Tanque para banhos rituais do Templo de Salomão volta a ser utilizado

Tanque para banhos rituais do Templo de Salomão volta a ser utilizadoDesde o início do ano, uma série de noticias relacionadas a iminente construção do chamado “terceiro Templo” (no local onde ficava o Templo de Salomão), tem chamado atenção.
Quando o Instituto do Templo anunciou que os levitas modernos já estavam sendo treinados, o assunto começou a gerar polêmica em Israel. Em setembro, ocorreram importantes descobertas arqueológicas no local. Responsável por encontrar artefatos antigos, a renomada arqueóloga dra. Eilat Mazar, comemorou: “É uma descoberta impressionante que só acontece uma vez na vida”.
Um grupo de arqueólogos descobriu na mesma época um tanque de água (cisterna) datado do período do Primeiro Templo de Jerusalém (1006-586 a. C.). Encontrado junto ao muro ocidental da praça onde estava o Templo, no chamado Arco de Robinson. O tanque recebia água do poço de Siloé, que ficava algumas centenas de metros além dos muros.
Na última semana, foi divulgado que um antigo mikve (local de banho ritual), perto do Monte do Templo será reformado e reaberto. Ele servirá para mulheres que desejam subir o Monte para orar em pureza ritual.
A congressista Aliza Lavie anunciou a decisão durante uma reunião da Comissão sobre o Status da Mulher. O assunto possui um tom político por que os muçulmanos que controlam o local têm impedido os judeus de adentrar o Monte do Templo
El-Hanan Glatt, Ministro de Assuntos Religiosos, explicou: “Se uma mulher quer entrar no mikve, a fim de subir o Monte do Templo, por uma questão da lei sagrada dos judeus, elas não podem ser impedidas”.
A prática em muitas comunidades judaicas modernas é que apenas as mulheres casadas podem usar o mikve. Outras comunidades mais conservadoras permitem que as mulheres solteiras também o utilizem.
A subida dos judeus ao Monte do Templo continua sendo uma questão delicada. Alguns rabinos dizem que os judeus deveriam ser incentivados a visitar e fazer suas preces no local sagrado. Contudo, outros rabinos dizem que os judeus não devem entrar no Monte do Templo, até que todas as práticas antigas sejam restauradas e eles adquiram então o estado de pureza ritual necessário antes de pisar no local sagrado.
O plano de Israel é ter o novo Templo em construção a médio prazo, mas nenhuma data foi revelada. Jerusalém é o terceiro local mais sagrado do Islã, depois de Meca e Medina. Rumores sobre a reconstrução do templo existem há décadas entre os judeus ultra ortodoxos, que já teriam os fundos necessários para restaurar a adoração conforme descrita no Velho Testamento
Atualmente, o Monte do Templo é controlado por um grupo de islâmicos que desejam preservar a mesquita de Al-Aqsa e o Domo da Rocha apenas para os fiéis muçulmanos. Nos últimos meses,judeus e até mesmo cristãos que tentaram visitar a área foram atacados e apedrejados. Com informações de Israel Nation News. 

Comentários

Mensagens populares