Papa envia mais de cem mil euros para ajudar filipinos

O Papa Francisco decidiu enviar 112 mil euros para ajudar a população das Filipinas, afectada pelo tufão Haiyan. 

Trata-se de um primeiro contributo que será entregue pelo Conselho Pontifício Cor Unum à Igreja local, para que a ajuda chegue às regiões mais afectadas pela calamidade. 

Um comunicado do Vaticano refere que esta verba reflecte a expressão imediata e paternal do Papa que assim manifesta a sua proximidade espiritual e concreta, encorajando as pessoas a enfrentarem esta situação tão devastadora. 

O tufão já foi considerado um dos mais poderosos de sempre e embora o número final de mortos não esteja confirmado, estima-se que possa ultrapassar os 10 mil. Há ainda milhões de pessoas afectadas, que perderam todos os seus bens materiais e o processo de reconstrução deverá ser de grande complexidade. 

No domingo de manhã, no final da oração do Angelus, o Papa Francisco fez uma referência especial às Filipinas, lamentando a destruição e apelando não só à oração pelas vítimas, mas também à ajuda material. 

Menos de 24 horas depois o próprio Vaticano corresponde a esse pedido com este donativo de cerca de 112 mil euros.

Comentários

Mensagens populares