Cúria Romana vai ter uma nova constituição

A Cúria Romana vai ter uma nova constituição, incluindo a figura de um eventual moderador, e a secretaria de Estado vai ser restruturada. Estas são algumas das novidades da reunião do conselho de cardeais, nomeados pelo Papa Francisco para o ajudarem no governo da Igreja e na reforma da Cúria.
A constituição “Pastor Bonus”, que até agora regulava a Cúria Romana, tem os dias contados. O conselho dos oito cardeais, que esteve reunido entre terça-feira e esta quinta, à porta fechada, com Francisco, decidiu-se por uma nova constituição apostólica.
Segundo explicações do porta-voz Frederico Lombardi, a intenção do novo texto é pôr em relevo a natureza de serviço da Cúria universal para com as Igrejas locais, em ternos de subsidiariedade e não de modo centralizador.
O Padre Lombardi afirmou ser neste contexto que se devem enquadrar as futuras funções e o papel da Secretaria de Estado, que deverá ser uma espécie de “secretaria do Papa” .
Todas estas reflexões são também extensivas às funções do novo secretário de Estado já nomeado pelo Papa, Monsenhor Parolin, que toma posse já no próximo dia 15 de Outubro.
Em discussão nestes dias esteve a nomeação de um eventual “moderador da cúria”, uma nova figura de coordenação que faça a ponte entre os vários departamentos, comissões e congregações do governo do Vaticano.
Destaque ainda para o papel dos leigos na Igreja e do sínodo dos bispos, temas a aprofundar na próxima reunião que poderá ocorrer nos primeiros meses de 2014.

Comentários

Mensagens populares