Cristão é condenado à prisão no Egito por insultar Maomé no Facebook

Cristão é condenado à prisão no Egito por insultar Maomé no FacebookRecentemente um cristão copta foi condenado a seis anos de prisão no Egito por ter, supostamente, ofendido o profeta Maomé. A ofensa que o homem, de 29 anos, teria cometido teria sido feita em um post em sua conta do Facebook.
O Islã proíbe qualquer representação de Maomé, o é considerada uma blasfêmia. De acordo com a agência AFP, o cristão condenado publicou uma imagem na rede social com o que seria uma imagem do profeta, além disso, ele ainda teria feito uma observação ofensiva contra o profeta fundador da religião,
A publicação feita pelo cristão egípcio motivou uma revolta entre a população islâmica do sul do país, e seis pessoas chegaram a se reunir para atirar pedras em sua residência como forma de vingança pelo suposto insulto.
A polícia teve que intervir para evitar uma tragédia, e prendeu os seis agressores, que foram libertados mais tarde. O cristão também foi preso, mas não foi liberado. Com a decisão do tribunal contra o suposto insulto a Maomé feito pelo cristão, ele deve permanecer na cadeia.
O Egito tem 86 milhões de habitantes, dos quais apenas 10% são cristãos. Eles enfrentam uma grande discriminação no país, e são alvos de ataques contra suas igrejas e suas casas.

fonte gospel mais

Comentários

Mensagens populares