os pais insistiram em continuar o tratamento, mesmo após longas discussões sobre a probabilidade de mudança no quadro, o que de fato não ocorreu. Em 11 deles, a religião foi o principal fator a influenciar sua decisão.
Alguns dos casos só foram resolvidos depois que os líderes religiosos ajudaram a convencer os pais a desligar as máquinas. Um desses casos só foi resolvido na Suprema Corte. Mas houve situações onde não se chegou a um acordo, pois os pais estavam esperando um “milagre” até o último segundo, disseram Joe Brierley e Andy Petroseles.
“Embora seja vital apoiar as famílias em situações tão difíceis, estamos cada vez mais preocupados que a crença profundamente arraigada na religião pode levar crianças a sofrerem desnecessariamente por causa da expectativa de intervenção milagrosa de seus pais”, advertem os autores. “Em muitos casos, as crianças sobre as quais pesam essas decisões são demasiadamente jovens para concordarem ou discordarem das crenças religiosas de seus pais”.
Citando exemplos de tratamentos que presenciara, eles argumentaram que os pais que insistem que as crianças sofram sem esperança de uma cura científica deveriam ser acusados de tortura. “Passar a vida inteira ligada a uma máquina, tendo todas as funções corporais supervisionadas e higienizadas por um cuidador ou parente, não oferece qualquer dignidade ou privacidade para a criança ou adulto é algo claramente desumano”, argumentaram.
A lei inglesa deixa claro que a opinião dos pais é determinante, mas os médicos ressaltam que
os casos analisados incluíam famílias muçulmanas, judias e católicas, o maior foram os provenientes de grupos cristãos evangélicos, classificados por ele como “fundamentalistas”.
O Dr. Petros diz que essa parece ser uma situação cada vez mais comum, pois esses pais geralmente não aceitam debater suas crenças religiosas nem participar de reuniões para tentar reconciliar as diferenças.
Keith Wood Porteous, diretor-executivo da National Secular Society, disse: “Esta é provavelmente a situação mais terrível para qualquer pai, mas a experiência e os conselhos dos médicos não deve ser ignorados pelas famílias religiosas, No entanto eles são muito resistentes”.
Charles Foster, especialista jurídico da Universidade de Oxford, argumenta que não ignorar o lugar da religião na vida e nas decisões tomadas pelas famílias. “Eles [os médicos] parecem pensar que existe algum tipo de mandato democrático que lhes dá o direito de impor seus valores seculares sobre todo mundo”.
Traduzido de The Telegraph

Igreja Católica faz campanha contra o casamento gay na Escócia


Igreja Católica faz campanha contra o casamento gay na EscóciaIgreja Católica faz campanha contra o casamento gay na Escócia
Uma carta foi lida nas 500 igrejas do país dizendo que a união entre pessoas do mesmo sexo destrói o casamento
As igrejas católicas da Escócia receberam uma carta para ser lida durante a missa deste domingo (26) pedindo para que os fiéis se rebelem contra o governo que está prestes a apoiar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.
Para a Igreja Católica, tal medida do governo é na verdade uma “redefinição do casamento”, a crítica se estende aos políticos dizendo que a organização religiosa pede para que eles “apoiem o casamento em vez de destruí-lo”.
Recentemente o cardeal O’Brian, autoridade máxima do catolicismo na Escócia, escreveu que o casamento gay é uma “uma subversão grotesca de um direito humano universalmente aceito”, e neste domingo ele foi mais fundo, afirmando que com a carta lida nas 500 igrejas do país ele quer convencer os políticos que “redefinir o casamento seria um erro”.
O texto deixa claro que a Igreja aceita apenas o casamento entre homem e mulher. “O ensinamento da Igreja sobre o casamento é inequívoco e único, a união de um homem e uma mulher, e por isso é um erro que os governos, políticos e Parlamentos busquem destruir ou alterar essa realidade”.
O governo escocês pretende aprovar ainda este ano a lei que vai permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo a partir de 2015, no momento o Estado oferece a união civil que dá o mesmo tratamento legal que os casais heterossexuais, como direito a herança, pensões e etc.
Com informações Folha de SP

“Chuva de Bíblias” no céu da Coreia do Norte


“Chuva de Bíblias” no céu da Coreia do Norte“Chuva de Bíblias” no céu da Coreia do Norte
No dia 19 de julho, uma equipe de missionários se reuniu perto de Paju, Coreia do Sul, para lançar 30 balões de gás carregados de Novos Testamentos, folhetos com versículos bíblicos e outras  mensagens cristãs para a Coreia do Norte. Tendo analisado as condições favoráveis do clima e um vento que soprava forte na direção desejada, os balões foram diretamente para o norte alcançando aquele país isolado.
“O evangelho é a boa notícia que irá salvar os galhos secos na Coreia do Norte, como uma chuva de boas-vindas”, exclamou um dos missionários  durante uma oração feita antes do lançamento. A equipe responsável pelo envio era composta de missionários, voluntários, estudantes universitários e cristãos que têm parentes vivendo na Coreia do Norte.
Soldados sul-coreanos visitaram o local de lançamento, como de costume, mas em menor número do que no ano passado. Apesar do clima favorável, desta vez apenas 10 dos 30 balões preparados alçaram voo. O motivo foram problemas com o combustível a base de hidrogênio. Mesmo assim, a equipe orou antes do lançamento agradecendo por que foram enviadas 1.000 Bíblias e 90.000 folhetos.
“Estes homens e mulheres mostram uma paixão pelo lançamento de balões, pois sabem que a Palavra de Deus é enviada nesses balões por suas mãos”, escreveu um membro da Missão A Voz dos Mártires. ”Embora eles não possam entrar na Coreia do Norte, estes panfletos podem.”
Mais de 7.900 Novos Testamentos já foram enviados à Coreia do Norte em 2012.
A Seoul EUA é uma ONG coreano-americana que lança material evangélico desta maneira de 70 a 80 vezes por ano. Mas para os que duvidam da eficácia de seus métodos, eles agora tem provas de que seus balões estão atingindo o alvo.
O uso de dispositivos de rastreamento GPS acoplados aos balões confirma a localização precisa de vários de seus lançamentos este ano e as imagens fotográficas podem ser acompanhadas em seu site.
“Há muitos anos sabemos que os lançamentos de nossos balões têm atingido as áreas que planejamos por causa da resposta irada do governo norte-coreano”, disse o Presidente da ONG, o pastor Eric Foley. ”Mas os dispositivos de GPS nos fornecem dados precisos que nos ajudarão a aumentar ainda mais a precisão dos lançamentos futuros.”
A Coreia do Norte é o pais mais fechado do mundo para o Evangelho, lembra Foley. “Quando o governo sul-coreano tentou acalmar a tensão politica com a Coreia do Norte na década de 1990″, continua Foley, “eles perguntaram aos norte-coreanos, ‘Como podemos deixar vocês felizes?” ”Parem de mandar balões e parem de fazer transmissões cristãs de rádio” foi a resposta.  Embora o governo norte-coreano tente de tudo para impedir as transmissões de rádio e os balões, a mensagem de Deus continua chegando pelos céus.
Estima-se que o regime norte-coreano ainda tenha mais de 70.000 cristãos aprisionados em campos de concentração.Uma pessoa pode ir para a prisão por toda a vida apenas pelo “crime” de possuir uma Bíblia.
Traduzido e adaptado de Charisma News

Caboclo D'agua na Espanha





Jornalistas espanhóis visitam Passagem, Mariana e Barra Longa

Estiveram na região o jornalista Pablo Villarubia, do programa espanhol Quarto Milenio, acompanhado de sua equipa e um especialista em casos de assombração.

A turma visitou Passagem, Mariana e ficou em Barra Longa procurando pistas do Caboclo Dágua. Pablo explica que numa matéria na Rússia ele encontrou desenhos de 2 mil anos entre eles existe um muito semenhante ao retrato falado feito por Deivison e publicado no jornal O ESPETO.

“Com nossas pesquisas temos indícios que o Caboclo Dágua é um animal muito antigo que já habitou outras regiões. Os desenhos são muito parecidos.” Disse Pablo Villarubia .

A equipa também esteve no alto do Gogo atrás das assombrações que aparecem dentro das minas, acompanhados por Elinésio , morador do Rosário, ambientalista e guia habilidoso daquela perigosa região.

Eles entrarem em duas minas grandes, e adoraram o lugar. Segundo Francisco um dos integrantes da Tv da Espanha, o parque arqueológico é um local misterioso e muito bonito que merece ser bem mais cuidado. O Prof. Latini de Belo Horizonte acompanhou a equipe de TV em sua incursão por Minas Gerais.

Para quem quiser assistir o programa feito pelos espanhois sobre o desenho do Caboclo Dágua da Russia , veja o vídeo : www.youtube.com/watch?v=efnWcWttfx8

No rastro das assombrações: a equipe de Pablo penetrou nas minas do Gogo e com modernos aparelhos de sons vasculhou-as para ver se capturava sons de vozes dentro da mina. É comum escutar gemidos e vozes de pessoas nas minas.

Até Elinésio já escutou. Mas não foi dessa vez. Maiores informações sobre o programa e seu conteúdo, acesse : http://villarrubia.wordpress.com

Mas está tudo em espanhol !

fonte: O Espeto

Ciencia

Ciencia